SUV x sedan: qual tipo de carro vale mais a pena?

Comparamos quatro SUVs com sedans da mesma fabricante e com preços parecidos. Qual carroceria vale mais a pena?
Por Camila Torres
22.10.2020 às 17h:58 • Att. há cerca de 1 mês
Comparamos quatro SUVs com sedans da mesma fabricante e com preços parecidos. Qual carroceria vale mais a pena?

Por mais que a maioria dos comparativos seja entre carros da mesma categoria, nós sabemos que é até comum as pessoas ficarem em dúvida entre modelos que pertencem a nichos diferentes, mas que estão dentro da mesma faixa de valor. 

Foi desse pressuposto que resolvemos promover um embate entre SUVs e sedans que ocupam faixas de preço similares (às vezes conflitantes) dentro da gama de uma mesma marca. 

Leia também: 22 SUVs que serão lançados no Brasil em 2021

Não são muitas as fabricantes que têm modelos de categorias diferentes compartilhando o mesmo preço, mas ainda assim encontramos opções interessantes, como Chevrolet Tracker vs Cruze, ou Honda HR-V vs Civic.

A Volkswagen é a que mais tem representantes na lista, com Virtus disputando contra o Nivus e as versões 250 TSI do Jetta brigando contra o T-Cross Highline. Curioso para saber qual vale mais a pena? Então, que o embate comece!

Leia também: Melhores SUVs de até R$ 100 mil com motor turbo

Chevrolet Tracker x Cruze

Confrontamos quatro SUVs com sedans da mesma marca que atuam em faixas parecidas de preço. Qual carroceria levou a melhor?

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo LTZ Automático

Preço: R$ 99.900

Dimensões: 4.270 mm de comprimento, 2.570 mm de entre-eixos, 1.791 mm de largura, 1.626 mm de altura (incluindo rack de teto), e 393 litros de porta-malas

Desempenho: 133 cv e 21,4 kgfm (etanol), e 132 cv e 19,4 kgfm (gasolina)

Consumo: 7,7 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada com etanol, e 11,2 km/l na cidade e 13,5 km/l na estrada com gasolina 

Principais itens de série: seis airbags, alarme antifurto, alerta de ponto cego, aviso sonoro do cinto de segurança dianteiros e traseiros, lanterna de neblina, rack de teto, roda de alumínio aro 17, acendimento automático dos faróis, assistente de partida em aclive, câmera de ré, chave com sensor de aproximação, controlador de limite de velocidade, partida do motor por botão, start/stop e central multimídia de oito polegadas

Leia também: Comparativo Chevrolet Tracker, VW T-Cross ou Nivus?

Chevrolet Cruze LT 1.4 Automático

Preço: R$ 99.390

Dimensões: 4.665 mm comprimento. 2.700 mm de entre-eixos, 1.807 mm de largura, 1.484 mm de altura e 440 litros de porta-malas

Desempenho: 150 cv e 24,5 kgfm de torque (etanol ou gasolina)

Consumo: 7,8 km/litro na cidade e 9,8 km/litro na estrada (etanol), e 11,3 km/litro na cidade e 14 km/litro na estrada

Principais itens de série: quatro airbags, alarme antifurto, alerta de pressão dos pneus, aviso de cinto de segurança para ocupantes dianteiros, farol e lanterna de neblina, sensor de estacionamento traseiro, assistente de partida em aclive, câmera de ré, chave tipo canivete, start/stop e central multimídia de sete polegadas

Chevrolet Tracker ou Cruze?

O Chevrolet Tracker tem alguns itens de série mais atuais, até porque a nova geração do modelo foi lançada este ano. O SUV já tem chave presencial, enquanto o Cruze ainda conta com chave canivete. 

A versão de entrada do sedan também tem apenas quatro airbags, multimídia de sete polegadas e aviso sonoro de cinto de segurança somente para motorista e passageiro dianteiro. Enquanto o Tracker tem seis airbags, nova multimídia de oito polegadas e aviso do cinto para todos os ocupantes. 

