Novo Corolla Cross é moderno, mas carrega um item de picapes dos anos 1980

Procurar a alavanca do freio de estacionamento no console central do SUV não vai adiantar: O condutor terá mais sorte olhando para o chão. Entenda
Por Renan Bandeira
16.03.2021 às 13h:37 • Att. há cerca de 7 meses
Procurar a alavanca do freio de estacionamento no console central do SUV não vai adiantar: O condutor terá mais sorte olhando para o chão. Entenda

Em tempos atuais, quando o assunto é lançamento na indústria automotiva, logo se espera um carro cheio de tecnologias como sistemas semiautônomos de auxílio à condução, e que ainda tenha alta qualidade e desempenho. A premissa é principalmente verdadeira quando se trata de um SUV de mais de R$ 150.000.

Com o Toyota Corolla Cross não foi diferente. Ele foi lançado oficialmente pela Toyota na última semana com quatro versões, que custam entre R$ 140.000 e R$ 180.000, incluindo motorização flex 2.0 de 177 cv e híbrida flex 1.8 de 123 cv combinados - igual aos conjuntos que movem o irmão sedan de mesmo nome.

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe

Procurar a alavanca do freio de estacionamento no console central do SUV não vai adiantar: O condutor terá mais sorte olhando para o chão. Entenda

Além da assinatura e dos motores iguais, o três-volumes e o SUV compartilham a plataforma TNGA-C. Mas o novato tem suas particularidades, com personalidade no design e um ponto curioso: o acionamento do freio de estacionamento por pedal, e não por alavanca ou botão.

Sim, o tão esperado SUV do Corolla tem um sistema que foi comum entre as picapes dos anos 1980 e 1990 no Brasil. Quem já está habituado com o Corolla sedan vai sentir certa estranheza ao entrar no Cross e não ver a alavanca de acionamento manual do freio de estacionamento, que fica ali no console central.

Leia também: Avaliação: Toyota Corolla híbrido flex é econômico como 1.0 com etanol

Mais diferença ainda vão sentir os proprietários do Jeep Compass, principal rival do novo Toyota no segmento de compactos-médios. Se migrarem para o inédito do modelo, terão de se acostumar com o acionamento por pedal e não mais de modo eletrônico, por meio de uma tecla.

Procurar a alavanca do freio de estacionamento no console central do SUV não vai adiantar: O condutor terá mais sorte olhando para o chão. Entenda

Esse método de acionamento foi bem comum nas picapes médias do passado, como a Chevrolet D20, Ford Ranger e Chevrolet S10 e Blazer. O principal motivo era o aproveitamento do espaço interno da cabine, especialmente porque a primeira fileira de assentos poderia ser configurada para levar três ocupantes e não apenas dois.

Para acomodar as pernas do passageiro central dianteiro, o túnel era baixo - quando existia - tornando impossível a existência de um câmbio para trocas de marchas vindo do chão ou de uma alavanca para freio de estacionamento, devido à falta de espaço. 

A solução era posicionar o câmbio na coluna de direção ou no assoalho do veículo, só que mais próximo ao painel. Já o freio de estacionamento ia para baixo do volante, junto dos pedais de embreagem, freio e acelerador, mas posicionado mais à esquerda - onde fica o apoia-pé esquerdo dos carros automáticos.

Leia também: Toyota Corolla Cross: de R$ 140.000 a R$ 180.000, veja preços e itens

Procurar a alavanca do freio de estacionamento no console central do SUV não vai adiantar: O condutor terá mais sorte olhando para o chão. Entenda

No caso do Corolla Cross, a novidade não é tão nova assim para quem tem um Prius atual. Até a penúltima geração, os rivais Toyota RAV4 e Honda CR-V eram dotados do mesmo sistema.

A ideia é basicamente a mesma das picapes citadas: ter mais espaço livre, só que no console central, abdicando da alavanca de freio estacionário para ganhar dois porta-copos sem precisar instalar um freio de estacionamento eletrônico, cujo custo é mais caro.

Mas convenhamos: um SUV do porte do Corolla Cross, em sua faixa de preços, não precisava desse tipo de economia de projeto. O SUV chega às lojas da rede em 25 de março e a Mobiauto foi uma das primeiras a fazer a avaliação do modelo, seja com motorização flex ou híbrida flex. Veja ainda mais detalhes no vídeo abaixo:

Você também pode se interessar por:

Toyota Corolla Cross: os itens que o SUV terá e o sedan não
SUV chega às lojas em 25 de março. Veja qual versão venderá mais
Corolla Cross terá porta-malas menor no Brasil, mesmo com truque
Quem vai ficar com os clientes órfãos de Ford Ka e EcoSport? 


Freio novo Corolla Cross
Freio de mão novo Corolla Cross
Freio de estacionamento novo Corolla Cross
Freio de estacionamento por pedal
Novo Corolla Cross
SUV da Toyota
SUV do Corolla
rosto de óculos escuros

Comentários