VW T-Cross Sense volta como versão basicona sem rádio nem isenção de PCD

Configuração usa até rodas de aço e tira ajustes de banco e volante para ser a opção mais barata do SUV, mas ainda longe do teto de R$ 70.000
Por Renan Bandeira
14.06.2021 às 18h:22 • Att. há cerca de 1 mês
Configuração usa até rodas de aço e tira ajustes de banco e volante para ser a opção mais barata do SUV, mas ainda longe do teto de R$ 70.000

Ela voltou, mas não como era esperado. A Volkswagen anunciou, nesta segunda-feira (14), que a versão Sense do T-Cross está de volta ao catálogo do SUV compacto.

A principal novidade é que ela não será mais a variante destinada exclusivamente ao público PCD, como já foi um dia, mas sim como a configuração mais barata do utilitário esportivo em nosso mercado, partindo de R$ 92.990.

Parece muito, mas acredite: é a única opção ainda disponível do T-Cross abaixo de R$ 100.000, visto que a versão 200 TSI manual já custa quase R$ 105.000.

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto 

A Mobiauto já contou como a recente alta nos preços dos carros inviabilizou a oferta de modelos para o público com deficiência dentro do teto de R$ 70.000, e que os SUVs voltados a essa clientela se extinguiram. Um novo limite para isenção de IPI, de R$ 140.000, está em tramitação no Congresso.

Enquanto a faixa não é ampliada, a versão Sense do T-Cross, que havia sido suspensa no fim do ano passado pelos fatores citados acima, abandonou o viés inicial para cumprir uma nova missão no mercado: ser um SUV automático mais acessível, nem que para isso tenha que vir pelado.

A opção é movida pelo já conhecido motor 200 TSI, um três-cilindros 1.0 turboflex de 116/128 cv (gasolina/etanol) e 20,4 kgfm (qualquer combustível). Nesta opção, ele é gerenciado pelo câmbio automático de seis marchas da Aisin.

Leia também: 20 carros para PCD que voltarão a ter isenção de IPI por até R$ 140 mil

T-Cross Sense 2021 - Itens de série

Para oferecer o T-Cross Sense a menos de R$ 100.000, a Volkswagen eliminou de sua lista de equipamentos itens como rádio, rodas de liga leve e até ajuste de altura de volante e bancos dianteiros.

Os principais itens de série do T-Cross Sense 2021 na parte de segurança são: freios a disco nas quatro rodas, assistente de partida em rampa, controle de tração, controle de estabilidade, bloqueio eletrônico do diferencial, seis airbags.

Na parte de conforto, o SUV traz: direção elétrica progressiva; ar-condicionado manual; travas e vidros elétricos nas quatro portas; faróis com regulagem de altura, luzes de condução diurna em LED; lanternas de LED; volante multifuncional; banco do passageiro dianteiro e traseiro com encostos rebatíveis.

A versão pelada entra no catálogo da marca abaixo das opções 200 TSI MT (R$ 104.190), 200 TSI AT (R$ 112.790), Comfortline 200 TSI AT (R$ 127.390) e Highline 250 TSI AT (R$ 136.890).

Você também pode se interessar por:

Avaliação: VW Taos tem bala na agulha contra o líder Jeep Compass?
Novo VW Polo, Polo Track e Virtus: entenda como deve ficar a linha
VW Taos 2022: de R$ 154.990 a R$ 191.060, veja versões, preços e itens
Primeiro “carro elétrico da VW” no Brasil é um JAC com porte de Up!


Carros para PCDVolkswagen T-CrossT-Cross SenseSUVSUV compactoSUV da Volkswagen

Comentários