Chevrolet Montana e Renault Oroch duelam em 10 quesitos com nota

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo
LF
Por
12.04.2023 às 19:00
Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

A Chevrolet Montana de terceira geração chegou com a missão de brigar em três segmentos diferentes de picapes. O primeiro é o das versões de topo da Fiat Strada. O segundo, o das opções mais básicas da Fiat Toro. O terceiro, contra a Renault Oroch, a mais direta de suas rivais.

Basta observar ambas juntas para entender que a nova Montana usou a Oroch como parâmetro para construir seu porte. Tal qual a picape da Renault deriva do Duster, a da GM tem no Tracker seu ponto de partida do ponto de vista mecânico. Além da plataforma e do motor 1.2 turbo, toda a elétrica, suspensão dianteira e freios dianteiros vêm do SUV irmão.

Você também pode se interessar por:

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Contudo, em vez de aproveitar a metade dianteira da carroceria do Tracker, como a Oroch faz com o Duster de primeira geração, a nova Montana optou por um monobloco próprio, o que a deixa com estilo só seu. Isso é um trunfo diante de sua principal concorrente.

Para melhorar a vida, a General Motors adotou uma estratégia de preços agressiva, fazendo da Montana 2023 a opção com melhor custo-benefício do segmento. São mais de R$ 6.000 de diferença entre a versão de topo desta para a da Renault Oroch Outsider. E olha que o modelo da Renault também tem valor competitivo dentro da categoria. Confira os preços:

  • Chevrolet Montana Premier 1.2 Turbo AT 2023 – Preço: R$ 140.490
  • Renault Oroch Outsider 1.3 TCe CVT 2024 – Preço: R$ 146.900

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Neste comparativo direto, daremos notas a dez quesitos: preço; design; espaço interno; acabamento; equipamentos de tecnologia (com bônus); equipamentos de segurança (com bônus); desempenho; consumo; conforto; custo de revisões. Ao fim, tiraremos a média final somada aos dois possíveis bônus de tecnologia e segurança.

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Como podemos ver, no primeiro item a Montana sai na frente: nota 10 em preço para a versão Premier, contra nota 8 da Oroch Outsider. Lembrando que já temos avaliações completas na Mobiauto tanto da Montana 2023 quanto da Renault Oroch turbo

Clique nos links respectivos para ter impressões mais detalhadas a respeito delas e veja o vídeo abaixo com o comparativo completo para complementar as informações e notas.

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe

Chevrolet Montana vs Renault Oroch: duelo em 10 pontos

1. Preço: Montana, nota 10. Oroch, nota 8.

2. Design: nitidamente inspirada na Fiat Toro, a nova Chevrolet Montana possui um visual mais delgado e elegante que o da Oroch. Que, por sua vez, é mais larga e robusta (e tem muita gente que prefere isso em uma picape). Ainda assim, devido ao estilo mais moderno, a Montana 2023 ganhou nota 8, contra nota 6 da rival.

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

3. Espaço interno: apesar de anunciar o maior espaço interno do segmento para as pernas, na prática esse não é o trunfo da Montana em relação à Oroch dentro da cabine, mas sim o espaço para ombros e cabeça, além da caçamba com litragem sensivelmente maior. Ainda assim, o ambiente de ambas é um tanto limitado. Por isso, a picape da Chevrolet leva nota 6 nesse quesito, e a da Renault, 4.

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Dimensões e capacidades

  • Chevrolet Montana Premier: 4.717 mm de comprimento, 2.800 mm de entre-eixos, 1.798 mm de largura, 1.659 mm de altura, 874 litros de caçamba, 600 kg de carga útil, 44 litros de tanque de combustível (estimados), 1.310 kg de peso em ordem de marcha
  • Renault Oroch Outsider: 4.719 mm de comprimento, 2.829 mm de entre-eixos, 1.834 mm de largura, 1.634 mm de altura, 683 litros de caçamba, 650 kg de carga útil, 45 litros de tanque de combustível (estimados), 1.483 kg de peso em ordem de marcha

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

4. Acabamento: além de ter maior área macia ao toque nas guarnições das portas dianteiras e traseiras (as traseiras da Montana são todas em plástico rígido), a Renault Oroch apresenta painel com encaixes mais alinhados, apesar de usar materiais relativamente simples. Por isso, a representante da Renault leva nota 6, ante nota 4 da oponente.

