Novo Citroën C3 ganhará dois irmãos no Brasil até 2024. Veja quem são

Terceira geração do C3 é só o pontapé inicial de um ousado projeto para fazer a marca francesa recrudescer das cinzas no mercado brasileiro
Por Leonardo Felix
20.09.2021 às 21h:41 • Att. há cerca de cerca de 1 mês
Terceira geração do C3 é só o pontapé inicial de um ousado projeto para fazer a marca francesa recrudescer das cinzas no mercado brasileiro

O novo Citroën C3 significará o renascimento da marca francesa no Brasil. Depois de ficar com apenas um veículo de passeio em linha este ano, o SUV compacto C4 Cactus, a fabricante agora pertencente ao grupo Stellantis promete recrudescer com força em nosso mercado a partir de 2022, quando a terceira geração do hatch compacto chega às lojas.

Apesar do ar de SUV, com carroceria mais quadradinha e altinha, além de vão livre do solo generoso e promessa de um projeto “robusto e confiável”, o novo C3 é descrito pela própria fabricante como um hatch aventureiro. 

Sua função será atuar como modelo de entrada da empresa no país e estrear a plataforma modular CMP, em sua versão simplificada, na fábrica de Porto Real (RJ). 

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto

Mais do que isso, nascerá como irmão mais velho de uma família formada por outros dois compactos, antecipada pela Mobiauto em novembro de 2020 e confirmada na última semana por ninguém menos que o presidente global da marca Citroën, Vincent Cobeè, durante a apresentação do novo C3 a jornalistas brasileiros. 

"O C3 será o primeiro produto de uma família chamada C-Cubed, que lançaremos nos próximos três anos, com produção e foco de vendas na América do Sul”, declarou. O executivo não foi explícito, mas deu a entender que a marca lançará um desses novos modelos por ano entre 2022 e 24.

C-Cubed é uma espécie de código para confirmar que todos os modelos em questão pertencerão à família C3. “Cubed”, em inglês, significa “ao cubo”, expressão matemática que designa um número elevado à terceira potência. Ou seja, o apelido da família recebeu pode ser traduzido como... “C³”.

Leia também: Caoa Chery Arrizo 6 com visual antigo conviverá com o novo

Por isso, os três produtos contam com códigos de projeto iniciados pelas letras CC, abreviação de C-Cubed. CC21 é o próprio C3, cujo número indica o ano de lançamento no cronograma original da fabricante. O mesmo ocorre com CC24 (SUV) e CC26 (sedan). 

Entrementes, enquanto o primeiro atrasou e ficou para 2022, os demais serão acelerados pelo grupo Stellantis, que entende que a Citroën não tem mais tempo a perder e urge em reconquistar espaço na América do Sul e ganhar terreno na Índia, mercado em que começou a atuar recentemente.

Mas, afinal, o que esperar do novo C3 e dos dois produtos a serem dele derivados? Confira abaixo:

Leia também: Avaliação: Toyota SW4, vale pagar R$ 100.000 a mais que um Jeep Commander?

Novo C3

Terceira geração do C3 é só o pontapé inicial de um ousado projeto para fazer a marca francesa recrudescer das cinzas no mercado brasileiro

Como a Mobiauto vem antecipando desde o ano passado, o hatch compacto derivado do projeto CC21, de origem indiana, será vendido como a terceira geração do C3. Com 3,99 m de comprimento, para se encaixar nas regras de tributação mais camaradas da Índia, trocará o perfil “bolinha” por outro mais quadrado e altinho, à imagem e semelhança de um SUV.

Contudo, não será comercializado como um SUV, mas sim como um hatchback aventureiro e descolado, voltado a um segmentação mais popular, mas que ainda faz questão de ter um carro 0 km na garagem. Ficará posicionado abaixo do novo Peugeot 208, com preços entre R$ 60.000 e R$ 80.000.

Nas versões de entrada, com câmbio manual, o motor deverá ser o 1.0 três-cilindros 6V aspirado flex da família Firefly, de origem FCA, que rende 72/77 cv de potência e 10,4/109 kgfm de torque (gasolina/etanol). Nas de topo, automáticas de seis marchas, o 1.6 quatro-cilindros 16V EC5 vindo da PSA entrará em cena, com seus 115/118 cv e 15,4/15,5 kgfm.

Leia também: Fiat Toro Volcano se veste de Ultra ou Ranch em opcional de R$ 3.000

Novo C3 Aircross

Terceira geração do C3 é só o pontapé inicial de um ousado projeto para fazer a marca francesa recrudescer das cinzas no mercado brasileiro

No primeiro semestre de 2023 deve entrar em cena o novo C3 Aircross. Um pouco maior e mais alto do que o C3 hatch, tentará replicar alguns predicados do extinto Aircross, como a posição elevada de dirigir, o bom aproveitamento de espaço interno e a visibilidade típica de um monovolume. Tudo isso com uma pegada robusta de utilitário esportivo.

Assim como o futuro C3 hatch nacional, o novo C3 Aircross não terá nada a ver com o atual C3 Aircross europeu (inserido na imagem aqui apenas por questões de ilustraçlão). Entretanto, podemos esperar que o projeto CC24 será totalmente inspirado nele, seja na silhueta, no visual ou nas dimensões, chegando a cerca de 4,15 m de comprimento.

Os motores aspirados Firefly e turboflex GSE da Fiat certamente comporão a gama.

Leia também: Risco de incêndio: Chevrolet pede para manter Bolt longe dos outros carros

Novo C3L ou C3 Lounge

Terceira geração do C3 é só o pontapé inicial de um ousado projeto para fazer a marca francesa recrudescer das cinzas no mercado brasileiro

A família C-Cubed (também conhecida como smart car) prevê, ainda, um sedan compacto-médio que viria para competir com VW Virtus e Chevrolet Onix Plus. Terá as mesmas motorizações Firefly e GSE, mas talvez seja o escolhido para inaugurar a era de modelos híbridos produzidos pela Citroën em Porto Real. Deve ganhar o mundo no fim de 2024.

As projeções desse futuro três-volumes, que deve se chamar C3L ou C3 Lounge, foram preparadas por Kleber Silva, do @kdesignag, e são meramente ilustrativas.

Você também pode se interessar por:

Avaliação: novo Peugeot 208 1.6 tem chance contra Onix, HB20 e Polo?
Peugeot Landtrek leva mais carga que Hilux com menos potência que Toro
Fiat Punto vai ressuscitar como SUV elétrico com base de Peugeot
Stellantis: como fusão afetará Fiat, Jeep, Peugeot e Citroën no Brasil 

Novo Citroën C3
Citroën C-Cubed
Citroën CC21
Citroën CC24
Citroën CC26
Novo Citroën C3 Aircross
Novo Citroën C3L
Novo Citroën C3 Lounge
Citroën C3
Família Citroën C3
Citroën C3 2023
rosto de óculos escuros

Comentários