VW Taos: confira quais serão as dimensões oficiais do SUV no Brasil

Modelo será maior que o Jeep Compass em praticamente todas as dimensões. Marca também explica algumas funções de segurança
Por Leonardo Felix
26.01.2021 às 14h:53 • Att. há cerca de 1 mês
Modelo será maior que o Jeep Compass em praticamente todas as dimensões. Marca também explica algumas funções de segurança

A Volkswagen divulgou nesta terça-feira (26) quais serão as dimensões oficiais do SUV compacto-médio Taos no Brasil. Produzido na Argentina, o modelo será importado ao Brasil do país vizinho, com lançamento previsto para o segundo trimestre deste ano. Nossa reportagem aposta que isso acontecerá entre final de abril e começo de maio.

De acordo com a marca, o modelo terá 4.461 mm de comprimento, 1.841 mm de largura, 1.626 mm de altura e 2.680 mm de distância entre eixos, números muito similares aos que a Mobiauto já havia antecipado em outubro do ano passado, baseado no utilitário esportivo chinês Tharu, de quem o Taos herda diretamente o projeto.

Confira o valor do seu carro na Tabela Fipe

Modelo será maior que o Jeep Compass em praticamente todas as dimensões. Marca também explica algumas funções de segurança

A única grande diferença estará no volume do porta-malas, que no mercado americano será de 498 litros, 43 l a mais do que o oficialmente divulgado para o Tharu na China. Segundo a fabricante, o ganho se deve à adoção de forração e de conjunto de estepe exclusivos para nosso mercado, sem promover modificações no banco traseiro.

Em relação ao Jeep Compass, grande líder de vendas e principal referência do segmento, o Taos é 4,1 cm mais comprido, 2 cm mais largo e 1,5 cm mais baixo. Também possui um entre-eixos quase 4 cm maior e um porta-malas com 88 litros a mais de volume.

Leia também: Stellantis: como fusão afetará Fiat, Jeep, Peugeot e Citroën no Brasil

Ainda de acordo com a Volkswagen, o Taos terá um vão livre máximo do solo de 24,6 cm (no centro do assoalho), sendo 18,5 cm no eixo dianteiro e 20,6 cm no traseiro. Seus ângulos de transposição de obstáculos serão: 19° (entrada), 26,3° (saída) e 20,1° (ventral). Já o tanque de combustível terá capacidade de 51 litros e o peso será de 1.420 kg na versão Highline.

Modelo será maior que o Jeep Compass em praticamente todas as dimensões. Marca também explica algumas funções de segurança

Na semana passada, já adiantamos uma boa parte das diferenças de equipamento entre as versões Comfortline e Highline do Taos. A fabricante confirmou os componentes de segurança passiva e ativa do SUV, e explicou um pouco melhor como eles funcionarão. Só não contou em quais versões cada item estará presente.

Leia também: Exclusivo: Nissan Kicks 2022 terá as mesmas versões do novo Versa

O Taos terá controle de cruzeiro adaptativo com controle de distância para o veículo à frente em quatro níveis e frenagem autônoma emergencial com parada total a até 50 km/h. Além disso, haverá detecção de pedestre e até frenagem automática durante manobras a velocidades entre 1,5 e 10 km/h.

Na parte traseira, dois sensores serão responsáveis pelos alertas de ponto cego e de detecção de tráfego cruzado à traseira com frenagem automática a até 12 km/h. Por fim, seu freio de estacionamento elétrico permitirá uma frenagem autônoma de segurança a até 3 km/h quando detectar que o veículo entrou em movimento com as portas abertas.

Leia também: Exclusivo: Ford Maya, o SUV cupê brasileiro que morreu antes de nascer

Modelo será maior que o Jeep Compass em praticamente todas as dimensões. Marca também explica algumas funções de segurança

No evento, a VW também ratificou o uso do motor 250 TSI (1.4 quatro-cilindros turboflex com injeção direta) em todas as versões do Taos, com 150 cv de potência, 25,5 kgfm de torque e tração dianteira. Ele estará aliado sempre ao câmbio automático AQ250 de seis marchas da Aisin, com borboletas para trocas manuais de marcha em toda a gama.

Por enquanto, a marca descarta qualquer possibilidade de lançar versões com outro motor, como o 350 TSI (2.0 turbo a gasolina de 220 ou 230 cv) ou o novíssimo 1.5 TSI de ciclo Miller com tração integral, que será usado pelo Taos na América do Norte.

Leia também: Avaliação: Volvo S60 tem luxo e consumo de dar inveja a um carro popular

Modelo será maior que o Jeep Compass em praticamente todas as dimensões. Marca também explica algumas funções de segurança

Como consolo, o SUV sul-americano contará com quatro modos de condução - Eco, Normal, Sport e Individual -, que promoverão mudanças no nível de interferência da assistência elétrica de direção, respostas de motor e transmissão aos comandos no pedal do acelerador, intensidade do ar-condicionado e grau de interferência das assistências de segurança.

Por fim, a VW confirmou a presença, no Taos, dos faróis IQ Light, que incluem fachos direcionais e com regulagem automática de altura, luzes de neblina integradas, função antiofuscamento para outros veículos e raio de alcance otimizado lateral e longitudinalmente. Além, é claro, da grade com filete iluminado.

Você também pode se interessar por:

Cinco razões para pensar bem antes de comprar um SUV
VW Tarok: SUV Taos deve ganhar irmã gêmea picape até 2023
22 SUVs que serão lançados no Brasil em 2021 

Mobiauto: um jeito inteligente de comprar e vender carro

VW TaosVolkswagen Taoscarro SUVSUV médioSUV VW
Comentários