Novo VW Polo GTS: faróis inteligentes e grade iluminada, mas sem Virtus

Esportivo também será reestilizada no primeiro semestre do ano que vem, mantendo o motor 250 TSI, mas deve sobreviver apenas na configuração hatch
Por Leonardo Felix
25.05.2021 às 19h:04 • Att. há cerca de 4 meses
Esportivo também será reestilizada no primeiro semestre do ano que vem, mantendo o motor 250 TSI, mas deve sobreviver apenas na configuração hatch

Já revelamos na semana passada, em parceria com o @overboostbr e o @decaronacomleandro, alguns segredos sobre o que vai mudar na gama do novo Polo, do novo Virtus e do inédito Polo Track, três produtos que a marca alemã deve lançar no Brasil no primeiro semestre do ano que vem.

Com base nessas informações, o colega Renato Aspromonte preparou uma projeção antecipando como deverá ficar o novo Polo GTS. Conforme detalhamos ao revelar o Polo 200 TSI 2023, o visual da versão esportiva acompanhará o design dianteiro do novo Polo europeu, mas com alguns elementos exclusivos em relação às demais versões do compacto nacional.

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto

Por aqui, o Polo GTS será a única versão do hatch renovado com faróis de LED por projetores e dotados do sistema inteligente IQ Light, a ser estreado este mês no país pelo Taos. Ele inclui fachos direcionais e com regulagem automática de altura, luzes de neblina integradas, função antiofuscamento para outros veículos e raio de alcance otimizado lateral e longitudinalmente. 

Além disso, o hot hatch nacional deve incorporar a grade com filete iluminado do novo Polo Highline brasileiro. Já as divisórias da grade e das tomadas de ar inferiores do para-choque serão do tipo colmeia, imitando à perfeição o desenho do novo Polo GTI europeu. Isso significa que os faróis de neblina devem ficar encravados nas próprias colmeias.

Leia também: Avaliação: Honda Civic está ameaçado no Brasil, mas ainda é um carrão

Motor 250 TSI

Na parte de trás, como antecipamos, o novo Polo não adotará lanternas bipartidas, o que significa que tanto as peças de iluminação quanto a tampa do porta-malas manterão o formato atual, recebendo apenas guias de LED nas lanternas, o novo logotipo da VW e a grafia do nome do modelo ao centro da tampa. 

A versão GTS, em específico, adotará ainda um para-choque traseiro exclusivo, também inspirado no futuro Polo GTI europeu, com direito a difusor e dupla saída de escapamento. Por dentro, o modelo seguirá com bancos esportivos, costuras e molduras na cor vermelha e quadro de instrumentos digital de 10,25”.

Leia também: Controlamos a nova Fiat Toro pela Alexa. Será que deu certo?

O motor será o mesmo 250 TSI do Polo GTS atual, um 1.4 turboflex de quatro cilindros com 16 válvulas, duplo comando variável e injeção direta de combustível, capaz de render 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque com gasolina ou etanol. O câmbio se mantém o automático de seis marchas da Aisin com função Tiptronic.

A grande novidade é que, desta vez, o Polo GTS virá desacompanhado. Isso porque o Virtus GTS, projeto brasileiro bancado pelo chefe de design da marca na América Latina, José Carlos Pavone, deve dar adeus ao mercado. 

Leia também: Direção elétrica, hidráulica e eletro-hidráulica: as diferenças entre elas

Polo GTS, Virtus R-Line?

O motivo é simples: enquanto o Polo GTS emplacou 800 unidades entre janeiro e abril de 2021, uma média de 200 exemplares por mês, de acordo com levantamento exclusivo da Mobiauto, o Virtus GTS foi responsável por apenas 202 emplacamentos no período ou 50 por mês, praticamente um quarto do volume.

Como o novo Virtus terá visual próprio, seguindo as linhas do Nivus, não fará mais sentido aplicar o mesmo “rosto” do Polo GTI europeu ao sedan. Para seu lugar, a VW estuda lançar uma outra versão do Virtus com o propulsor 1.4 turbo, mais “classuda”, para assumir de vez o lugar do Jetta 250 TSI. Ela pode se chamar R-Line.

[video] 

Você também pode se interessar por:

VW Polo 2022 ganha central do Nivus, mas deixa visual novo para... 2022
Cinco qualidades do VW Up! que nenhum outro carro popular teve
VW Tiguan ficará assim para encarar Jeep Commander e Tiggo 8 Plus
Avaliação: VW Nivus, vale mais a pena a versão Comfortline ou Highline?
VW Polo e Virtus: os principais problemas, segundo os donos

volkswagen polo
novo vw polo
novo vw polo gts
novo vw polo gti
carro hatch
hatch esportivo
hatch turbo
hot hatch
rosto de óculos escuros

Comentários