Chevrolet Onix já começa a faltar nas lojas e a gerar filas de espera

Suspensão na produção do hatch e do sedan Onix Plus começa a ser sentida nas concessionárias. Veja quais as versões mais afetadas
Por Leonardo Felix
05.03.2021 às 18h:10 • Att. há cerca de 1 mês
Suspensão na produção do hatch e do sedan Onix Plus começa a ser sentida nas concessionárias. Veja quais as versões mais afetadas

Com Camila Torres

Não demorou muito para a paralisação na produção de Chevrolet Onix e Onix Plus em Gravataí (RS) começasse a ser sentida pelas concessionárias e, consequentemente, pelos clientes em busca de uma unidade zero-quilômetro de um dos modelos.

A Mobiauto apurou junto a revendas de diferentes regiões do país que o compacto já está começando a rarear nos estoques, em especial nas versões mais baratas. A única configuração encontrada com frequência é justamente a de topo, Premier (com as derivações I e II). De resto, as filas de espera já se tornaram frequentes.

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe Mobiauto

Ou seja: a GM priorizou a montagem de exemplares das versões de topo (e mais caras) de hatch e sedan, a fim de forçar vendas com tíquete médio mais alto no período. Das demais opções, todas começaram a faltar em diferentes partes do Brasil.

Em Salvador, concessionárias pedem de 30 a 90 dias de espera pela configuração 1.0 aspirada manual e também pela 1.0 Turbo Automática e LT Turbo, as mais baratas a contar com esse trem de força. A pronta entrega, constam apenas as versões LTZ e Premier.

Leia também: Indústria monta carros incompletos e busca peças de avião para não parar

Suspensão na produção do hatch e do sedan Onix Plus começa a ser sentida nas concessionárias. Veja quais as versões mais afetadas

Essa é a mesma realidade de uma revenda consultada em Porto Alegre (RS) e outra no Rio de Janeiro (RJ). Numa loja de Florianópolis (SC), só a Premier constava em estoque, com promessa de que as configurações LTZ e RS chegariam na próxima semana. De resto, o prazo de entrega passado foi de 120 dias.

Em Belo Horizonte encontramos o caso mais drástico: lá, uma concessionária já não tinha nenhuma unidade a pronta entrega, pedindo de 30 a 60 dias para entrega de qualquer uma delas. A prioridade, mais uma vez, está na chegada da versão Premier.

Leia também: Toyota Corolla Cross chega para ser o que a Fielder não conseguiu

Já em revendas de São Paulo (SP), maior mercado do país, encontramos cenários diversos. Três revendas afirmaram ainda ter o Onix aspirado e versões 1.0 turbo manuais em oferta, porém nas últimas unidades. 

Após o esgotamento delas, há a previsão de chegada de mais alguns exemplares, porém todos das configurações Premier. Os lojistas paulistanos também pedem prazos de 60 a 90 dias para entrega de versões esgotadas.

Entre todas as distribuidoras consultadas, o maior consenso está na ausência da versão Turbo AT. Esta não foi encontrada em nenhum estoque consultado por nossa reportagem.

Você também pode se interessar por:

Chevrolet Onix e Onix Plus: os principais problemas, segundo os donos
Chevrolet fará mais dois SUVs e duas picapes com R$ 10 bilhões
Picape Chevrolet rival da Toro terá SUV gêmeo de sete lugares
Comparativo: Chevrolet Onix RS encara outros quatro hatches esportivados 

chevrolet onixchevrolet onix pluschevrolet produção paralisadacarro de entradacarro popularcarro hatchcarro sedancarro compactocarro mais vendido no Brasilhatch compactosedan compacto

Comentários