Novo Peugeot 208 de entrada ou Chevrolet Onix e Hyundai HB20 de topo?

Comparamos design, espaço, desempenho, consumo e equipamentos do Novo Peugeot 208, Hyundai HB20 e Chevrolet Onix, confira.
Por Camila Torres
18.09.2020 às 21h:04 • Att. há 2 meses
Comparamos design, espaço, desempenho, consumo e equipamentos do Novo Peugeot 208, Hyundai HB20 e Chevrolet Onix, confira.

Comparativos por faixa de preço entre versões de entrada com topo de linha costumam ser interessantes, graças às surpresas que trazem. A chegada da nova geração do Peugeot 208 pediu um comparativo como esse. Os convidados para enfrentá-lo são as configurações mais caras dos hatches mais vendidos do Brasil: Chevrolet Onix e Hyundai HB20. 

Tanto o hatch da Chevrolet quanto o da Hyundai ganharam uma nova geração (nem tão nova assim, no caso do HB20...) ano passado buscando um patamar mais alto, ainda como modelos populares, mas com potencial para competir com carros de categoria premium

As marcas apostaram em um novo design e em motores turbo, que por sinal nunca estiveram tão em alta. A lista de equipamentos foi a jogada final das duas marcas para o xeque-mate na concorrência. Na época, o Peugeot 208 nem era uma preocupação.  

Mesmo com a vantagem de ter sido lançado no Brasil quase um ano depois, o novo Peugeot 208 aposta quase tudo no visual atraente e no bom acabamento interno. Por isso mesmo, tem uma faixa de preços elevada, de R$ 75 mil a R$ 95 mil, e uma lista de equipamentos enxuta nas versões mais básica.

Confira: Novo Renault Sandero surge com jeitão de Polo e motores 1.0 e 1.3 turbo

Mas a escolha que talvez custe mais caro para a marca seja o veterano motor 1.6 aspirado, que deve em desempenho e em eficiência de consumo aos rivais equipados com turbo.

Por isso, trouxemos para destaque a versão de entrada do novo 208, a Active 1.6 automática, para encarar o topo das linhas de Onix e HB20, as versões Premier Turbo e Diamond Plus. Afinal, seus valores são bem parecidos.

Para saber qual dos hatches vale mais a pena, comparamos design, espaço, desempenho, consumo e principais itens de série da versão de entrada do Peugeot 208 com as versões mais caras do Chevrolet Onix e Hyundai HB20. Confira, a começar pelos preços:

Peugeot 208 Active 1.6 AT: R$ 74.990
Chevrolet Onix Premier Turbo: R$ 77.090
Hyundai HB20 Diamond Plus: R$ 77.990

Leia também: Chevrolet Onix RS, o rival de “mentirinha” do VW Polo GTS

Design

Novo Peugeot 208: imponência com várias pinceladas de ousadia. A nova geração do 208 é realmente agradável aos olhos. A marca francesa conseguiu acertar nas proporções da grade dianteira, em tempos nos quais grades “monstruosas” prevalecem. 

A ousadia ficou por conta das luzes diurnas em led, em filetes verticais, mas é preciso ressaltar que, na versão Active, os faróis ainda são halógenos, mais simples. O capô tem poucos vincos, mas todas em bastante evidência. Já a parte inferior da dianteira tem linhas com muita profundidade.

As proporções laterais dão imponência ao carro. Mas o que realmente chama atenção é a traseira com as lanternas interligadas por uma faixa preta, detalhe que já é usado por algumas marcas como a popular Volkswagen e a sofisticada Porsche. 

Na tampa do porta-malas, mais uma curva acentuada. O novo Peugeot 208 é, com certeza, um carro bonito de todos os ângulos. 

Por dentro, o acabamento é correto, mas nesta versão usa plástico duro em todas as faixas e bancos revestidos com tecido. Isso o deixa certamente um nível bem abaixo do que o HB20 Diamond Plus oferece. E se a ausência de couro é uma desvantagem 

Quem é da categoria premium é o Peugeot 208, mas quem tem os itens de carro “caro” são os populares Chevrolet Onix e Hyundai HB20.

