Novo Fiat 500 3+1 "rouba" terceira porta da nossa velha Strada

Modelo será elétrico e versão com três portas tem mesmo sistema de abertura da antiga Strada
Por Renan Bandeira
22.10.2020 às 22h:56 • Att. há cerca de 1 mês
Modelo será elétrico e versão com três portas tem mesmo sistema de abertura da antiga Strada

 A nova linha do Fiat 500 tem uma novidade: uma versão três-portas. Muitos podem pensar que é inspiração no Hyundai Veloster, mas a verdade é que a configuração parece mais uma releitura da nossa conhecida (e recentemente extinta) Strada de três portas.

Lembra dela? Após o lançamento da inédita versão cabine dupla da picape compacta, em 2009, a empresa buscou um método mais versátil para acessar a segunda fila de ocupantes. Daí surgiu a terceira porta, em 2013.

Versão com três portas do subcompacto elétrico tem mesmo sistema de abertura da antiga Strada: suicida e com abertura obrigatória da porta do passageiro dianteiro

De acordo com a empresa, a nova versão do hatch é na verdade uma volta no tempo relembrando o 500 de 1957, que também contava com uma configuração de três portas.

No entanto, como podemos ver nas imagens, o processo de abertura da porta do 500 é exatamente o mesmo da nossa Strada. A terceira porta tem abertura do tipo suicida - inversa à convencional -, que dá maior espaço para acessar os bancos de trás. 

Versão com três portas do subcompacto elétrico tem mesmo sistema de abertura da antiga Strada: suicida e com abertura obrigatória da porta do passageiro dianteiro

Para abri-la é necessário primeiro abrir a porta do passageiro da primeira fileira, porque a maçaneta de abertura da terceira fica escamoteada dentro da falsa coluna B.

Segundo a empresa, a nova estrutura permite que o “jovem que inicialmente usava o 500 para rodar na cidade agora possa ser um pai ou uma mãe, que precisa levar o seu filho todo dia para a escola antes de seus compromissos.”

Versão com três portas do subcompacto elétrico tem mesmo sistema de abertura da antiga Strada: suicida e com abertura obrigatória da porta do passageiro dianteiro

Resta saber se os passageiros do hatch terão o mesmo problema de enroscar os pés nos cintos na hora de embarcar ou descer do veículo, como já foi relatado por muitos donos da antiga Strada três-portas.

Ainda que tenha ganhado uma porta, as dimensões do modelo italiano seguem iguais. Apenas ficou mais gordinho, ganhando 30 kg de peso após receber o novo componente e chegando a 1.330 kg.

Versão com três portas do subcompacto elétrico tem mesmo sistema de abertura da antiga Strada: suicida e com abertura obrigatória da porta do passageiro dianteiro

A versão, denominada 3+1, será oferecida apenas com motor elétrico de 118 cv e 22,4 kgfm. Ela promete ir de 0 a 100 km/h em 9 segundos, com velocidade máxima de 150 km/h. Sua autonomia é de 320 km e pode chegar até 460 km em perímetro urbano em ciclo WLTP.

No mercado europeu, o modelo será oferecido nas versões Action, Passion e Icon, e terá como principais itens de série: central multimídia com Wi-Fi e assistência Alexa, alerta de colisão com frenagem autônoma e piloto automático adaptativo.  

Versão com três portas do subcompacto elétrico tem mesmo sistema de abertura da antiga Strada: suicida e com abertura obrigatória da porta do passageiro dianteiro

Vale lembrar que o novo 500e está cotado para chegar ao Brasil no próximo ano, mas ainda não é certo qual versão será oferecida por aqui, nem mesmo se haverá a 3+1 em nosso mercado. Será que ela vem?

[video] 

Você também pode se interessar por:

Exclusivo: VW e-Up! será o primeiro carro elétrico da marca no Brasil
Como economizar no seguro do carro? 10 formas de conseguir desconto
Qual versão do novo Renault Duster 2021 vale mais a pena?

Carro hatchhatch elétricocarro elétricoFiat 500Cinquecento
Comentários