Exclusivo: Renault lançará nova família com 2 SUVs e 1 picape no Brasil

Produtos de porte compacto e compacto-médio chegam entre 2025 e 26, incluindo os sucessores de Duster e Oroch mais o SUV de 7 lugares Bigster
Por Leonardo Felix
23.02.2023 às 12:00
Produtos de porte compacto e compacto-médio chegam entre 2025 e 26, incluindo os sucessores de Duster e Oroch mais o SUV de 7 lugares Bigster

A Renault vai acelerar seu plano de reestruturação no Brasil nos próximos três anos. O objetivo será descolar a imagem de marca de carros extremamente populares e oferecer produtos mais rentáveis e de maior valor agregado. A exceção, obviamente, será o Kwid, atual carro-chefe da empresa no país. Fora ele, nenhum outro produto escapará.

Segundo nossas mais recentes apurações, a fabricante francesa prepara o lançamento de três novos produtos de porte compacto e compacto-médio, construídos a partir da plataforma CMF-B, voltados a mercados emergentes como o brasileiro entre 2025 e 26.

Você também pode se interessar por:

· Avaliação: Renault Kwid E-Tech, 4 pontos cruciais sobre o Kwid elétrico
· Avaliação: Renault Kwid Zen, o que tem o carro mais barato do Brasil?
· Exclusivo: Renault Captur deve sair de linha no Brasil

Produtos de porte compacto e compacto-médio chegam entre 2025 e 26, incluindo os sucessores de Duster e Oroch mais o SUV de 7 lugares Bigster
SUV de 7 lugares Bigster será o produto mais caro da família

Os três não têm relação com o projeto HJF, um SUV de porte menor, derivado do novo Dacia Sandero Stepway, e que chegará ao mercado brasileiro no começo de 2024 estreando também o motor 1.0 turboflex de três cilindros da família TCe, com cerca de 120 cv de potência.

A Mobiauto entende que se trata de uma nova família em torno da terceira geração do Duster, que terá um posicionamento quase de SUV compacto-médio de cinco lugares. Acima dele ficará o Bigster, que compartilhará a estrutura dianteira, porém com uma traseira esticada e reforçada para transportar até sete passageiros.

Por fim, a segunda geração da Oroch, picape compacta-média que ficará mais sofisticada, aproveitando a estrutura dianteira do novo Duster e a suspensão traseira reforçada do Bigster. Todos devem contar com os motores 1.0 (três-cilindros 12V) e 1.3 (quatro-cilindros 16V) turboflex TCe.

Anuncie seu carro na Mobiauto

Produtos de porte compacto e compacto-médio chegam entre 2025 e 26, incluindo os sucessores de Duster e Oroch mais o SUV de 7 lugares Bigster

Onde a nova família Duster será produzida

Esta é a pergunta que mais vem intrigando as pessoas envolvidas diretamente nos projetos. Como a própria aliança Renault-Nissan-Mitsubishi já confirmou, a segunda geração da picape Oroch será produzida na Argentina.

Quanto ao SUV de sete lugares Bigster, há rumores internos de que ele pode ser o produto escolhido para ser fabricado no México. Porém, o mais lógico é que ele seja fabricado em São José dos Pinhais (PR), junto ao Duster de terceira geração.

Produtos de porte compacto e compacto-médio chegam entre 2025 e 26, incluindo os sucessores de Duster e Oroch mais o SUV de 7 lugares Bigster

Picape derivada Nissan

A própria Renault já deu a entender que a Oroch de segunda geração terá uma irmã gêmea da Nissan, aos mesmos moldes do que já acontece com as picapes médias Nissan Frontier e Renault Alaskan.

Leia também: Renault Stepway 1.0 2023 é páreo para o novo Citroën C3?

Produtos de porte compacto e compacto-médio chegam entre 2025 e 26, incluindo os sucessores de Duster e Oroch mais o SUV de 7 lugares Bigster

Novo Duster x novo Kicks

O mesmo acontecerá de maneira mais moderada entre as novas gerações de Renault Duster e Nissan Kicks, que ganharão as ruas justamente no período entre 2025 e 26. 

Além de usar a mesma plataforma, ambos terão um compartilhamento maior de componentes mecânicos, mas terão carrocerias distintas. O Kicks será menor e deve ocupar a lacuna entre o projeto HJF e o novo Duster, que será maior, mais largo e robusto. 

Quanto ao Bigster, não há previsão de que tenha um irmão direto da marca japonesa, pelo menos por enquanto.

Convivência com antecessores

Produtos de porte compacto e compacto-médio chegam entre 2025 e 26, incluindo os sucessores de Duster e Oroch mais o SUV de 7 lugares Bigster

Outro fator possível é a convivência dos novos Duster e Oroch com os produtos de geração atual, recentemente renovados. Seria uma estratégia assertiva de rentabilidade, com foco dos produtos antigos a vendas diretas e custo-benefício. Por isso mesmo, ainda não está claro se os novos Duster e Oroch seguirão se chamando assim.

Vale lembrar que a Oroch foi recentemente renovada no Brasil, enquanto há planos de longo prazo para o Duster B0+, pelo menos até 2028, com previsão de um facelift mais aplicação do motor 1.0 TCe turbo no ano que vem.

Imagens:
Projeção novo Duster:
@kolesaru
Dacia Bigster: Divulgação/Dacia
Projeções nova Oroch e picape Nissan:
@kdesignag

Renault Duster
Nova família Renault
Renault Duster G3
Renault Duster terceira geração
Novo Renault Duster 2025
Renault Bigster
Nova Renault Oroch
Renault CMF-B
Renault 7 lugares
Nova picape argentina Renault

Comentários