Ferrari, Fiat, jipe anfíbio: os carros que marcaram a vida de Maradona

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis
Por Renan Bandeira
26.11.2020 às 14h:26 • Att. há 2 meses
Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Diego Maradona, um dos maiores jogadores da história do futebol mundial (para muitos, o maior), morreu na última quarta-feira (25). O meia-atacante canhoto é considerado o melhor jogador argentino de todos os tempos, e não resistiu a uma parada cardiorrespiratória aos 60 anos.

Com a vida pessoal e profissional conturbada, Maradona foi alvo de polêmicas durante toda sua trajetória. Mas, além de ser genial com a bola no pé, o camisa 10 sempre mostrou bom gosto quando o assunto era carros.

Para homenagear o ex-jogador, a reportagem da Mobiauto listou os modelos que marcaram sua vida. Confira:

 Confira o valor do seu carro na Tabela Fipe  

Ferrari Testarossa

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Um dos esportivos mais desejados dos anos 1980, com motor V12 4.9 de 390 cv, foi o presente que Maradona deu para si após o melhor ano de sua carreira, quando venceu a Copa do Mundo, em 1986, e brilhou com a camisa do Napoli, na Itália.

Polêmico - como sempre -, o argentino pediu que o esportivo italiano viesse na cor preta, ignorando o tradicional vermelho dos veículos da marca. Como o craque já era uma figura consagrada, especialmente na Itália, a Ferrari modificou o modelo de acordo com seu desejo.

Ferrari F40

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

O mesmo pedido de cor foi feito para a F40, modelo criado para comemorar os 40 anos da marca italiana e limitada a apenas 40 unidades. Mas, na ocasião, Maradona saiu frustrado.

O lendário esportivo de motor V8 2.9 e 478 cv teve a cor vermelha mantida pela fabricante, e o ídolo do Napoli teve de pilotar o veículo nas condições impostas pela Ferrari - que pena.

Leia também: Peugeot Landtrek leva mais carga que Hilux com menos potência que Toro 

Ferrari 355 Spider

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Em 1995, quando retornou ao time do coração, Boca Juniors, Maradona escancarou o amor pelo esportivo italiano de motor central. O pedido foi “simples”: duas Ferrari 355 Spider vermelhas. Os veículos, comprados quase que simultaneamente, eram equipados com motor V8 3.5 de 380 cv de potência.

Renault Fuego GTA

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Desconhecido no Brasil, o modelo francês era o veículo mais rápido do mercado argentino durante o início da década de 1990. Seu motor 2.2 gerava 123 cv e atingia a velocidade máxima de 189 km/h.

Ao que tudo indica, o Renault não foi muito usado pelo craque argentino, por ter sido comprado em um dos momentos mais turbulentos de sua carreira: prisão e troca do Napoli pelo Sevilla.

Leia também: Honda City hatch, turbo e com bancos mágicos, vai matar o Fit no Brasil 

Chevrolet Camaro

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

O Camaro era o veículo utilizado por Maradona para ir treinar a equipe Dorados de Sinaloa. O modelo 2019 era equipado com motor V6 3.6 que gerava 335 cv.

O Chevrolet era responsável por locomover o treinador até o centro de treinamento da equipe, enquanto se preparava para treinar a equipe da primeira divisão de futebol da Argentina.

Rolls-Royce Ghost

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Mais do que amar esportivos, o camisa 10 argentino mostrava o gosto pela exclusividade. Já como técnico de futebol, Maradona comprou um Rolls-Royce Ghost durante sua passagem por clubes do Oriente Médio.

O ex-jogador ostentava o modelo, que era o de entrada da marca inglesa na época, mas que vale cerca de R$ 4 milhões atualmente. O veículo era equipado com motor V12 biturbo de 570 cv.

