10 carros mais vendidos de 2019, uma lista como você nunca viu

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo
Por Camila Torres
06.01.2020 às 14h:52 • Att. há cerca de 1 ano
Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

Antes de começar o ano no mercado automotivo é obrigatório saber como ele terminou. Normalmente as listas de carros mais vendidos do ano não costumam trazer grandes surpresas, pois, quando chega o último semestre já é possível saber o que esperar e não é muito comum acontecer reviravoltas. Entretanto, esta lista tem uma peculiaridade. Ao começar escrevê-la e fazer alguns trocadilhos e comparações na redação, percebi que estes 10 carros apesar da previsibilidade da posições poderiam fazer nascer uma matéria que vai além de uma simples lista.

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe

1º Chevrolet Onix: o carro que é fogo nas vendas

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

O Chevrolet Onix chegou ao mercado brasileiro em 2013, vendendo que nem água, fechando o ano com 110.573 unidades emplacadas. Mas foi em 2019, que o modelo colocou fogo nas vendas a ponto de bater o próprio recorde, totalizando 241.214 emplacamentos e garantindo a posição de carro mais vendido do Brasil pelo quinto ano consecutivo. Falando em fogo, é interessante citar que nem mesmo o fato de duas unidades do Onix Plus terem pegado fogo não impediu a mina de ouro da Chevrolet de ter o seu melhor ano de vendas. 

Leia também: Por que o Chevrolet Onix é o carro mais vendido do Brasil?

2º Ford Ka hatch: vendendo bem desde o século passado 

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

Lançado em 1997, o Ford Ka foi um dos dez carros mais vendidos em muitos anos. Como a maioria dos carros, o hatch teve momentos de altos e baixos. Mas desde 2016, manteve-se em uma posição cômoda, ocupando o terceiro lugar no ranking de carros com maior número de vendas. Já o ano de 2019, foi ainda melhor para o hatch da Ford, levando-o para o segundo degrau do pódio e desbancando o rival Hyundai HB20. 

Leia também: Avaliação Ford Ka SE 1.0

3º Hyundai HB20: quem não luta pelo primeiro lugar acaba em terceiro

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

No lançamento da segunda geração do Hyundai HB20, a fabricante coreana deixou claro que não ambicionava disputar com o Onix o degrau mais alto do pódio de carros mais vendidos do Brasil e que o objetivo era se manter no segundo lugar. Mas como se pode ver, os planos não deram muito certo e o hatch caiu para a terceira posição, mostrando que a nova geração do modelo agradou menos do que o esperado, a ponto de perder sua posição para o Ford Ka que teve a última geração apresentada em 2014. 

Comparativo: Onix sedan ou HB20 sedan 2020? 

Para piorar a situação, o Hyundai HB20 não só perdeu o posto de principal concorrente do Onix para o Ford Ka, mas teve o pior ano de vendas desde sua chegada as concessionárias brasileiras em 2013 e o que o fez despencar para a sétima posição de carros mais vendidos de dezembro de 2019.

Veja também: 10 Novidades do Hyundai HB20 2020

4º Renault Kwid: o conto do "SUV" que vende que nem hatch

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

A estratégia da Renault para o Kwid é realmente interessante. Comecei este parágrafo dizendo que a Renault e o Inmetro vivem no mesmo mundo mágico da Caverna do Dragão, mas resolvi apagar. Pois, percebi que só o Inmetro vive lá. A Renault não, pelo contrário, a fabricante entende muito do mundo real. A ponto de criar um carro com ângulos de sobra para ser categorizado pelo Inmetro como SUV, dar a ele um visual “parrudinho”, fazer uma propaganda usando a impactante e atraente frase “o SUV dos compactos”, para levar o consumidor até a concessionária. E lá o xeque-mate é dado com algo que importa muito no mundo real, a ponto de tirar muitas pessoas do mundo mágico: o preço. E foi assim que a Renault conquistou a quarta posição de carros mais vendidos do Brasil.

5º Volkswagen Gol: já faz duas copas que não é campeão

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

Por coincidência ou não, a marca alemã Volkswagen perdeu o primeiro lugar que ocupava com o hatch Gol no mesmo ano (2014), que o Brasil passou por aquele trágico episódio de levar sete gols da Alemanha. Apesar do jogo ser em Terras Tupiniquins, não dava para dar um de dono da bola, parar o jogo e entrar porque a mãe estava chamando. Mas dava para ensinar uma lição para os germânicos tirando o popular Gol do topo das vendas no mesmo ano. E ainda dizem que brasileiro não é um povo organizado, diz a lenda que o VW Gol ficaria sete anos sem ir para as finais, então, pelos meus cálculos ainda tem mais um anos para pagar. 

 Comparativo: Onix ou HB20 2020? 

Brincadeiras à parte, o que realmente tornou a vida e as vendas mais difíceis para o Volkswagen Gol foi a chegada do Chevrolet Onix e Hyundai HB20 em 2013. Os hatches já chegaram se infiltrando no top 10 de carros mais vendidos, ocupando com o HB20 a sétima posição e Onix a oitava. Até aí o Gol conseguiu se segurar no topo. Em 2014, perdeu o primeiro lugar para o falecido Fiat Palio e em 2015 já sem forças despencou ranking abaixo, parando no sexto degrau e ficando atrás do Onix, Palio, HB20, Fiat Strada e Ford Ka.

