10 Recalls tão absurdos que não parecem verdade

Modelos da Subaram só desligavam quando a gasolina acabasse, caso a chave caísse no chão.

Imagem de Camila Torres

Camila Torres

Jornalista Automotiva

24 de Julho de 2020 às 15:31

·

Atualizado há 17 dias

10 Recalls tão absurdos que não parecem verdade

Imagem de Camila Torres

Camila Torres

Jornalista Automotiva

24 de Julho de 2020 às 15:31

·

Atualizado há 17 dias

Essa lista contempla recalls absurdamente sérios e também aqueles de rir falando não é possível. O setor automotivo é um Universo a parte, onde tudo é possível, até as coisas mais improváveis como passageiro que pode frear o carro, ou o carro não desligar enquanto não acabar a gasolina simplesmente porque a chave caiu no chão ou até mesmo problemas graves porque aranhar resolveram fazer suas teias no ar-condicionado. 

Recall 1: Aqui é o passageiro que freia 

Há vários sistemas de auxílio de frenagem, mas até o momento não foi criado nenhum sistema que permite o passageiro frear o carro, com exceção do veículo da auto escola. Mas e se qualquer passageiro pudesse frear o carro sem ao menos avisar o motorista antes? 

A Citroën conseguiu realizar tal feito com o modelo C3 Picasso, comercializado em 2011 na Inglaterra. Mas não foi nada proposital. Foi apenas uma grande falha da engenharia. Ao passageiro pisar com um pouco mais de pressão no assoalho, ele simplesmente freava o carro. 

Leia também: De onde vem o cheirinho de carro novo? 

Como isso foi possível? Ao trocar a direção do carro produzido na França, para a mão direita inglesa, a fabricante não mudou o lado do sistema de freios. O que fazia com que o passageiro ao pisar no assoalho com um pouco mais de força pressionasse as linhas hidráulicas, que pressionava o sistema de freio e acionava as pinças, fazendo o carro parar. 

O motorista ficava apavorado e sem entender por que o carro freou sozinho. O que aconteceu muitas vezes em momentos impróprios e de forma agressiva dependendo da força aplicada pelo passageiro. O caso foi descoberto pela BBC, depois que uma companhia de limpeza reclamou de mais de três unidades do modelo “frearem sozinhos”. 

Recall 2: Teias de aranha

Essa é um dos recalls mais absurdos da lista. Imagine um carro com tantas teias de aranha nos condensadores do ar-condicionado a ponto de bloquear a tubulação de drenagem, resultando em um vazamento de água no controle de airbag que poderia ter dois fins: abrir sozinhos ou até mesmo estourar. 

Já leu alguma história mais absurda envolvendo teias de aranha? Isso fez com que a Toyota em 2013, convocasse mais de 885 mil carros para fazer o reparo. As unidades comercializadas no Brasil não precisaram passar pelo recall. 

Recall 3: Não aceito ordens de mulher

Nesse caso, o problema não estava propriamente no carro. Nos anos 90, a BMW teve que convocar o recall do ‘Série 5’. O motivo? A voz do GPS era feminina e na época, muitos alemães reclamarão com a fabricante, pois se recusavam a seguir ordens dadas por uma mulher. Fazendo a BMW a substituição da voz por uma masculina. 

Leia também: Chevrolet Onix sedan ou Hyundai HB20 Sedan?

Recall 4: Alguém tem pastilha?

Alguns carros até o passageiro freia. Outros, sequer tem pastilhas de freio, como por exemplo o Chevrolet Sonic 2011, vendido nos Estados Unidos. Se no caso acima, a equipe não achou necessário mudar o lado do sistema de freio, no caso do Sonic, o problema foi esquecimento mesmo, deu branco no time inteiro. 

Leia também: 10 Novidades do Hyundai HB20 2020

Cerca de quatro mil unidades saíram sem pastilha de freio da loja. Uma falha e tanto. Mesmo se tratando de um número significante e com todas as inspeções necessárias, a ausência do item passou despercebida. 

O momento de felicidade do proprietário com o carro novo não durava muito tempo, pois no primeiro farol já percebia o quanto o carro demorava para frear juntamente com o barulho apavorante de “alguma coisa não está certa”. 

Recall 5: Rebatimento de banco cortante

O caso do Volkswagen Fox, vendido em 2008, já é mais conhecido, afinal, aconteceu aqui no Brasil. O modelo tinha uma falha grave que resultou em algumas pessoas terem a ponta do dedo mutilada ao simplesmente tentarem rebater o banco. O que fez a fabricante anunciar o recall de mais de 500 mil unidades do modelo e indenizar as pessoas acidentadas. 

Simule online o financiamento do seu carro dos sonhos

Recall 6: Alô, não consigo desligar meu carro

Imagine que a chave do seu carro caiu no assoalho do carro e por isso o seu carro liga sozinho. Parece estranho, mas a pior parte é que só é possível desligá-lo de novo em duas situações: o combustível acabar ou bateria de a chave descarregar por completo. Esse problema afetou quatro modelos da Subaru: Legacy, Outback, Impreza e XV. 