Leia também: 13 sedans e hatches que serão lançados no Brasil em 2021 

BMW i8

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Ainda no Oriente Médio, Maradona não deixava de esbanjar status e outra máquina adquirida foi o BMW i8. O híbrido combina um motor a combustão 1.5 turbo de 231 cv e 32,6 kgfm de torque a outro elétrico de 143 cv e 25,5 kgfm. 

No total, era empurrado por 374 cv e 42 kgfm, acelerando de 0 a 100 km/h em 4,4 segundos e atingindo a velocidade máxima de 250 km/h.

BMW M4 Coupé

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Ao que tudo indica, esse foi o último veículo comprado pelo ídolo argentino. O BMW M4 Coupé conta com motor V6 3.0 de 431 cv. O modelo precisa de apenas 4,1 segundos para ir de 0 a 100 km/h e tem máxima de 250 km/h.

O veículo foi visto enquanto o técnico passava pelo campo do clube que comandava, o Gimnasia y Esgrima La Plata. Com a carroceria toda em preto e vidros escurecidos, o que mais chamava atenção no esportivo alemão era a sirene azul instalada sob a grade dianteira - que vai contra as leis de trânsito argentinas.

Leia também: em cada 5 Fiat Strada vendidas, 4 já são da nova geração  

Porsche 924

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Ainda na onda dos esportivos alemães, o Porsche 924 não pôde ficar de fora. Este foi um dos primeiros veículos de Maradona, ainda com 19 anos, comprado como usado.

O alemão era equipado com motor 2.0 de 125 cv. Embora não seja tão conhecido quanto os lendários 911, o veículo também fez seu sucesso, principalmente por ser ofertado como opção de entrada pela fabricante alemã.

Ford Sierra XR4

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

O modelo era para a Argentina o que o Escort XR3 era para o Brasil. Com características esportivas e design europeu, parecia à frente de seu tempo no mercado local. Um dos exemplares pertenceu ao jogador entre 1986 e 1987, com motor V6 2.8 de 150 cv.

Leia também: Hyundai HB20: os principais problemas, segundo os donos 

Mini Cooper

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

O clássico modelo inglês também foi um dos veículos do argentino. Maradona teve dois Mini Cooper S, um 2005 e outro 2009 - o último enquanto comandava a seleção Argentina de futebol para a Copa do Mundo de 2010. Ambos eram movidos pelo conhecido motor 1.6 turbo de 170 cv.

Overcomer Hunta

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Achou o nome estranho? Calma, o veículo é realmente inusitado. Trata-se de um superjipe anfíbio, preparado para qualquer terreno - até quando não há terreno e o desafio é na água. Foi um presente recebido quando chegou à Bielorrúsia para treinar o Dinamo Brest. O jipe escondia sob o capô um 2.0 turbodiesel de 95 cv e 20,9 kgfm.

Scania 113H

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

No quesito veículos estranhos, o anfíbio só não superou o Scania 360 versão 113H azul, que Maradona dirigiu para ir ao treino do Boca Juniors logo após cumprir a punição relacionada ao doping.

Leia também: Fiat Argo: os principais problemas, segundo os donos 

Fiat 128

Ícone do mundo do futebol, campeão mundial argentino tinha relação íntima e gosto eclético por automóveis

Ao que tudo indica, o Fiat 128 foi um dos últimos veículos do jogador antes de deixar o Boca Juniors e ir para o Barcelona, no início da década de 1980. 

Visualmente, lembra o Fiat Oggi vendido no Brasil entre 1983 e 1985, mas com o balanço dianteiro do 147 de primeira geração (que, por sua vez, era inspirado no 127 italiano). Ele era movido por um motor 1.2 de 56 cv.

[video]

Talvez você também se interesse: 

Onde o novo Nissan Versa ganha ou perde de Onix Plus e Virtus
Novo Peugeot 208 de entrada ou Chevrolet Onix e Hyundai HB20 de topo?
Os sedans 0 km com maiores porta-malas no Brasil

Diego MaradonaCarros do MaradonaFerrari do Maradona
Comentários