Fiat Scudo prova que ter trigêmeos é possível até no mundo das vans

Marca italiana quer aumentar participação no segmento que deve alcançar 65 mil unidades este ano
Por Renan Rodrigues
23.06.2022 às 15h:01 • Att. há cerca de 11 dias
Marca italiana quer aumentar participação no segmento que deve alcançar 65 mil unidades este ano

 As chances de uma mulher engravidar de trigêmeos naturalmente é de 1 para 6,4 mil, ou 0,00015%. No entanto, no mundo automotivo, essa probabilidade parece um pouco maior, ainda mais em um grupo grande, com tantas marcas, como a Stellantis.

A prova disso é que a fabricante apresentou nesta quinta-feira (23) o Fiat Scudo, novo irmão dos gêmeos franceses Citroën Jumpy e Peugeot Expert.

 Anuncie seu carro na Mobiauto   

Essa estratégia não é nova e tampouco uma exclusividade da Stellantis. O intuito é compartilhar o máximo de peças possíveis, reduzindo o custo e aumentando a rentabilidade da empresa no geral. Em um segmento como o de veículos comerciais, a estratégia faz ainda mais sentido.

Tanto que, dentro da Stellantis, este será o segundo produto compartilhado entre o braço da antiga PSA e a Fiat, mas o primeiro Fiat fabricado pela Peugeot/Citroën. Os três são montados no Uruguai. Anteriormente, o Fiat Fiorino se tornou o Peugeot Expert Rapid, que até se provou uma compra mais racional. 

Completando a gama 

Marca italiana quer aumentar participação no segmento que deve alcançar 65 mil unidades este ano

O segmento de vans pode ser dividido entre compactas, intermediárias e médias, sendo que o primeiro representa 38% das vendas e o último, 40%. Sendo assim, a Fiat não participava de uma fatia de 22%, que agora será contemplada pelo Scudo. A previsão é que este segmento alcance 65 mil unidades este ano. 

Os três modelos focam no chamado “last mile”, que é o último trecho para entrega de compras, fazendo a ponte entre o centro de distribuição/loja e a casa do cliente. Segundo a Fiat, o crescimento do mercado de entregas será de 10% em 2022, após saltos de 74% em 2020 e 27% no ano passado. 

Estudos mostram que uma entrega realizada no mesmo dia aumenta a conversão de vendas online em 60%.

Trigêmeos idênticos

Marca italiana quer aumentar participação no segmento que deve alcançar 65 mil unidades este ano

Visualmente, o Scudo se diferencia de Expert e Jumpy apenas na grade, que abriga a logo da Fiat. Obviamente, traseira e volante também contam com a insígnia da marca italiana no lugar do leão da Peugeot ou o duplo chevron da Citroën. Os três utilizam a plataforma modular EMP2, a mesma do 3008, e são montados em CKD pela Nordex no Uruguai. 

Assim como os irmãos franceses, o Fiat Scudo terá versões Cargo e Multi. O segundo se diferencia pela presença de janelas laterais e na porta traseira. A marca também anunciou que oferecerá personalizações de acordo com o empreendimento do cliente. 

O Scudo também poderá ser comprado como um carro convencional, com capacidade para sete passageiros mais motorista. Os bancos são reclináveis em couro sintético, há central multimídia e capacidade de 850 litros no porta-malas. 

Marca italiana quer aumentar participação no segmento que deve alcançar 65 mil unidades este ano

As versões térmicas são equipadas com motor 1.5 turbodiesel BlueHDi. Esse propulsor entrega 120 cv de potência e 30,5 kgfm de torque, sempre associado ao câmbio manual de seis marchas. A tração é dianteira. Com isso, o Scudo pode levar até 1.500 kg de carga e tem área útil de 6,1 m³. 

Fiat e-Scudo - Entregas elétricas

Marca italiana quer aumentar participação no segmento que deve alcançar 65 mil unidades este ano

A Fiat enxerga uma oportunidade no mercado de entregas. Pressionadas para reduzir emissões de poluentes, cada vez mais empresas eletrificam suas frotas utilizadas em centros urbanos. Empresas como iFood, Americanas, Mercado Livre e outras já encomendam comerciais elétricos. 