Leia também: Novo Peugeot 208: preço, versões e equipamentos

Chevrolet Onix: o design da nova geração do Chevrolet Onix tem um ar de carro premium. O modelo deixou a estética “basicona” no passado e agora aposta em um estilo mais largo, baixo e esportivo.

A dianteira é um dos pontos do carro que mais esboçam modernidade, graças à grade dianteira ampla, mas proporcional. Os vincos do capô são mais sutis. Já os que contornam os faróis de neblina são bem marcantes. O desenho dos faróis não tem nenhum toque ousado, mas está em equilíbrio com os demais detalhes da dianteira.

Na lateral, não há nenhum ponto de destaque. Na traseira, o que mais chama atenção é a curva acentuada da tampa do porta-malas. As lanternas seguem o mesmo conceito dos faróis: nada de ousadia, mas há guias de LED nesta versão. No geral, o novo Chevrolet Onix Premier é acertado a ponto de alcançar o status premium esteticamente falando.

Quem é da categoria premium é o Peugeot 208, mas quem tem os itens de carro “caro” são os populares Chevrolet Onix e Hyundai HB20.

Leia também: Fiat Argo 2021 ganha emblema da Strada, perde versão e fica mais caro

Hyundai HB20: a aparência da nova geração do hatch da Hyundai, ao contrário do Onix, foi alvo de muitas críticas. A grade dianteira esboça um design ousado, mas que beira ao desproporcional e, apesar de ampla, não traz robustez para o carro. 

Os faróis foram posicionados quase que na transversal no capô, algo que contribuiu para deixar a estética do carro esquisita. No geral, toda a dianteira causa certa estranheza, mas, como o HB20 se manteve entre os modelos mais vendidos do país, pode-se dizer que seus traços já foram assimilados pelo mercado. 

Olhando o Hyundai HB20 pela lateral, o modelo parece ter um visual bem mais agradável: os vincos são na medida certa e o aplique em preto na coluna ‘C’, para dar a sensação de “teto flutuante”, também deu certo. Já na traseira, as lanternas roubam a cena, mas não positivamente.  Foi mais uma aposta ousada que poderia ter sido mais bem pensada. 

Quem é da categoria premium é o Peugeot 208, mas quem tem os itens de carro “caro” são os populares Chevrolet Onix e Hyundai HB20.

Leia também: Comparativo: Chevrolet Onix ou Hyundai HB20 de entrada?

Espaço 

Peugeot 208: 4.055 mm de comprimento, 2.540 mm de entre eixos, 1.745 mm de largura, 1.452 mm de altura e 311 litros de porta-malas.

Chevrolet Onix: 4.163 mm de comprimento, 2.551 mm de entre eixos, 1.730 mm de largura, 1.471 mm de altura e 275 litros de porta-malas.

Hyundai HB20: 3.940 mm de comprimento, 2.530 mm de entre eixos, 1.720 de largura, 1.470 mm de altura e 300 litros de porta-malas. 

No que se trata de dimensões, o novo 208 é até mais largo, com bom espaço para os ombros, mas é o que tem o menor vão para pernas na fileira traseira e o menor porta-malas, 265 litros.

Já o Hyundai HB20 em desvantagem em comprimento, largura e altura. Seu entre-eixos é 1 cm menor que o do Peugeot, mas ainda assim o espaço para pernas é melhor. Seu bagageiro também é o maior de todos, com 300 litros, 25 litros a mais que o do Onix e 35 de vantagem sobre o 208. 

Mas é o hatch da Chevrolet que supera os concorrentes em comprimento, entre-eixos e altura, sendo o mais espaçoso no geral dentro da cabine.

Leia também: Os 10 carros automáticos 0 km mais baratos do Brasil

Desempenho

Peugeot 208 Active AT: motor 1.6 aspirado de 118 cv e 16,1 kgfm de torque / 0 a 100 km/h em 12 segundos

Chevrolet Onix Premier AT: motor 1.0 Turbo de 117 cv e 16,8 kgfm de torque / 0 a 100 km/h em 10,9 segundos 

Hyundai HB20 Diamond Plus AT: motor 1.0 Turbo de 120 cv e 17,8 kgfm de torque / 0 a 100 km/h em 10,7 segundos 

Em um momento que os motores turbos fazem sucesso, a Peugeot optou por lançar um modelo com o velho propulsor 1.6 aspirado usado no Brasil desde os anos 90. Até que o motor não fica muito atrás na cavalaria e torque, mas essa pequena desvantagem numérica faz diferença ao volante, até pelo fato do 208 ser mais pesado. 