Mas se nos itens de série o Chevrolet Cruze parece ficar em uma pequena desvantagem, ele sai na frente em outros quesitos, como por exemplo: espaço. O sedan é maior em todas as dimensões, exceto altura.

Leia também: 10 SUVs mais econômicos

Só de entre-eixos são 13 cm de diferença, e 47 litros a mais de porta-malas. O Chevrolet Cruze oferece muito mais conforto que o irmão, e isso se deve principalmente à diferença de espaço de um para o outro e também a uma dinâmica superior, com trabalho melhor de suspensões e nível menor de ruídos a bordo.

O sedan também é munido por um motor mais potente (1.4 turbo), com 17 cv a mais que o 1.2 Turbo do Tracker. E não para por aí: além de ter um melhor desempenho, o Cruze ainda é mais econômico com o combustível.

Ambos se mostram opções interessantes para quem está buscando um modelo familiar. Mas quem está na dúvida entre os dois tem critérios claros de desempate. O Tracker é mais bem equipado e tem custo menor de manutenção; o Cruze é mais espaçoso, confortável e tem melhor desempenho. O nível de consumo de combustível de ambos é similar.

Honda Civic x HR-V

Confrontamos quatro SUVs com sedans da mesma marca que atuam em faixas parecidas de preço. Qual carroceria levou a melhor?

Honda Civic Touring 1.5 Automático

Preço: R$ 142.200

Dimensões: 4.641 mm de comprimento, 2.700 mm de entre eixos, 1.799 mm de largura, 1.433 mm de altura e 517 litros de porta-malas

Desempenho: 173 cv e 22,4 kgfm de torque

Consumo: 11,8 km/litro na cidade e 14,4 km/litro na estrada (gasolina)

Principais itens de série: teto solar, ar-condicionado digital de duas zonas, alarme, assistente de partida em aclive, câmera de ré, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sensor de chuva e crepuscular, piloto automático, assistente para redução de ponto cego, faróis de neblina, partida do motor por botão, carregador por indução e central multimídia de sete polegadas

Leia também: Comparativo Honda Civic ou Toyota Corolla?

Honda HR-V Touring 1.5 Automático

Preço: R$ 142.700

Dimensões: 4.329 mm de comprimento, 2.610 mm de entre eixos, 1.772 mm de largura, 1.605 mm de altura e 393 litros de porta-malas

Desempenho: 173 cv e 22,4 kgfm de torque

Consumo: 11,4 km/litro na cidade e 12,6 km/litro na estrada (gasolina)

Principais itens de série: teto solar panorâmico, alarme, aviso de cinto para motorista e passageiro, alerta de frenagem emergencial, assistente de partida em aclives, assistente para redução de ponto cego, farol de neblina, chave com sensor de presença, partida do motor por botão, central multimídia de sete polegadas, câmera de ré, piloto automático, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sensor de chuva e crepuscular

Leia também: Melhores SUVs de até R$ 100 mil com motor turbo

Honda Civic ou HR-V?

Mesmo o HR-V sendo um SUV bem espaçoso e com bancos modulares, algo que o Civic não traz, dificilmente um sedan médio ficará em desvantagem nas dimensões. O Civic tem 9 cm a mais de entre-eixos e 124 litros a mais de porta-malas. No que se trata do bagageiro, é a maior diferença da lista. Pontinho para o sedan. 

O desempenho dos dois é muito semelhante, já que usam o mesmo motor 1.5 turbo a gasolina. No consumo, o sedan leva uma vantagem significativa mais uma vez. No preço e nos itens de série, os modelos estão muito próximos, a ponto de não poder colocar esses dois quesitos como critérios de desempate. 

O embate entre o Honda Civic e o HR-V foi um dos mais acirrados. Mas, avaliando o todo, a vitória mais uma vez é do sedan, já que se sobressaiu em espaço, apesar de não ter a modularidade do SUV. 

Ressaltando que, se você gosta muito mais do design e da proposta do SUV, especialmente pela posição mais elevada de dirigir, o HR-V também é uma boa opção.