O Scudo, assim como Expert e Jumpy, será oferecido em sua variante elétrica, mas importada da França. O e-Scudo virá equipado com motor elétrico de 136 cv e 26,5 kgfm. A autonomia é de até 330 km e a recarga pode ser feita em estações ultrarrápidas, com capacidade de 100 kW, o que garante a recarga em 45 minutos. 

Em carregadores de 11 kW o tempo de recarga é de 7 horas, enquanto nos carregadores de 7,4 kW o tempo é de 11 horas. Em uma tomada de 220V o tempo é superior a 30 horas (e o dobro em 110V). 

Vale ressaltar que o custo por quilômetro rodado em um carro elétrico é muito inferior ao modelo a combustão, o que pode pesar também na escolha das empresas. 

Fiat Scudo - Preços e itens de série

Todas as versões possuem rodas de aço de 16" 215/65, freios com ABS, três airbags (para motorista e passageiros), ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade), assistência em subidas, faróis de neblina dianteiros, cintos de segurança de três pontos com ajuste de altura e faróis em halogênio com DRL. 

Há ainda ar-condicionado, fecho centralizado das portas, parede divisória separando cabine do vão de carga (em função da segurança), computador de bordo, retrovisores externos elétricos, vidros elétricos com one touch, ajustes de altura e profundidade do volante, ajuste de assento "ergonômico" para altura, apoio lombar e de braço, controle de cruzeiro com limitador de velocidade e tomada 12v no compartimento de carga.

Marca italiana quer aumentar participação no segmento que deve alcançar 65 mil unidades este ano

O e-Scudo adiciona central multimídia de 7” (com Apple Carplay e Android Auto), câmera traseira 180 graus, cluster digital com informações sobre nível de bateria, consumo, modo de condução e marcha engatada. Também possui direção eletro-hidráulico, freio de estacionamento elétrico e sistema de monitoramento da pressão dos pneus, além de sensores de chuva e luzes automáticas.

Fiat Scudo Cargo - R$ 187.490
Fiat Scudo Multi - R$ 192.490

Fiat e-Scudo - R$ 329.990

Estratégia comercial

A Fiat focou bastante na estratégia comercial durante o lançamento. A empresa garante que o Scudo terá o menor custo de manutenção do segmento para as três primeiras revisões. O valor anunciado é de R$ 2.700. Curiosamente, esse movimento é o contrário do feito no Expert Rapid. 

A cesta de peças também é o menor do segmento. O preço é de R$ 151.244, contra até R$ 190.428 de concorrentes, o que significa 14% de redução. Esse valor considera peças de colisão, desgaste, motor, sistema de freio, suspensão e revisão. 

Marca italiana quer aumentar participação no segmento que deve alcançar 65 mil unidades este ano

As três primeiras revisões podem ser pagas junto ao financiamento com o acréscimo de R$ 99 na parcela. Se preferir, o comprador pode adicionar o pacote de proteção, que além das revisões garante a troca de alguns itens de desgaste por R$ 183 na parcela ou R$ 4.850 à vista. 

Por fim, além do pacote proteção é possível adicionar 1 ano de garantia adicional escolhendo o adicional “Segurança” por R$ 220 ao mês ou R$ 5.840 à vista. A Fiat também anunciou novidades no atendimento para sua linha Profissional, com profissionais treinados especificamente para esses veículos em mais de 200 concessionárias, além da prioridade no atendimento. 

 Você também pode se interessar por: 

Os 10 SUVs automáticos mais econômicos do Brasil em 2022

Chefão da Ford aponta o terremoto que abala a indústria de carros

Fiat Scudo: substituto do Doblò tem alma francesa e até versão elétrica

Brasil terá Renault Kwid elétrico para transportar carga ainda em 2022

Fiat
Stellantis
Peugeot
CiCitroën
Jumpy
Expert
Scudo
rosto de óculos escuros

Comentários