Dos três modelos, o que apresenta o melhor desempenho é o Hyundai HB20. Os 120 cv e 17,8 kgfm de torque dão fôlego suficiente para o hatch encarar desde os aclives de um bairro residencial até uma rodovia no final de semana. 

Para a categoria, não dá para reclamar da performance do HB20. O Chevrolet Onix também dá conta do recado, embora com leve desvantagem em relação ao Hyundai. Ao acelerarmos o Peugeot 208, é possível constatar o quanto faz falta o motor 1.2 turbo na gama. 

Leia também: Os 10 melhores hatches novos na faixa de R$ 70 mil

[video]

Dirigibilidade

Tirando o visual, talvez o único ponto em que o novo 208 ganha de Onix e HB20, e até com alguma sobra. Sua plataforma modular CMP garante níveis de assentamento e rigidez nas curvas realmente impressionante, no patamar de carros médios.

Além disso, ele é muito mais silencioso e praticamente não se sente vibração na cabine. Aqui, o uso do motor 1.0 turbo com três cilindros cobra o preço, pois tanto Onix quanto HB20 vibram um bocado em marcha lenta. Seus bancos são confortáveis e o volante estilo i-Cockpit dá uma pegada especialmente esportiva na condução.

O Onix, em específico, tem suspensões muito duras e barulhentas, além de bancos dianteiros curtos e inteiriços. Mas o volante é mais agradável e esportivo que o do HB20.

Já as suspensões do HB20 são mais macias e priorizam o conforto, mas o hatch rola mais nas curvas e apresenta um nível de rigidez torsional inferior. Mas seus bancos transmitem ótimo nível de conforto.

10 Novidades do Hyundai HB20 2020

Consumo

Peugeot 208 Active 1.6 Aspirado AT: abastecido com etanol faz 7,5 km/litro na cidade e 9 km/litro na estrada, com gasolina a autonomia passa para 10,9 km/litro na cidade e 13,1 km/litro na estrada

Chevrolet Onix Premier 1.0 Turbo AT: abastecido com etanol faz 8,3 km/litro na cidade e 10,7 km/litro na estrada, com gasolina a autonomia passa para 11,9 km/litro na cidade e 15,1 km/litro na estrada

Hyundai HB20 Diamond Plus 1.0 Turbo AT: abastecido com etanol faz 8,6 km/litro na cidade e 10,3 km/litro na estrada, já com gasolina a autonomia é de 12,2 km/litro na cidade e 13,9 km/litro na estrada

O motor 1.6 aspirado do Peugeot 208 não acarreta só um desempenho inferior, mas também um maior consumo de combustível. 

O Hyundai HB20 faz quase 1 km/l a mais que o 208 com qualquer um dos dois combustíveis e em qualquer ciclo de uso. No entanto, dos três, o mais econômico nos testes de etiquetagem veicular do Inmetro é o Onix.

Leia também: Exclusivo: novo VW Gol e picape Tarok só saem do papel com demissões

Principais itens de série

Novo Peugeot 208 Active 1.6 AT

· Para-choque com DRL tipo “dentes de sabre” em LED

· Faróis halógenos

· Direção elétrica progressiva

· Travas elétricas

· Vidros elétricos nas quatro portas

· Ar-condicionado manual

· Rodas de liga leve aro 16

· Volante i-Cockpit (abaixo do cluster) multifuncional com ajuste de altura e profundidade

