Chevrolet Onix já começa a faltar nas lojas e a gerar filas de espera

Suspensão na produção do hatch e do sedan Onix Plus começa a ser sentida nas concessionárias. Veja quais as versões mais afetadas
Por Leonardo Felix
05.03.2021 às 18h:10 • Att. há cerca de 7 meses
Suspensão na produção do hatch e do sedan Onix Plus começa a ser sentida nas concessionárias. Veja quais as versões mais afetadas

Com Camila Torres

Não demorou muito para a paralisação na produção de Chevrolet Onix e Onix Plus em Gravataí (RS) começasse a ser sentida pelas concessionárias e, consequentemente, pelos clientes em busca de uma unidade zero-quilômetro de um dos modelos.

A Mobiauto apurou junto a revendas de diferentes regiões do país que o compacto já está começando a rarear nos estoques, em especial nas versões mais baratas. A única configuração encontrada com frequência é justamente a de topo, Premier (com as derivações I e II). De resto, as filas de espera já se tornaram frequentes.

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe Mobiauto

Ou seja: a GM priorizou a montagem de exemplares das versões de topo (e mais caras) de hatch e sedan, a fim de forçar vendas com tíquete médio mais alto no período. Das demais opções, todas começaram a faltar em diferentes partes do Brasil.

Em Salvador, concessionárias pedem de 30 a 90 dias de espera pela configuração 1.0 aspirada manual e também pela 1.0 Turbo Automática e LT Turbo, as mais baratas a contar com esse trem de força. A pronta entrega, constam apenas as versões LTZ e Premier.

Leia também: Indústria monta carros incompletos e busca peças de avião para não parar

Suspensão na produção do hatch e do sedan Onix Plus começa a ser sentida nas concessionárias. Veja quais as versões mais afetadas

Essa é a mesma realidade de uma revenda consultada em Porto Alegre (RS) e outra no Rio de Janeiro (RJ). Numa loja de Florianópolis (SC), só a Premier constava em estoque, com promessa de que as configurações LTZ e RS chegariam na próxima semana. De resto, o prazo de entrega passado foi de 120 dias.

Em Belo Horizonte encontramos o caso mais drástico: lá, uma concessionária já não tinha nenhuma unidade a pronta entrega, pedindo de 30 a 60 dias para entrega de qualquer uma delas. A prioridade, mais uma vez, está na chegada da versão Premier.

Leia também: Toyota Corolla Cross chega para ser o que a Fielder não conseguiu

Já em revendas de São Paulo (SP), maior mercado do país, encontramos cenários diversos. Três revendas afirmaram ainda ter o Onix aspirado e versões 1.0 turbo manuais em oferta, porém nas últimas unidades. 

Após o esgotamento delas, há a previsão de chegada de mais alguns exemplares, porém todos das configurações Premier. Os lojistas paulistanos também pedem prazos de 60 a 90 dias para entrega de versões esgotadas.

Entre todas as distribuidoras consultadas, o maior consenso está na ausência da versão Turbo AT. Esta não foi encontrada em nenhum estoque consultado por nossa reportagem.

Você também pode se interessar por:

Chevrolet Onix e Onix Plus: os principais problemas, segundo os donos
Chevrolet fará mais dois SUVs e duas picapes com R$ 10 bilhões
Picape Chevrolet rival da Toro terá SUV gêmeo de sete lugares
Comparativo: Chevrolet Onix RS encara outros quatro hatches esportivados 

chevrolet onix
chevrolet onix plus
chevrolet produção paralisada
carro de entrada
carro popular
carro hatch
carro sedan
carro compacto
carro mais vendido no Brasil
hatch compacto
sedan compacto
rosto de óculos escuros

Comentários