Nova Toyota Hilux GR-Sport poderá vir rebaixada de série

Versão esportivada da picape média foi apresentada na Tailândia em duas opções: uma mais alta e pau para toda obra, outra rebaixada para rodar no estilo
Por Renan Bandeira
26.08.2021 às 15h:15 • Att. há cerca de cerca de 2 meses
Versão esportivada da picape média foi apresentada na Tailândia em duas opções: uma mais alta e pau para toda obra, outra rebaixada para rodar no estilo

A Toyota apresentou a versão esportivada GR-Sport da Hilux na Tailândia. A opção já foi flagrada em testes no Brasil, como a Mobiauto já contou neste outro artigo, o que indica que deve voltar às lojas brasileiras nos próximos meses.

Essa configuração existiu aqui entre 2018 e 2020, quando era empurrada pelo motor V6 a gasolina de 234 cv e 38,3 kgfm ou 2.8 turbodiesel de 177 cv e 45,9 kgfm, sempre automática. Porém, quando a Hilux recebeu um facelift no final do ano passado, ela foi retirada da lista de versões.

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto 

No sudeste asiático, a Hilux esportivada foi apresentada novamente apenas com o motor 2.8 turbodiesel, que na reestilização foi recalibrado para entregar 204 cv e 51 kgfm de torque. Ele é gerenciado pelo câmbio automático de seis marchas e tem tração 4x4.

Versão esportivada da picape média foi apresentada na Tailândia em duas opções: uma mais alta e pau para toda obra, outra rebaixada para rodar no estilo

Essas são as mesmas especificações das versões turbodiesel da picape média aqui no Brasil, e que devem ser aproveitadas pela configuração com apelo esportivo em seu relançamento no nosso mercado. 

A diferença fica para a suspensão, que por lá ficou mais reforçada com braços duplos na dianteira e cinco lâminas no feixe de molas traseiro. Por aqui, esperamos que esse mesmo reforço seja adotado.

Leia também: Nova Toyota Hilux: de R$ 145 mil a R$ 250 mil, veja versões e equipamentos

Fato curioso é que a Hilux GR-Sport lançada na Tailândia traz duas opções de suspensão, sendo uma convencional e outra rebaixada - que não deve vir ao Brasil. Neste segundo caso, o motor e o câmbio se repetem, só que a tração é apenas 4x2 traseira. 

A variante, chamada de “low rider”, faz uma alusão à cultura americana de modificação de carros que surgiu em meados do século passado, e que se concentra principalmente no uso de suspensões hidráulicas e rebaixadas.

Versão esportivada da picape média foi apresentada na Tailândia em duas opções: uma mais alta e pau para toda obra, outra rebaixada para rodar no estilo

Assim como os low riders, a nova Hilux GR-Sport tailandesa andará mais baixo nessa configuração, literalmente. A suspensão poderá ter a altura reduzida em 2,3 cm. Tomando como base o vão livre do solo da versão de topo da picape vendida aqui, SRX 4x4 diesel, teríamos uma picape com 26,3 cm de distância do chão.

Leia também: Toyota Hilux terá motor diesel híbrido no Brasil nos próximos anos

Sim, a Hilux GR-Sport rebaixada ainda é alta. Mas, tirando os pneus de uso misto para adotar os convencionais e reduzindo a roda de liga leve de 18 para 17 polegadas, ela fica ainda mais baixa.  

Nessa versão, a picape recebe também um bodykit exclusivo com pára-choque aerodinâmico, saias laterais e difusor na parte traseira. Além disso, terá acabamento em preto brilhante na grade e nas entradas de ar - que são artificiais.

Já a GR-Sport convencional foi apresentada com dianteira diferente da vista rodando camuflada no Brasil. Ela abandona o emblema da marca e recebe a assinatura “Toyota” centralizada na grade dianteira, enquanto o logo “GR” vai para o canto da peça.

Leia também: Toyota vai vender Hilux, SW4 e Corolla Cross em troca de soja e milho

Versão esportivada da picape média foi apresentada na Tailândia em duas opções: uma mais alta e pau para toda obra, outra rebaixada para rodar no estilo

Por dentro, ambas as opções têm acabamento exclusivo com bancos esportivos em couro sintético pintado de preto com detalhes vermelhos, central multimídia de 8 polegadas, sete airbags e pacote de sistemas autônomos Toyota Safety Sense.

A nova Hilux GR-Sport deve ser lançada no Brasil até o fim deste ano, pouco depois de ser apresentada globalmente no Japão e em outros mercados asiáticos. Ela chegará ao nosso mercado via Argentina, assim como o restante da gama.

Talvez você também se interesse: 

Avaliação: Toyota Corolla Cross Hybrid é para rodar manso na cidade 

Toyota Corolla Cross: os itens que o SUV terá e o sedan não 

Toyota Corolla Cross: de R$ 140.000 a R$ 180.000, veja preços e itens 

Nova Toyota Hilux: de R$ 145 mil a R$ 250 mil, veja versões e equipamentos


Toyota Hilux
Versao Esportiva Hilux
Hilux GR-Sport
Nova Hilux GR-Sport
GR-Sport rebaixada
Hilux rebaixada
novidades
picapes médias
picapes
picapes da Toyota
rosto de óculos escuros

Comentários