· Banco do motorista com regulagem de altura

· Quadro de instrumentos analógico com computador de bordo digital ao centro

· Central multimídia Connect Radio de 7 polegadas

Chevrolet Onix Premier 1.0 Turbo AT

· Câmera de ré

· Carregador Wireless

· Chave com sensor de aproximação

· Acendimento automático dos faróis

· Controlador do limite de velocidade

· Controlador de velocidade cruzeiro 

· Abertura das portas através do sensor de aproximação

· Partida por botão

· Central multimidia de 7 polegadas

· Wi-Fi embarcado

· Painel de instrumento digital de 3,5 polegadas

· Alarme antifurto 

· Alerta de cinto de segurança para todos os passageiros

· Lanterna de neblina

· Sistema de monitoramento de pressão dos pneus

· Lanternas em LED

· Roda de liga leve aro 16

· Assistente de partida em aclive

· Computador de bordo

· Vidros elétricos nas quatro portas

Hyundai HB20 Diamond Plus 1.0 Turbo AT

· Ar-condicionado digital

· Câmera de ré

· Alarme com sensor de presença

· Paddle shifts

· Sistema start-stop

· Alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência

· Alerta de mudança de faixa

· Sensores de estacionamento traseiros

· Assistente de partida em rampas

· Vidros elétricos nas quatro portas 

· Espelhos retrovisores elétricos

· Assistente de partida em rampas

· Piloto automático com limitador de velocidade 

· Faróis de neblina 

· Faróis com projetor e luzes de LED

· Acendimento automático dos faróis

· Retrovisores com rebatimento elétrico

· Partida do motor por botão

· Destravamento das portas sem chave 

· Bancos revestido em couro

· Acendimento automático dos faróis

· Sensor de pressão de pneus

Leia também: Hyundai HB20: versões, preços e itens de série

Apesar do novo Peugeot 208 pertencer à categoria de hatches premium, os principais itens de série da versão de entrada são de um carro popular. Já Chevrolet Onix e Hyundai HB20, teoricamente mais populares, nas versões mais caras oferecem alguns itens de modelos premium. E são muito mais equipados que o rival da marca francesa.

O Onix por exemplo, oferece carregador de celular por indução (sem fio), chave com sensor de aproximação, partida por botão e controle de velocidade de cruzeira (HB20 também), além de Wi-Fi. 

A lista da equipamentos da versão mais cara do HB20 é não menos interessante, pois conta com Paddle shifts, sistema start-stop, alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência e alerta de mudança de faixa. 

O novo 208 só vai sonhar com itens parecidos em suas versões mais caras, na faixa de R$ 82 mil a R$ 95 mil.

Peugeot 208, Chevrolet Onix e Hyundai HB20, qual comprar?

Indo direto ao ponto, o Peugeot 208 não é a melhor opção de compra entre os três. A aposta numa faixa de preços mais alta, com um motor antigo, fica gritantemente distorcida no pacote da versão Active, cuja lista de itens de série é enxuta demais.

Uma pena, pois o Peugeot 208 tem um design diferenciado e dinâmica capaz de agradar até gostos mais exigentes, além de bom acabamento interno. Mas, assim como não é possível viver de aparência, não dá para escolher um carro só pela estética. 

Por isso, Chevrolet Onix e Hyundai HB20 são escolhas mais vantajosas nesta faixa de preços. Entre eles, a briga é realmente boa. 

Leia também: VW Polo Track: projeção mostra como pode ficar a futura versão

Para quem está em dúvida entre os dois, o pacote do Chevrolet é mais vantajoso. O Onix custa quase R$ 1 mil a menos, tem um design bem acertado, é mais econômico e seu desempenho é quase tão bom quanto o do rival. 

A lista de itens de série generosa é outro ponto positivo, pois ele só fica devendo o alerta de mudança de faixa e a frenagem autônoma ao HB20. Bem... Não dá para ter tudo por R$ 77 mil.

Já o Hyundai se mostra uma opção mais sólida para quem quer tranquilidade e sossego, sem muitas visitas à concessionária. Afinal, desde o lançamento não apresentou nenhuma falha generalizada digna de nota, enquanto o Onix já passou por alguns recalls (de verdade ou brancos) e diversos relatos de pontos críticos no projeto.

Talvez você também se interesse: 

10 Novidades do Hyundai HB20 2020
Comparativo: Chevrolet Onix ou Hyundai HB20 de entrada?
SUVs novos de até 70 mil

Novo Peugeot 208Hyundai HB20Chevrolet OnixComparativoConsumoDesempenhoEquipamentosCarros de R$ 70 mil
Comentários