Fiat confirma SUV Progetto 363 com motor turbo para encarar VW Nivus de frente

Primeiro utilitário esportivo nacional da marca, terá visual e nome revelados no final do BBB 2021, mas produção começa só em setembro
Por Leonardo Felix
21.04.2021 às 19h:46 • Att. há 2 meses
Primeiro utilitário esportivo nacional da marca, terá visual e nome revelados no final do BBB 2021, mas produção começa só em setembro

O grupo Stellantis vem usando o Big Brother Brasil 21 para antecipar as primeiras informações, provavelmente fazer a avant première do Progetto 363, o primeiro SUV da Fiat a ser produzido e comercializado no Brasil. A revelação de seu visual e também do nome devem ocorrer na final do reality, na primeira semana de maio.

No entanto, a Mobiauto vem avisando desde janeiro que a chegada efetiva do modelo às lojas ocorrerá entre setembro e outubro deste ano, porque o início de sua fabricação em série em Betim (MG), o chamado SOP, ocorrerá somente em 1º de setembro.

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto 

Primeiro utilitário esportivo nacional da marca, terá visual e nome revelados no final do BBB 2021, mas produção começa só em setembro
Teaser exibe silhueta e alguns dos traços do SUV Progetto 363 

Agora, a própria Stellantis tratou de confirmar o prazo em conferência online com jornalistas para anunciar as especificações do propulsor 1.3 T270, o quatro-cilindros turboflex de 185 cv que estará presente nas versões flex do novo Jeep Compass, da nova Fiat Toro e no Jeep de sete lugares ainda este ano.

Na ocasião, executivos da fabricante afirmaram que o lançamento do Progetto 363 ocorrerá, de fato, “entre o terceiro e o quarto trimestres”, “provavelmente entre setembro e outubro”, exatamente como nossa reportagem havia antecipado.

Primeiro utilitário esportivo nacional da marca, terá visual e nome revelados no final do BBB 2021, mas produção começa só em setembro
Mocape do Progetto 363 em argila

Ou seja, a revelação do modelo no BBB servirá como uma espécie de avant première, como a VW fez com o Taos no fim do ano passado: iniciará, assim, um processo gradual de revelação dos conteúdos, especificações, motorização e versões do Progetto 363.

Além disso, em teaser divulgado nesta quarta-feira (24), a fabricante confirmou que o modelo será equipado com um "motor GSE turboflex", embora sem dizer se se trata do 1.0 T3 ou do 1.3 T4. No entanto, as imagens deixam claro que se trata do 1.0 com três cilindros, embora ainda dotado de injeção direta, quatro válvulas por cilindro e sistema MultiAir para variação inteligente de tempo e amplitude das válvulas de admissão.

Leia também: Avaliação: Renault Stepway, o único Sandero a ainda ser 1.6 CVT

Primeiro utilitário esportivo nacional da marca, terá visual e nome revelados no final do BBB 2021, mas produção começa só em setembro
Esta imagem do teaser deixa claro que o propulsor do 363 será o T3, 1.0 com três cilindros e potência estimada entre 120 e 130 cv

Mas, afinal, o que é o “Progetto 363”?

É um SUV construído sobre a plataforma MP1 do Argo. Sua relação com o hatch, aliás, é parecida com a que vemos entre VW Nivus e Polo, ou entre Honda Fit e WR-V: o utilitário esportivo aproveitará boa parte da carroceria e da mecânica do Argo, herdando dele elementos como suspensões, arquitetura elétrica, portas laterais dianteiras, colunas A, para-brisa e recortes parciais de para-lamas e capô.

O número 363 representa um código de projeto e não será o nome definitivo do modelo. Recentemente a Fiat registrou cinco nomes que se tornaram candidatos a serem usados por ele: Revo, Tuo, Pulse, Domo e Nord.

Primeiro utilitário esportivo nacional da marca, terá visual e nome revelados no final do BBB 2021, mas produção começa só em setembro
Close no mocape antecipa traços de faróis e grade

Em relação ao Argo, o 363 receberá um balanço dianteiro com visual totalmente exclusivo, além de capô, para-lamas, portas laterais traseiras e todo o balanço traseiro com visual e recortes inéditos. As suspensões também terão calibração exclusiva, com bitolas alargadas e um maior vão livre do solo para a carroceria.

Leia também: VW paralisa produção do Gol para preparar a do Polo Track

E, de forma inversa, o Progetto 363 estreará elementos que só serão aproveitados posteriormente pelo próprio Argo, pelo sedan Cronos e pelo SUV cupê compacto-médio 376, previsto para chegar no ano que vem.

Primeiro utilitário esportivo nacional da marca, terá visual e nome revelados no final do BBB 2021, mas produção começa só em setembro
Esta simulação digital de crash-test mostra bem como será a silhueta do modelo 

Um deles é o motor 1.0 GSE T3, um três-cilindros turboflex 12V com injeção direta e dotado do sistema de variação de tempo e amplitude de abertura das válvulas de admissão MultiAir. Com gasolina, tal usina rende 120 cv de potência e 19 kgfm de torque na Europa. Por aqui, com etanol, deve chegar a 130 cv e 21 kgfm. O câmbio será sempre automático de seis marchas e a tração, 4x2 dianteira.

Isso nas opções intermediárias e de topo, já que as de entrada deverão contar com o já conhecido 1.3 Firefly flex, um quatro-cilindros naturalmente aspirado 8V de 101/109 cv e 13,7/14,2 kgfm com gasolina/etanol, com opções de câmbio manual de cinco marchas ou CVT.

Leia também: Fiat Toro 2022: cinco coisas que queríamos que mudasse na picape

Primeiro utilitário esportivo nacional da marca, terá visual e nome revelados no final do BBB 2021, mas produção começa só em setembro
Fiat já mostrou como será o miolo do volante do 363

A adoção de portas laterais traseiras exclusivas pode implicar numa mudança de distância entre eixos no comparativo com os 2.521 mm de Argo e Cronos.

Outra novidade será o painel atualizado com quadro de instrumentos digital nas versões de topo (a ser herdado da nova Toro) e a nova geração da central multimídia UConnect, vista na nova Strada, incluindo projeção de celulares Android e Apple sem fio.

Espera-se que o novato tenha valores entre R$ 80 mil e 110 mil, sendo posicionado abaixo do Jeep Renegade como SUV de entrada do grupo Stellantis no Brasil, para tentar brigar com VW Nivus, WR-V e Caoa Chery Tiggo 3X.

Você também pode se interessar por:

Fiat terá três SUVs tamanho P, M e G nos próximos anos
Quais carros de Jeep e Fiat terão motor turbo (e quando chegam)
Assinar um Fiat ou Jeep custará de R$ 1.350 a R$ 4.730 por mês
Stellantis: como fusão afetará Fiat, Jeep, Citroën e Peugeot no Brasil

suv fiatfiat suv do argofiat progetto 363fiat projeto 363carro suvsuv compactosuv pequenosuv turbosuv flexsuv de entrada

Comentários