5. Itens de comodidade e tecnologia: levamos em consideração dez itens que consideramos essenciais no segmento de picapes intermediárias. Ajuste de altura do cinto do passageiro; Android Auto e Apple CarPlay sem fio; volante com regulagem de altura e profundidade; ar-condicionado automático digital; chave presencial; protetor de caçamba; capota marítima; controle de cruzeiro; faróis automáticos; sensor de chuva. A Chevrolet Montana possui todos, por isso leva nota 10. Na Oroch, falta a regulagem de profundidade do volante e o controle de cruzeiro. Assim, nota 8.

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Bônus em comodidade e tecnologia: também selecionamos dez equipamentos que podem dar pontos decimais extras: banco de couro ou couro sintético; carregador de celular por indução; rodas de liga leve; ACC (controle de cruzeiro adaptativo); shift paddles; cluster digital; facilidade de abertura da caçamba (elétrica e/ou amortecida); controles e monitoramento à distância por app; freio de estacionamento eletrônico e retrovisor interno eletrocrômico. A Montana traz cinco deles (banco em couro sintético, carregador por indução, tampa de caçamba amortecida, rodas de liga leve e aplicativo OnStar), por isso ganha 0,5 extras na pontuação final. Já a Oroch tem apenas as rodas de liga leve e o banco em couro sintético, levando 0,2.

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

6. Itens de segurança: eis os dez que consideramos mandatórios no segmento. Seis airbags (Montana); câmera de ré (Montana e Oroch); sensores traseiros de estacionamento (Montana e Oroch); faróis de LED (Montana); lanternas traseiras de LED (nenhuma); monitoramento de pressão dos pneus (Montana); pré-disposição para reboque (Oroch); alerta de ponto cego (Montana); sensores dianteiros de estacionamento (nenhuma); DRL (Montana e Oroch). Montana: nota 8. Oroch: nota 4.

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Bônus de segurança: aqui é que o calo aperta. Dos dez possíveis itens bônus, a Oroch traz apenas dois (assistente de partida em rampa e auxílio anticapotamento) e a Montana, um (assistente de rampa). Vetorização de torque; frenagem autônoma; assistente de permanência em faixa; alerta de mudança de faixa; controle de descida; detector de fadiga; câmera 360° e tração 4x4 são equipamentos que nenhuma das rivais oferece nem como opcionais.

7. Desempenho: apesar do motor 1.2 turbo flex sem injeção direta e com 30 cv a menos de potência com gasolina, sendo 37 cv a menos com etanol, a nova Montana é mais aerodinâmica e leve que a Oroch. Por isso, quase compensa a diferença de força nas arrancadas e retomadas. Falta elasticidade a velocidades mais altas. Dessa forma, leva nota 6 e a rival, nota 10, visto que proporciona o melhor desempenho do segmento.

Anuncie seu carro na Mobiauto 

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Chevrolet Montana Premier – Motorização e desempenho

Motor: 1.2, dianteiro, transversal, três cilindros em linha, 12V, turbo, flex, injeção indireta multiponto, duplo comando de válvulas com variação em admissão e escape
Taxa de compressão: 10,5:1
Potência: 132/133 cv (G/E) a 5.500 rpm
Torque: 19,4/21,4 kgfm (G/E) a 2.000 rpm
Peso/potência: 9,92 kg/cv (G) e 9,85 kg/cv (E)
Peso/torque: 67,52 kg/kgfm (G) e 61,21 kg/kgfm (E)
Câmbio: automático, 6 marchas
Tração: dianteira
0 a 100 km/h: 10,1 s
Velocidade máxima: 160 km/h

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Renault Oroch Outsider – Motorização e desempenho

Motor: 1.3, dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 16V, turbo, flex, injeção direta de combustível, duplo comando de válvulas com variação em admissão e escape
Taxa de compressão: 10,5:1
Potência: 162/170 cv (G/E) a 5.500 rpm
Torque: 27,5 kgfm (G/E) a 1.600 rpm
Peso/potência: 8,83 kg/cv (G) e 8,42 kg/cv (E)
Peso/torque: 52,1 kg/kgfm (G/E)
Câmbio: automático CVT, simulação de 8 marchas
Tração: dianteira
0 a 100 km/h: 9,8 s
Velocidade máxima: 189 km/h

8.  Consumo: aqui, as vantagens de peso, motorização e aerodinâmica falam a favor da Montana, que obtém números muito mais racionais e comedidos em qualquer ciclo de rodagem, conforme mostram os números do Inmetro logo abaixo. Nota 8 para ela e nota 6 para a picape da Renault.