Leia também: 22 SUVs que serão lançados no Brasil em 2021

Volkswagen T-Cross x Jetta

Confrontamos quatro SUVs com sedans da mesma marca que atuam em faixas parecidas de preço. Qual carroceria levou a melhor?

VW T-Cross Highline 240 TSI Automático

Preço: R$ 122.990

Dimensões:  4.199 mm de comprimento, 2.651 mm de entre-eixos, 1.760 mm de largura, 1.570 mm de altura e porta-malas de 373 a 420 litros, a depender do ajuste do extensor

Desempenho: 150 cv e 25,5 kgfm de torque (etanol ou gasolina), 0 a 100 km/h em 8,7 segundos

Consumo: 7,7 km/litro na cidade e 9,3 km/litro na estrada abastecido com etanol, e 11 km/litro na cidade e 13,2 km/litro na estrada, abastecido com gasolina 

Principais itens de série: alerta de cinto de segurança para ocupantes dianteiros, ar-condicionado digital, assistente de partida em aclive, câmera de ré, faróis de neblina, piloto automático, rodas de liga leve aro 17, sensor de chuva, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, central multimídia de 10,1 polegadas, detector de fadiga do motorista, chave presencial, partida do motor por botão e start/stop

Leia também: Comparativo Chevrolet Tracker, VW T-Cross ou Nivus?

VW Jetta Comfortline 250 TSI Automático 

Preço: R$ 129.770

Dimensões: 4.702 mm de comprimento, 2.688 mm de entre-eixos, 1.799 mm de largura, 1.474 mm de altura e 510 litros de porta-malas

Desempenho: 150 cv e 25,5 kgfm de torque (etanol ou gasolina), 0 a 100 km/h em 8,9 segundos

Consumo: 7,4 km/litro na cidade e 9,6 km/litro na estrada abastecido com etanol, e 10,9 km/litro na cidade e 14 km/litro na estrada abastecido com gasolina

Principais itens de série: ar-condicionado de duas zonas, assistente de partida em aclive, piloto automático, câmera traseira, farol e lanterna de neblina, roda de liga leve aro 17, sensor de chuva, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, chave presencial, partida do motor por botão e central multimídia de oito polegadas.

VW T-Cross ou Jetta?

Novamente, o SUV tem a lista de itens de série mais robusta. O T-Cross topo de linha já é equipada com a central VW Play de 10,1 polegadas, com central de aplicativos, e com o quadro de instrumentos 100% digital de 10,25 polegadas, enquanto o Jetta ainda usa sistema de entretenimento convencional de 8 polegadas e cluster parcialmente digital. 

O T-Cross também tem detector de fadiga, item que não aparece na lista de itens de série do Jetta. E, como possui uma plataforma mais simples, apesar de compartilhar a mesma motorização, terá custo de manutenção um pouco menor.

Porém, já era de se esperar que o sedan seria maior em todas as medidas (exceção da altura, obviamente), que o utilitário esportivo compacto. São 3,7 cm a mais de entre-eixos e, mesmo que o T-Cross esteja ajustado para ficar com 420 litros de porta-malas, a diferença em prol do sedan ainda é de 90 litros. 

Leia também: VW Taos de R$ 130 mil corta luz da grade e faróis inteligentes do Golf

O desempenho é basicamente o mesmo no VW T-Cross topo de linha e no VW Jetta de entrada. Mas, em autonomia, mais uma vez a carroceria mais baixa e aerodinâmica dá vantagem ao sedan, mesmo que neste caso seja por uma pequena diferença. 

Para quem está em dúvida entre o SUV e sedan da Volkswagen, o valor pode ser um bom critério de desempate. Já que a versão mais barata do Jetta ainda é quase R$ 7 mil mais cara que a configuração de maior valor do T-Cross. E o último ainda tem alguns diferenciais na lista de itens de série. 

Como a diferença de autonomia ainda é pequena entre os dois, neste caso avaliamos que o melhor custo-benefício é o T-Cross. A não ser que sua prioridade seja espaço de porta-malas e um certo status. Se for este o caso, leve o Jetta. 

