Novo Peugeot 208: rede dá um jeito de baixar preços em até R$ 5 mil

Lojas aproveitaram nova regra do Confaz para aproximar hatch dos concorrentes
Por Renan Bandeira
23.10.2020 às 18h:58 • Att. há cerca de 1 mês
Lojas aproveitaram nova regra do Confaz para aproximar hatch dos concorrentes

 A nova geração do Peugeot 208 é tida como o renascimento da marca no Brasil, mas seu preço elevado no lançamento, diante da concorrência de VW Polo, Chevrolet Onix e Hyundai HB20, tornou a vida do hatch mais complicada no mercado nacional.

Cobrando R$ 74.900 na versão de entrada, R$ 91.380 na intermediária e R$ 96.800 na topo de linha, a marca mostrou que deixou de lado o conceito de carro popular com valores superiores aos pedidos pelos concorrentes da categoria:

  • Onix 1.0 turbo (aut.): LT parte de R$ 71.490; LTZ parte de R$ 74.590; Premier I parte de R$ 81.890
  • HB20 (aut.): Vision 1.6 parte de R$ 66.590; Evolution 1.0 turbo parte de R$ 69.590; Diamond 1.0 turbo parte de R$ 75.590.
  • Polo: 1.6 MSI parte de R$ 69.450; Comfortline 1.0 TSI parte de R$ 78.190; Highline 1.0 TSI parte de R$ 91.150

Mas, ao que parece, as concessionárias buscaram uma forma de aproximar o hatch francês dos concorrentes com preços mais atraentes.

Em contato com as concessionárias da marca, a reportagem da Mobiauto apurou que as versões do modelo são oferecidas com valores distintos dos que foram apresentados em seu lançamento oficial, ainda em setembro. Confira:

  • Active - R$ 74.990 para R$ 72.800 (redução de R$ 2.190);
  • Allure - R$ 91.380 para R$ 86.628 (redução de R$ 4.752);
  • Griffe - R$ 96.800 para R$ 91.800 (redução de R$ 5.000).

Lojas aproveitaram nova regra do Confaz para aproximar os preços do hatch com os da concorrência

De acordo com a marca, não se trata de um desconto, nem promoção. Na verdade, uma nova regra tarifária do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária), órgão responsável por ditar as normas sobre impostos em nosso país, ampliou o processo de faturamento direto. Valendo desde outubro, a nova legislação descomplica a troca de notas envolvendo comprador, concessionária e fabricante, no ato da compra.

Antes, o comprador ia até a loja com CNPJ, escolhia o veículo e efetuava a compra. Mesmo que o carro estivesse na concessionária, não podia ser retirado. Então, o veículo era levado para a fábrica - ou retirado diretamente nela - para depois chegar ao dono, com nota faturada pela fabricante.

Agora, segundo a rede, as novas regras do Confaz permitem que a compra como pessoa jurídica sejam feitas na concessionária e que o veículo seja retirado imediatamente no local, uma vez que tenha sido simplificado o processo de “troca de notas”, permitindo que o veículo do estoque da concessionária tenha nota faturada diretamente pela fabricante por meio do e-commerce, e não necessariamente pela loja.

O “desconto” oferecido pela rede é, na verdade, uma ampliação do processo de compra por meio do Peugeot Direct - e-commerce da marca no qual são feitas as vendas diretas - permitindo a extensão do método de venda, que passa a utilizar os estoques das concessionárias e não só da fábrica.

Lojas aproveitaram nova regra do Confaz para aproximar os preços do hatch com os da concorrência

Como o Peugeot Direct utiliza os estoques e pode ser feito nas lojas, estas passaram a dar a opção de compra já com valores da venda direta ao consumidor. Por isso há a redução de até R$ 5 mil.

 Questionada sobre o procedimento, a Peugeot enviou o seguinte posicionamento:

“Em relação ao questionamento, a Peugeot do Brasil informa que as tabelas de preços públicos sugeridos do Novo 208 continuam as mesmas, bem como as parcelas do programa Peugeot Just Drive It, com recompra garantida a 100% da tabela Fipe. 

Esclarecemos, ainda, que com a nova Resolução do Confaz, a cobertura da modalidade de faturamento direto ao consumidor, que nomeamos como Peugeot Direct, foi ampliada com a venda direta para pessoa física do veículo em estoque da rede, gerando uma oportunidade atraente para que o cliente e concessionário fechem o negócio.”

Novo Peugeot 208

A nova geração do 208 já pode ser encontrada nas concessionárias da marca. O veículo chega com três versões, como vimos acima, e será equipado com o já conhecido motor quatro-cilindros 1.6 EC5 aspirado flex de 118/115 cv e 16,1 kgfm, aliado ao câmbio automático de seis marchas.

O modelo será fabricado na Argentina sobre a plataforma modular CMP, mesma do 208 europeu. Com forte apelo visual, a Peugeot busca ficar com 5% das vendas do segmento.

Confira avaliação completa do Peugeot 208.

[video]

Talvez você também se interesse:

8 Carros automáticos 0 km de até 70 mil
SUVs novos de até 70 mil
10 Melhores carros com motor turbo de até 100 mil

Carro hatchhatch compactoPeugeot 208Lançamentos
Comentários