Ford Ranger Raptor chega a R$ 450.000 com pés no peito da Hilux GR-Sport

Com foco na performance, versão esportiva da picape média enfim desembarca no Brasil com motor V6 capaz de gerar 397 cv de potência
Por Vinicius Moreira
24.11.2023 às 11:00
Com foco na performance, versão esportiva da picape média enfim desembarca no Brasil com motor V6 capaz de gerar 397 cv de potência

Deixaram a gente sonhar, já diria o poeta Ronaldinho Gaúcho. E o sonho de ter a Ford Ranger Raptor vendida no Brasil enfim se concretizou. A picape média derivada da Ranger de nova geração enfim será vendida oficialmente em nosso mercado, por R$ 448.600.

Apesar de ter a mesma estrutura de uma Ranger comum, a nova Ranger Raptor custa mais de R$ 100.000 mais cara do que a antiga versão topo de linha da picape média, Limited Plus, vendida a R$ 339.990.

Você também pode se interessar:

Com porte de picape média, mas visual e potência de F-150, além de (muito) mais potente do que uma Toyota Hilux GR-Sport e até que uma Chevrolet Silverado, a Ranger Raptor quer assustar as concorrentes com dois pneus no off-road e os outros nas pistas de corrida.

Diferente do que muitos imaginavam, a nova Ranger Raptor não virá da Argentina, onde a Ford fabrica as versões civis da nova Ranger desde meados deste ano, mas sim da Tailândia. A previsão da montadora americana é de que as primeiras unidades sejam entregues até o final de fevereiro de 2024.

Motor exclusivo

A Ford parece ter apostado alto na confecção da Raptor, tanto que inseriu várias exclusividades para a versão mais envenenada da Ranger. O motor é ponto alto do modelo: é 3.0 V6 biturbo, mas não movido a diesel, como o do restante da gama, e sim a gasolina. Por isso, proporciona impressionantes 397 cv de potência e 59,4 kgfm de torque.

Para se ter uma ideia do nível de potência desse trem de força, a prima maior F-150 tem 405 cv com um motor V8 aspirado, enquanto a Ram 1500 rende 400 cv e a Silverado, 360 cv. Ou seja, a Ranger Raptor é uma picape média com potência de picape grande.

Quando o assunto é a velocidade máxima, a nova Ford Ranger Raptor atinge “apenas” 180 km/h controlados eletronicamente. Por outro lado, o 0 a 100 km/h é feito em 5,8 segundos, algo que impressiona, pois supera os 6,4 s de uma Ram 1500 Rebel e deixa a Toyota Hilux GR-Sport e seus 10,7 segundos no chinelo.

O câmbio é o mesmo usado pela F-150, pelo Mustang e pela Silverado: automático de dez marchas desenvolvido em conjunto por GM, Ford e ZF. Outra novidade é a chance de o condutor realizar as trocas manualmente por meio dos paddle shifts atrás do volante.  

A Raptor ainda recebe a adição de mais três modos de condução: Esportivo, Rock Crawl e Baja. Além desses, a picape ainda vem com as opções Normal, Escorregadio, Lama e Areia. Todas as escolhas de direção refletem tanto nos componentes como no quadro de instrumentos, o qual muda os grafismos e cores a depender do modo.

O destaque da Mobiauto fica por conta do modo Baja, exclusivo da versão Raptor. Com foco na performance, a opção traz o benefício do antilag, que permanece com o turbo pressurizado por 3 segundos após o motorista tirar o pé do acelerador. Assim, o sistema ajuda a proporcionar retomadas mais ágeis a baixas velocidades.

Além disso, é possível ajustar os amortecedores por um botão no volante. Os puristas também podem escolher os modos de escapamento. O silencioso e o normal deixam a Ranger transitar quase despercebida sonoramente. O modo Sport já aumenta o ronco. Agora, o Baja deixa o ruído intenso e por todo o tráfego.

Novo visual

Com linhas mais musculosas e redesenhadas, a Ranger Raptor 2024 traz o nome da versão escrito em letras grande na lateral da caçamba. Também, com dimensões na ordem de 5,360 mm de comprimento, 2.208 mm de largura, 1.926 altura, o que não falta é espaço.

Ainda na lateral, o preto fosco está presente nas bases dos retrovisores, para-lamas e estribo, que dá contraste as cores de pintura e trazem o visual off-road de uma verdadeira 4x4. Os pneus são de perfil 285/70 e as rodas, aro 17, são exclusivas da versão. São calçadas por pneus de uso misto, para garantir um off-road sem sustos.

O interior traz todo um visual de esportividade com detalhes em laranja nos bancos, saídas de ar, costuras do volante e manopla de câmbio. O volante também tem um design exclusivo para o modelo e vem o nome Raptor gravado no cubo.

Os bancos dianteiros têm ajuste elétrico e vêm revestidos de couro sintético com detalhes em suede, com a possibilidade de dez níveis de ajustes. O Laranja Saara presente em detalhes da pintura externa e acabamento interno surgirá como tom contrastante nas outras opções de cores da carroceria: Azul Belize, Preto Astúrias, Branco Nevasca e Cinza Aiamantina.

Capacidades

Difícil imaginar uma picape do porte médio como a Ranger Raptor com capacidade de carga de 735 kg, inferior à Ranger V6 turbodiesel, que suporta até 1.023 kg. O uso de um motor a gasolina explica essa baixa. Mas, no fim das contas, o comprador desta versão não estará tão preocupado assim em transportar cargas.

Detalhes para o off-road:

  • 850 mm de imersão na água;
  • 32° de ângulo de entrada
  • 27° de ângulo de saída
  • 24° de ângulo de transposição de rampa
  • Diferencial traseiro e dianteiro blocantes, para evitar atolamento
  • Piloto automático off-road até 32 km/h
  • Amortecedores de competição Fox

Tecnologia

O lançamento da Ranger Raptor pode direcionar uma atenção maior ao segmento de picapes médias de performance, que aliam capacidades intrínsecas à categoria e ainda um visual atraente, com tecnologia embarcada. Antes, a Hilux GR-Sport corria praticamente sozinha neste mercado.

Na linha 2024, por exemplo, a Ford Ranger Raptor vem equipada com faróis full-LED matrix, capazes de ajustar o foco de acordo com a velocidade e não ofuscar o veículo que trafega na direção contrária. Outro diferencial da iluminação dianteira são o direcionamento dinâmico da luz em curvas e cruzamentos.

Fechando a série de excluvidades para a Ranger Raptor, temos um quadro de instrumento digital de 12,4 polegadas desenvolvido especialmente para a versão, com medidores e gráficos exclusivos. A central multimídia no estilo tablet na vertical também é de 12,4” e permite conexão sem fio com Android Auto e Apple CarPlay, além de navegação nativa e carregador sem fio de celulares.



Ford Ranger Raptor
Ford Ranger Raptor 2024
Ford Ranger
Ford F-150
Toyota Hilux GR-Sport
Chevrolet S10
Chevrolet Silverado
Picape média
Picape grande
Motor V6
Ram 1500
Ram 1500 Rebel
Ford Mustang
Picape off-road
antilag
picape a gasolina
Picape biturbo
Ford Ranger Raptor tamanho
Ford Ranger raptor cores
Farol full-LED Matrix

Comentários