Mitsubishi Pajero Full, ícone de “SUV raiz”, sairá de linha após 40 anos

Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990
Por Leonardo Felix
15.05.2021 às 12h:00 • Att. há cerca de 1 mês
Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990

O Mitsubishi Pajero Full finalmente deixará o mercado brasileiro. A despedida já era esperada, visto que o encerramento de sua produção no Japão, de onde o SUV vem importado, havia sido anunciado em julho do ano passado. Desde então se sabia que o fim de linha ocorreria em algum momento deste ano, sem que houvesse um sucessor.

Pois o momento chegou. E para marcá-lo, a HPE, representante oficial da marca Mitsubishi no Brasil, anunciou a comercialização de uma série especial de despedida, chamada Legend Edition, limitada a 100 unidades. O problema é que adquirir uma não será nada barato: R$ 356.990, mais caro do que o novo Pajero Sport (R$ 327.990).

Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe 

O Pajero Full Legend Edition será oferecido com o mesmo conjunto mecânico de sempre: motor 3.2 turbodiesel de 200 cv e 44,7 kgfm, câmbio automático de cinco marchas e tração 4x4 integral permanente com sistema Super Select AWD-II.

Trajetória de 40 anos (ou seriam 80?)

Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990

O Pajero é um SUV com 39 anos e quatro gerações de história. Contudo, seus primórdios remontam à década de 1930, quando a Mitsubishi Heavy Industries, até então especializada em construção e reparo de navios e aeronaves, desenvolveu o projeto PX 33, um jipe com tração 4x4 para uso militar encomendado pelo governo japonês.

Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990

O PX 33 acabou não sendo efetivamente comprado pelo governo, mas se tornou o primeiro veículo de produção nipônico com tração 4x4 e serviu de base para que, em 1973, fosse apresentado o primeiro protótipo do que viria a ser a primeira geração do SUV Pajero no Salão do Automóvel de Tóquio daquele ano.

Leia também: Audi A3 compra passagem de volta para o Brasil por R$ 284.990

Àquela altura, a empresa havia acabado de fundar a Mitsubishi Motor Company, braço voltado à produção de veículos sobre rodas, no esteio do sucesso de automóveis de passeio da companhia, como o próprio PX 33, o sedan 500 e os kei cars Minica e Colt.

Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990

Um segundo conceito foi revelado em 1978, mas foi só em outubro de 1981, em outra edição do Salão de Tóquio, que a versão de produção do Pajero foi revelada, já pronta para ganhar o mercado japonês e mundial no começo do ano seguinte.

Nome feio (nos países de língua espanhola)

Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990

O nome Pajero vem da espécie Leopardus pajeros, conhecido popularmente como gato-dos-pampas. Curiosamente, a expressão “paja” em alguns países de língua espanhola é uma forma pejorativa de designar masturbação, sendo “pajero” aquele que se masturba com frequência. Por isso, nesses locais, o SUV da Mitsubishi se chama Montero. 

Leia também: Chevrolet Montana com cara de Agile morre e mata base do Corsa de 1994

Evolução

Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990

Desde o lançamento, o Pajero teve quatro gerações. A mais recente delas foi apresentada em 2006, mas na verdade representava uma evolução da plataforma utilizada desde 2001. Ou seja: neste ano o Pajero Full completa duas décadas sendo construído sobre a mesma base.

Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990

O Pajero chegou ao nosso mercado no início dos anos 1990, em meio à abertura do mercado nacional para veículos importados. Nos últimos anos, foi vendido já como Pajero Full nas configurações de três portas com entre-eixos encurtado (conhecida como Pajero 3D) e de cinco portas alongada, o atual Pajero Full.

Leia também: Encher o tanque até a boca prejudica o carro e até a sua saúde

Jipe 4x4 não trocava de plataforma desde 2001 e terá vendas descontinuadas no Brasil e no mundo. Série especial de despedida custará R$ 356.990

Foi essa que se manteve em linha nos últimos anos e que marcará a despedida definitiva do Pajero. O nome seguirá em uso pelo Pajero Sport, que, como já dissemos, é um SUV de sete lugares baseado na picape L200 Triton. O Pajero TR4, primo menor que compartilhava o nome, mas utilizava outra plataforma, já havia sido descontinuado em 2014.

Você também pode se interessar por:

Fiat Toro 2022: cinco coisas que queríamos que mudasse na picape
Fiat terá três SUVs tamanho P, M e G nos próximos anos
Quais carros de Jeep e Fiat terão motor turbo (e quando chegam)
Assinar um Fiat ou Jeep custará de R$ 1.350 a R$ 4.730 por mês
Stellantis: como fusão afetará Fiat, Jeep, Citroën e Peugeot no Brasil


SUV 4x4SUV turbodieselSUV MitsubishiMitsubishiSUVPajeroPajero FullPajero Full sai de linhaMitsubishi Pajero

Comentários