VW Virtus x Nivus

Confrontamos quatro SUVs com sedans da mesma marca que atuam em faixas parecidas de preço. Qual carroceria levou a melhor?

VW Virtus Highline 200 TSI Automática

Preço: R$ 98.950

Dimensões: 4.482 mm de comprimento, 2.651 mm de distância entre eixos, 1.751 mm de largura, 1.472 mm de altura e 521 litros de porta-malas. 

Desempenho: 128 cv e 20,4 kgfm de torque (etanol), e 116 cv e 20,4 kgfm de torque (gasolina), 0 a 100 km/h em 9,9 s (E) / 10,4 s (G)

Consumo: 7,8 km/litro na cidade e 10,2 km/litro na estrada abastecido com etanol, e 11,2 km/litro na cidade e 14,6 km/litro na estrada abastecido com gasolina

Principais itens de série: assistente para partida em aclive, acesso ao veículo sem o uso da chave, partida do motor por botão, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, piloto automático, alerta dos cintos de segurança dianteiros, câmera de ré, detector de fadiga, sensor de chuva e crepuscular, rodas de liga leve aro 17, farol de neblina e central multimídia de oito polegadas. 

Leia também: Avaliação VW Virtus

VW Nivus Highline 200 TSI Automático

Preço: R$ 99.950

Dimensões: 4.266 mm de comprimento, 2.566 mm de entre eixos, 1.757 mm largura, 1.493 mm de altura e 415 litros de porta-malas

Desempenho: 128 cv e 20,4 kgfm de torque (etanol), e 116 cv e 20,4 kgfm de torque (gasolina), 0 a 100 km/h em 9,9 s (E) / 10,4 s (G). 0 a 100 km/h em 10,0 s (E) / 10,5 (G)

Consumo: 7,7 km/litro na cidade e 9,4 km/litro na estrada abastecido com etanol, e 10,7 km/litro na cidade e 13,2 km/litro na estrada abastecido com gasolina

Principais itens de série: controle adaptativo de distância e velocidade com função de frenagem de emergência e monitoramento frontal, sistema autônomo de frenagem de emergência anti- colisão frontal (até 50 km/h), assistente para partida em aclives, câmera de ré, indicador de controle da pressão dos pneus, sensores de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento traseiros e dianteiros, sistema de som touchscreen "VW PLAY" com tela colorida de 10" e App-Connect e detector de fadiga do motorista

Leia também: Comparativo: VW Nivus Comfortline ou Highline?

VW Virtus ou Nivus?

O VW Virtus se destaca consideravelmente em relação ao Nivus nos quesitos espaço e consumo. O sedan tem 8,5 cm a mais de entre-eixos e 106 litros a mais de porta-malas. O Virtus também se mostra mais econômico tanto na cidade como na estrada, com os dois tipos de combustível. 

O desempenho de ambos é muito parecido, até porque contam com a mesma motorização. Como a plataforma também é a mesma e quase toda a mecânica e elétrica são compartilhadas, isso significa que os custos de manutenção também serão parecidos.

A vantagem do Nivus é que ele acabou de ser lançado, o que faz dele um modelo muito mais atual, não só em termos de design como também nos itens de série. 

Exclusivo: VW e-Up! será o primeiro carro elétrico da marca no Brasil

Controle adaptativo de distância e velocidade e sistema autônomo de frenagem de emergência anticolisão frontal (até 50 km/h), nova central multimídia de 10,1 polegadas com apps como Spotify e iFood... Estes são apenas alguns itens do VW Nivus na versão topo de linha. 

Considerando espaço, conforto e economia de combustível, o Virtus é a melhor opção. Mas para quem deseja um carro com design mais atual e ousado, além de uma lista de itens de série generosa e moderna para a categoria, o Nivus é a escolha mais assertiva. 

Talvez você também se interesse: 

11 SUVs com maiores porta-malas
10 SUVs mais econômicos
22 SUVs que serão lançados no Brasil em 2021

Comparativocarro SUVcarro sedanchevrolet trackerchevrolet cruzevw nivusvw virtusvw t-crossvw jettahonda civichonda hr-v
Comentários