Exclusivo: Caoa Chery Tiggo 7 Pro vai tirar sono do Compass já em dezembro

SUV médio de 5 lugares ganhará visual renovado, ar premium e câmbio CVT para conviver com modelo antigo e tentar alavancar vendas
Por Leonardo Felix
24.11.2021 às 13h:39 • Att. há cerca de 11 dias
SUV médio de 5 lugares ganhará visual renovado, ar premium e câmbio CVT para conviver com modelo antigo e tentar alavancar vendas

A Caoa Chery anunciou nesta semana que fará no dia 13 de dezembro “mais um grande lançamento” no Brasil. 

Muitos estão esperando pelo Tiggo 5X Pro ou Tiggo 8 Pro, versões mais refinadas e reestilizadas dos respectivos modelos mais vendidos da marca no país, o Tiggo 5X e o Tiggo 8. Há, ainda, quem aposte no Exeed LX, primeiro carro da marca de luxo da Chery da China, que a Caoa também pretende trazer para cá.

A Mobiauto, porém, pode afirmar que a bola da vez é o Tiggo 7 Pro, versão com grife premium e de visual renovado do SUV médio de cinco lugares Tiggo 7. E, assim como o Tiggo 3X e o Arrizo 6 Pro em relação a Tiggo 2 e Arrizo 6, ele chega para conviver com seu antecessor.

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto

SUV médio de 5 lugares ganhará visual renovado, ar premium e câmbio CVT para conviver com modelo antigo e tentar alavancar vendas

Por que o Tiggo 7 Pro vem antes

A notícia pode surgir como surpresa, mas faz sentido. O Tiggo 7 foi um dos primeiros rivais diretos que o Jeep Compass teve no Brasil, mas desde o começo foi obliterado pelo irmão menor Tiggo 5X e nunca passou perto de ter o mesmo destaque.

Entre janeiro e outubro de 2021, enquanto Tiggo 5X e Tiggo 8 emplacaram 10.633 e 8.218 unidades, respectivamente, o Tiggo 7 vendeu apenas 3.380. No mesmo período, o estreante e concorrente direto Toyota Corolla Cross já alcançou 26.214 exemplares comercializados e o líder entre os SUVs compactos médios, Compass, 58.955. 

SUV médio de 5 lugares ganhará visual renovado, ar premium e câmbio CVT para conviver com modelo antigo e tentar alavancar vendas

Até o VW Taos, que começou em ritmo mais lento de vendas, chegou a 5.334 unidades emplacadas no ano, o que aumentou a sensação de frustração da Caoa. Afinal, o potencial do segmento é alto. Por isso, a empresa brasileira que toca a joint venture com a fabricante chinesa não quis mais perder tempo e passou o Tiggo 7 Pro para o começo da fila.

Até porque os índices de emplacamento de Tiggo 5X e Tiggo 8 vão muito bem para a operação, obrigado, até melhor do que os executivos esperavam. Ou seja, as novidades a respeito desses modelos podem esperar mais alguns meses.

Leia também: Caoa Chery terá picape para brigar com Toro, Montana e Maverick

Como será o Tiggo 7 Pro

SUV médio de 5 lugares ganhará visual renovado, ar premium e câmbio CVT para conviver com modelo antigo e tentar alavancar vendas

O Tiggo 7 Pro adotará identidade visual parecida com aquela do Tiggo 3X, chamada pela Chery de “Life in Motion 3.0”. O mesmo padrão estético será aplicado a Tiggo 5X Pro e Tiggo 8 Pro em 2022.

Isso significa uma dianteira totalmente remodelada em relação ao Tiggo 7 atual, incluindo novos faróis full-LED com desenho mais afilado, grade octogonal em cascata e para-choque dianteiro com recortes que formam a silhueta de um osso de cachorro, integrando as luzes de neblina e de condução diurna nas extremidades, em dois pares de filetes de LED.

Rodas, lanternas traseiras (integradas por uma barra refletora), tampa do porta-malas e para-choque traseiro também mudam, dando ao SUV compacto-médio traços bem diferentes do modelo que temos hoje no mercado. 

Leia também: Avaliação: Caoa Chery Arrizo 6 Pro é bom o bastante para peitar o Corolla?

SUV médio de 5 lugares ganhará visual renovado, ar premium e câmbio CVT para conviver com modelo antigo e tentar alavancar vendas

Por dentro, o quadro de instrumentos digital, a central multimídia flutuante de 9”, a tela digital com seletores giratórios para o ar-condicionado (ao estilo Land Rover) e a alavanca de câmbio tipo joystick (como nos Volvo) vêm do irmão maior Tiggo 8, enquanto o volante de base achatada será o mesmo de Tiggo 5X Pro e Tiggo 3X.

SUV médio de 5 lugares ganhará visual renovado, ar premium e câmbio CVT para conviver com modelo antigo e tentar alavancar vendas

Em termos de motorização, o Tiggo 7 Pro deve seguir o caminho do Arrizo 6, trocando o câmbio automatizado de dupla embreagem com caixa seca e seis marchas pela caixa CVT com simulação de nove velocidades. 

SUV médio de 5 lugares ganhará visual renovado, ar premium e câmbio CVT para conviver com modelo antigo e tentar alavancar vendas

O propulsor é o já conhecido 1.5 TCi flex, quatro-cilindros 16V turboflex com injeção indireta de combustível (eletrônica multiponto), que rende 147/150 cv de potência (gasolina/etanol) e 21,4 kgfm de torque (com qualquer combustível).

Leia também: Avaliação: Caoa Chery Tiggo 3X é rival à altura do VW Nivus? 

SUV médio de 5 lugares ganhará visual renovado, ar premium e câmbio CVT para conviver com modelo antigo e tentar alavancar vendas

Quanto custará o Tiggo 7 Pro

O Tiggo 7 Pro virá para preencher a lacuna entre o Tiggo 7 atual, que custa cerca de R$ 150.000, e o Tiggo 8, que já passou de R$ 195.000. Portanto, podemos esperar por um preço entre R$ 160.000 e R$ 180.000.

Você também pode se interessar por:

Avaliação: Caoa Chery Tiggo 8 é mesmo a 8ª maravilha do mundo?
Comprar um Caoa Chery vale a pena? Quem comprou responde
Caoa Chery Tiggo 8 Plus híbrido faz 80 km/l e tem câmbio revolucionário
Caoa Chery Exeed LX: SUV de luxo chinês quer briga com BMW e Mercedes

Caoa Chery Tiggo 7
Caoa Chery Tiggo 7 Pro
Caoa Chery
SUV médio Caoa Chery
SUV compacto médio
SUV médio de 5 lugares
Rival Jeep Compass
SUV turbo
SUv FLEX
rosto de óculos escuros

Comentários