Leia também: Avaliação Volkswagen Gol: pontos positivos e negativos

6º Fiat Argo: quem comprou levanta a mão

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

Foram vendidos nada menos, nada mais que 79.001 unidades do Fiat Argo. O modelo em si faz jus ao número de vendas que o levou a concorrida sexta posição. Mas diante deste dado a pergunta que fica não é ‘por quê?’ e sim ‘onde?’. Onde estão todos esses carros? É muito mais fácil ver os carros que estão nas posições abaixo, do que o Argo. Então, deixo aqui o questionamento: se a Vivo comprou muitos dos “Mobis”, quem comprou os “Argos”? Enquanto ninguém se manifesta, só posso dizer parabéns pelo sexto lugar, boa sorte em 2020 e contra números não há “argomentos”. 

Leia também: Avaliação Fiat Argo

7º Fiat Strada: tirou o primo rico Compass do Top 10

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

A Fenabrave faz um ranking de carros mais vendidos e outro de comerciais leves mais vendidos. Porém, juntando os dois, algumas posições mudam. E foi aí que o Jeep Compass ficou de fora. Pois, se a lista não contasse com as picapes, ele estaria na décima posição, mas com a entrada da Fiat Strada, caiu para a décima primeira posição e bye bye top 10 de 2019. Mas como a Jeep também é uma das marcas do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA), ainda há motivos para comemorar, afinal, é da família. 

A Fiat Strada mostrou que além de ter um público fidelizado, tem crescido nas vendas novamente, conseguindo o maior número de vendas desde 2016. Entretanto, ainda há muito o que melhorar no mercado para a Strada alcançar o mesmo número de vendas de alguns anos atrás. Se 2020 continuar soprando a favor da Fiat, a Strada será a picape mais vendida do Brasil pelo décimo quinto ano consecutivo. 

Leia também: Avaliação Fiat Strada Adventure, a picape de 3 portas

8º Chevrolet Prisma: o sobrevivente 

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

A Chevrolet já lançou a nova geração do Prisma, que não é mais Prisma, agora é Onix Plus e o Prisma continua vendendo mais que qualquer sedan. O Prisma já morreu de corpo e nome, mas a Chevrolet ainda está ofertando tudo o que resta do modelo e o consumidor brasileiro está aproveitando a oferta. E quem não conseguiu comprar um Prisma 0km em 2019, pode comprar em 2020, mas como Joy Plus. 

As unidades do modelo que sobreviveram, ou reviveram, renasceram, não sei, fiquei confusa. Vamos tentar de novo, as unidades que restaram do Prisma, serão vendidas como Joy, que era o nome da versão de entrada do sedan, mas que agora é um novo nome de modelo, só que o modelo não é novo, é o Prisma. É, continuou confuso, entenda melhor o Joy Plus aqui.

Veja também: Chevrolet Prisma, conheça todas as versões

9º Volkswagen Polo: Golfinho da Volks e tubarão das vendas 

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

O Volkswagen Polo ganhou o apelido de Golfinho por suas semelhanças com o irmão Golf e por que não trocar um pouco o sentido das palavras para explicar a posição do hatch no mercado? O Polo pode até parecer um peixe menor para a Volkswagen, mas ele tem atacado o mercado automotivo como um tubarão. Não à toa, ficou vários meses em 2019 na frente do próprio carro de entrada da Volkswagen, o popular Gol.

Leia também: Avaliação Volkswagen Polo Highline 200 TSI 

10º Jeep Renegade: o pendurado

Divirta-se com os altos e baixos, ironias e coincidências do mercado automotivo

Não teve carro que se pendurou mais nesse ranking dos 10 carros mais vendidos de 2019 que o Jeep Renegade. O SUV despencou cinco meses para fora do top 10, ficou três em décimo lugar e o restante oscilando entre a sexta e nona posição. Mas foi segurando com as duas mãos a beira do penhasco e chutando com os dois pés os concorrentes que o Renegade conseguiu garantir a décima posição no ranking geral e ainda o título de SUV mais vendido de 2019. 

Leia também: Avaliação do Jeep Renegade Trailhawk 4x4 2.0 Turbo Diesel

10 Carros mais vendidos do Brasil

Chevrolet Onix: 241.214
Ford Ka: 104.331
Hyundai HB20: 101.590
Renault Kwid: 85.117
Volkswagen Gol: 81.285
Fiat Argo: 79.001
Fiat Strada: 76.223
Chevrolet Prisma: 73.721
Volkswagen Polo: 72.057
10º Jeep Renegade: 68.720

Talvez você também se interesse: 

Como vender o carro mais rápido?
5 Carros usados na faixa de 20 mil
Veja 6 SUVs novos de até 70 mil
6 Melhores dicas para comprar um carro usado
10 SUVs mais vendidos no Brasil em 2019
10 Sedans mais vendidos de 2019

Carros mais vendidosChevroletHyundaiVWFiatJeepSedanHatchSUV
Comentários