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

Consumo Inmetro

  • Chevrolet Montana Premier: 7,6 km/l com etanol e 11,1 km/l com gasolina na cidade; 8,6 km/l com etanol e 12,5 km/l com gasolina na estrada
  • Renault Oroch Outsider: 7,4 km/l com etanol e 10,5 km/l com gasolina na cidade; 7,8 km/l com etanol e 11 km/l com gasolina na estrada

9. Conforto: aqui, temos prós e contras distintos para Montana e Oroch. A primeira é mais espaçosa, ergonômica e silenciosa (embora nem tanto), além de ter uma direção elétrica mais leve e direta para manobrar na cidade. A segunda tem suspensão mais robusta e macia na absorção de impactos, e que ainda segura melhor os quiques da caçamba vazia e a inclinação em curvas. Possui, ainda, vão livre do solo e ângulos de ataque e transposição de rampas mais generosos. Aplica daqui, tira dali, ambas tiram nota 6.

  • Chevrolet Montana Premier - Dados técnicos: direção elétrica progressiva; suspensão McPherson (dianteira) e eixo de torção com duplo batente (traseira); freios a discos ventilados (dianteira) e tambores (traseira); diâmetro de giro, 10,5 m; coeficiente aerodinâmico não divulgado; vão livre do solo, 18,45 cm; ângulo de ataque, 20,7°; ângulo de saída, 25°; ângulo de transposição de rampas não divulgado; pneus, 215/55 R17; estepe temporário 115/70 R16
  • Renault Oroch Outsider - Dados técnicos: direção elétrico-hidráulica; suspensão McPherson (dianteira) e MultiLink (traseira); freios a discos ventilados (dianteira) e tambores (traseira); diâmetro de giro, 10,7 m; coeficiente aerodinâmico não divulgado; vão livre do solo, 21,2 cm; ângulo de ataque, 27,5°; ângulo de saída, 22,4°; ângulo de transposição de rampas não divulgado; pneus, 215/65 R16; estepe integral 215/65 R16

10. Revisões: por ter um motor mais simples, sem injeção direta, a Montana possui o segundo menor custo de revisões entre as picapes flex automáticas do Brasil, acima apenas da Strada 1.3 CVT. São R$ 4.924 reais acumulados entre 10.000 e 60.000 km, com as visitas feitas anualmente ou a cada 10.000 km. Por isso, ela leva nota 8 neste quesito. O custo da Oroch também é relativamente baixo em comparação com a Fiat Toro Turbo 270, R$ 5.165, o que rendeu a ela nota 6.

Chevrolet Montana vs Renault Oroch – Notas finais

1. Preço: Montana, nota 10; Oroch, nota 8
2. Design: Montana, nota 8; Oroch, nota 6
3. Espaço: Montana, nota, 6; Oroch, nota 4
4. Acabamento: Montana, nota 4; Oroch, nota 6
5. Itens tecnologia: Montana, nota 10; Oroch, nota 8
6. Bônus tecnologia: Montana, 0,5; Oroch, 0,1
7. Segurança: Montana, nota 8; Oroch, nota 4
8. Bônus segurança: Montana, 0; Oroch, 0,1
9. Desempenho: Montana, nota 6; Oroch, nota 10
10. Consumo: Montana, nota 8; Oroch, nota 6
11. Conforto: Montana, nota 6; Oroch, nota 6
12. Revisões: Montana, nota 8; Oroch, nota 6

Média final: Montana, 7,4; Oroch, 6,4
Total bônus: Montana, 0,5; Oroch, 0,2
NOTA FINAL: Montana, nota 8. Oroch, nota 6,8

Chevrolet Montana Premier ou Renault Oroch Outsider: qual vale mais a pena?

Nova geração da Chevrolet Montana encara a veterana Renault Oroch no comparativo das picapes capazes de encarar Fiat Strada e Toro ao mesmo tempo

A Chevrolet Montana 2023 é mais atual e moderna que a Renault Oroch. Isso se faz sentir especialmente nos equipamentos a bordo. Também é substancialmente mais econômica e barata. Por isso, ganha no geral. Já a Renault Oroch tem mais desempenho e robustez para quem gosta ou precisa desses predicados. Ambas são praticamente equivalentes em conforto e espaço. E você, qual escolhe?

Imagens: Leonardo Felix/Mobiauto, Renan Bandeira/Mobiauto, Divulgação/Chevrolet e Divulgação/Renault

Chevrolet Montana 2023
Chevrolet Montana
Nova Chevrolet Montana
Renault Oroch
Renault Oroch Outsider
Renault Oroch turbo
Renault Oroch 2023
Renault Oroch TCe
Chevrolet Montana Premier
Chevrolet Montana Automática
picapes compactas médias
picapes intermediárias
Chevrolet Montana vs Renault Oroch
Montana vs Oroch
picape
picape flex
picape urbana

Comentários