Leia também: 4 Supercarros com detalhes curiosos e extremamente caros

Todos contavam com o sistema Audiovox de partida remota, produzidos entre 2010 e 2013. O simples fato de a chave cair no chão acionava a partida, mesmo sem que o motorista pressionasse o botão. Cerca de 47 unidades da marca foram convocadas para o recall por apresentar o problema exótico

Recall 7: Incêndio pós lançamento 

Mais absurdo que um carro pegar fogo por uma falha no sistema, é isso acontecer somente duas semanas após o seu lançamento e no próprio pátio da montadora, onde o carro estava estacionado há dias. Estamos falando do Chevrolet Onix Plus, lançado em setembro de 2019.

Em menos de dois meses, o carro pegou fogo novamente, dessa vez com o seu proprietário e na estrada. O motivo? Um defeito no software de gerenciamento do motor 1.0 Turbo, causando vazamento do óleo no compartimento do motor e dependendo das condições climáticas ou da qualidade do combustível, o carro poderia pegar fogo.

Leia também: 5 Diferenças entre SUV e crossover

Mesmo descobrindo a falha em um tempo relativamente rápido, a fabricante convocou cerca de 19 mil unidades para recall. E ao contrário do que o esperado por alguns, isso não afetou negativamente as vendas do modelo, tanto que ele segue como o sedan mais vendido no Brasil.

Leia também: 

Recall 8: Ferrari pega fogo 

Mais um caso de incêndio no mundo automotivo, dessa vez envolvendo um supercarro: Ferrari. O modelo em questão é a 458 Itália. Foram vários casos, o modelo simplesmente pegava fogo, estando lá estacionado. Tudo por culpa da cola usada para fixar o painel de isolamento na caixa de roda. Pois se tratava de um produto inflamável. 

Depois de alguns casos, a Ferrari convocou os modelos para o recall e substituiu a cala por rebites. Mesmo corrigindo o problema, esses incêndios acabaram gerando uma falsa fama que “Ferrari pega fogo”, independente do modelo.

Leia também: 10 Coisas inacreditáveis que o Covid-19 fez no mundo automotivo

Recall 9: Detalhes que fazem a diferença

Já pensou convocar um recall porque o logotipo está do lado esquerdo, ao invés do direito? Foi isso que a Honda fez nos Estados Unidos em 2013, com a minivan Odyssey. Questionada sobre a decisão. A marca afirmou que o logotipo do lado errado poderia fazer com que o carro tivesse sido batido ou reparado. 

Leia também: 10 Crossovers e SUVs mais econômicos do Brasil

Recall 10: O exclusivo

O caso: substituição da mangueira da caixa de direção do Volvo C30 2.4 produzido em 2008 e comercializado no Brasil. Unidades afetadas: uma. Solução: ligar para o proprietário, informar o problema e pedir para comparecer na autorizado para realizar o reparo ou realizar uma campanha nacional para convocar apenas um veículo? Opção dois. 

Isso aconteceu, porque de acordo com a lei brasileira o recall precisa ser divulgado publicamente, mesmo que não haja conhecimento do mesmo erro em outras unidades. E foi o que a Volvo fez, convocou um recall exclusivo para o único C30 2.4 vendido no Brasil. 

Você também pode gostar: 

Carros mais vendidos no primeiro semestre de 2020 por categoria
5 Diferenças entre SUV e crossover
10 Coisas inacreditáveis que o Covid-19 fez no mundo automotivo
Comparativo: VW Nivus, VW T-Cross ou Chevrolet Tracker?
10 Crossovers e SUVs mais econômicos do Brasil

Comentários

Outras notícias

Notícias de Curiosidade que possam te interessar

Curiosidade

10 Coisas inacreditáveis que o Covid-19 fez no mundo automotivo

Dois meses depois de rodízio de carro em São Paulo ser suspenso por causa do coronavírus, outro rodízio muito mais rígido entra em vigor.

Curiosidade

O que fazer na quarentena? 10 Coisas para quem gosta de carro

Dar uma volta de carro é uma boa coisa para se fazer na quarentena. Faz bem para as rodas do carro e para a alma de quem dirige.

Curiosidade

10 carros mais vendidos de 2019, uma lista como você nunca viu

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

Curiosidade

Guia do Desconfiado: 5 golpes mais comuns na hora de comprar seu carro

Dicas que vão te ajudar a não ser mais uma vítima

Outras notícias

Notícias de Curiosidade que possam te interessar

Curiosidade

10 Coisas inacreditáveis que o Covid-19 fez no mundo automotivo

Dois meses depois de rodízio de carro em São Paulo ser suspenso por causa do coronavírus, outro rodízio muito mais rígido entra em vigor.

As últimas notícias

Novidades, eventos, avaliações e muito mais

Curiosidade

Qual a melhor categoria de carro para você? Vantagens e desvantagens

Sedans são indicados para famílias e motoristas de aplicativo, enquanto hatches atendem aos solteiros.

Notícias

10 Carros mais vendidos em julho: Chevrolet Onix perde 1º lugar

O crossover VW T-Cross assume liderança e Chevrolet Onix fica em 2º lugar no top 10 de carros mais vendidos em julho.

Curiosidade

De onde vem o cheirinho de carro novo?

O cheirinho de carro novo vem do processo de desgaseificação dos mais de 100 materiais industriais usados no interior do veículo.

Como Comprar

Vale a pena comprar carro durante a pandemia?

Veja 5 dicas de como levar vantagem ao comprar um carro durante a pandemia.

As últimas notícias

Novidades, eventos, avaliações e muito mais

Curiosidade

Qual a melhor categoria de carro para você? Vantagens e desvantagens

Sedans são indicados para famílias e motoristas de aplicativo, enquanto hatches atendem aos solteiros.