Toyota: como marca deixará todos os carros híbridos no Brasil até 2025

Fabricante confirmou chegada de mais um modelo híbrido flex, abaixo da família Corolla, em nosso mercado. Entenda os planos
Por Leonardo Felix
20.07.2021 às 16h:11 • Att. há cerca de 2 meses
Fabricante confirmou chegada de mais um modelo híbrido flex, abaixo da família Corolla, em nosso mercado. Entenda os planos

Em junho deste ano, a Mobiauto publicou que a Toyota já havia aprovado e determinado prazo de dois anos para anunciar um novo plano de investimentos no Brasil. A divulgação deve ocorrer em 2023, mas só em 2024 é que deve chegar o primeiro produto fruto desse ciclo, o SUV compacto Yaris Cross.

A ser posicionado abaixo de Corolla sedan e Corolla Cross, mas acima dos compactos Yaris hatch e Yaris sedan, o utilitário esportivo brigará no segmento de VW T-Cross, Chevrolet Tracker, Nissan Kicks, Honda HR-V, Jeep Renegade e cia, com o trunfo de receber o já conhecido motor 1.8 híbrido flex.

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe

Nesta semana, em entrevista ao colega Eduardo Sodré, da Folha de S. Paulo, o presidente da Toyota para a América Latina, Masahiro Inoue, confirmou que a fabricante lançará um produto híbrido flex no mercado nacional de porte compacto, indo ao encontro de nossas informações.

“A Toyota, mundialmente, vai oferecer produtos eletrificados, seja híbrido, híbrido plug-in ou com célula de combustível. No Brasil, teremos um carro pequeno com tecnologia híbrido flex”, afirmou. O executivo detalhou qual será o modelo, mas seguimos apostando firme no Yaris Cross.

Leia também: Carros “pelados” são os que mais aumentam de preço em 2021

Como será o Yaris Cross nacional

Fabricante confirmou chegada de mais um modelo híbrido flex, abaixo da família Corolla, em nosso mercado. Entenda os planos

Como chegará só daqui a três anos, o SUV virá com visual já renovado em relação ao modelo lançado recentemente na Europa. Com produção em Sorocaba (SP), o modelo utilizará a plataforma modular global TNGA, a mesma de Corolla e Corolla Cross, porém na variante GA-B, enquanto os irmãos utilizam a GA-C, voltada a veículos de porte médio.

Resta saber se o Yaris Cross será empurrado apenas pelo 1.8 híbrido flex de 123 cv combinados, aliado a uma caixa transeixo que emula um CVT, ou também pelo 2.0 Dynamic Force flex de 177 cv, com injeção variável entre direta e indireta e caixa continuamente variável Direct Shift. O mais provável é que fique apenas com a primeira opção.

Já vendido na Europa, o Yaris Cross possui 4.180 mm de comprimento, 1.765 mm de largura, 1.590 mm de altura e 2.560 mm de entre-eixos. O modelo nacional estará pareado com o europeu em termos de plataforma e carroceria, mas, como dissemos, chegará já com uma reestilização em relação ao SUV ofertado atualmente no Velho Continente.

Leia também: Exclusivo: novo Hyundai Creta conviverá com antigo no Brasil

Fabricante confirmou chegada de mais um modelo híbrido flex, abaixo da família Corolla, em nosso mercado. Entenda os planos

Uma família de compactos híbridos flex

O que o presidente da Toyota latino-americana não informou, mas consta no projeto, é que a fabricante não pretende lançar um único compacto híbrido flex. O Yaris Cross seria, na verdade, o primeiro produto de uma família com dois ou três carros, a ser completada em 2025 pelas novas gerações de Yaris hatch e Yaris sedan.

Derivados de um projeto tailandês e construídos atualmente sobre a mesma base do finado Etios, os irmãos Yaris passarão por um discreto facelift de meia vida no Brasil no início do ano que vem. Depois, aguentarão mais três anos no mercado até serem substituídos por modelos que utilizarão a matriz TNGA-B do Yaris Cross.

Leia também: 7 tecnologias de carros novos que são mais velhas do que você imagina

Masahiro Inoue não os mencionou porque os projetos, aparentemente dependem de aprovação da matriz. Isso significa que, em um cenário mais extremo, há chances de a Toyota aprovar apenas um dos modelos (que nesse caso seria o hatch), ou simplesmente decidir abandonar o mercado de hatches e sedans, compactos, focando somente em SUVs.

De qualquer forma, caso Yaris hatch e sedan sobrevivam e ganhem uma nova geração no Brasil, a fabricação em Sorocaba será mantida, eles serão híbridos flex e o lançamento ocorrerá no máximo até 2025. Porque esse é o prazo final dentro da estratégia global da marca de ter todos os seus veículos eletrificados em pelo menos uma versão.

Com a expansão do uso do 1.8 híbrido flex de ciclo Atkinson, auxiliado por um motor elétrico gerador e outro de tração, é bem possível que o plano de investimentos preveja ainda a nacionalização desse trem de força, atualmente importado do Japão. Ele passaria a ser fabricado na planta de motores da Toyota em Porto Feliz (SP).

Você também poderá se interessar por:

Toyota Corolla Cross híbrido visitará o posto mais do que você imagina
Compass x Taos x Corolla Cross: compare preços, desempenho e dimensões
Avaliação: Toyota Corolla Cross XRE, a versão que mais será vendida
Avaliação: Toyota Corolla Cross Hybrid é para rodar manso na cidade

toyota yaris cross
toyota compacto híbrido flex
toyota SUV híbrido
SUV híbrido
Toyota Hybrid
carro híbrido
carro híbrido flex
SUV híbrido flex
Toyota Yaris Cross Hybrid
Toyota Yaris Cross híbrido
Toyota Yaris híbrido
carro SUV
SUV compacto
Toyota híbrido flex
Toyota híbrido
rosto de óculos escuros

Comentários