Caoa Chery Exeed LX: SUV de luxo chinês quer briga com Audi, BMW e Mercedes

Modelo será lançado no Brasil no segundo semestre de 2021, se o coronavírus deixar, e quer disputar clientes do segmento premium
Por Leonardo Felix
06.03.2021 às 12h:00 • Att. há cerca de 1 mês
Modelo será lançado no Brasil no segundo semestre de 2021, se o coronavírus deixar, e quer disputar clientes do segmento premium

A Caoa Chery vem mudando a percepção do consumidor brasileiro acerca dos carros chineses. Em vez de apostar em segmentos mais populares, com valores acessíveis, a operação sino-brasileira vem investindo em modelos de maior porte, em especial SUVs.

Agora, a marca quer elevar um pouco mais seu tíquete médio no país numa espécie de experimento quase antropológico: descobrir se nosso mercado está preparado para aceitar um SUV chinês de luxo, criado para brigar com modelos de marcas premium.

Confira o valor do seu carro na Tabela Fipe 

No segundo semestre de 2021, se a pandemia do coronavírus deixar, a empresa lançará no Brasil o Exeed LX. Estamos falando de um SUV médio baseado no Tiggo 7, porém com visual e acabamento muito mais refinados, seguindo uma proposta premium.

Seu objetivo será pescar clientes das versões mais caras do Jeep Compass, na faixa de R$ 200 mil, e até possíveis compradores de modelos como Audi Q3, BMW X1, Mercedes-Benz GLA e Volvo XC40, cujos preços já estão disparando para mais de R$ 300 mil.

Leia também: Toyota Corolla Cross chega para ser o que a Fielder não conseguiu

Modelo será lançado no Brasil no segundo semestre de 2021, se o coronavírus deixar, e quer disputar clientes do segmento premium

Nascido sobre a plataforma T1X, a mesma que dá vida a Tiggo 5X, Tiggo 7 e Tiggo 8, o Exeed LX aproveita elementos estruturais do SUV intermediário da família, como para-brisa, coluna A e portas laterais, além do mesmo entre-eixos (2.670 mm).

Entretanto, seus balanços dianteiro e traseiro são exclusivos, dando a ele um visual próprio e medidas levemente distintas. São 4.533 mm de comprimento, 1.848 mm de largura e 1.699 mm de altura, respectivamente 28 mm, 11 mm e 29 mm a mais do que o Tiggo 7.

Leia também: Indústria monta carros incompletos e busca peças de avião para não parar

Modelo será lançado no Brasil no segundo semestre de 2021, se o coronavírus deixar, e quer disputar clientes do segmento premium

O interior conta com um acabamento bem mais sofisticado que o do irmão, além de doses mais generosas de tecnologia. No painel, uma régua única e flutuante traz duas telas de 12,3 polegadas, uma com o quadro de instrumentos 100% digital e outra com a central multimídia, ao estilo Mercedes. Ambas são de alta resolução e a segunda tem até realidade aumentada.

No console elevado, os comandos do ar-condicionado são os mesmos de Tiggo 8 e Arrizo 6, copiando o sistema de modelos da Land Rover. Mas a manopla de câmbio, minúscula e operando como uma tecla, é exclusiva do LX.

Leia também: Os 15 SUVs mais lentos à venda no Brasil

Modelo será lançado no Brasil no segundo semestre de 2021, se o coronavírus deixar, e quer disputar clientes do segmento premium

O modelo deve contar ainda com sistemas semiautônomos de auxílio à condução e carregador de celular por indução. E o motor não será o 1.5 turboflex com injeção indireta de Tiggo 5X e 7, mas sim o 1.6 TGDi a gasolina de 187 cv e 28 kgfm do Tiggo 8, com combustível injetado diretamente na câmara e câmbio automatizado de dupla embreagem banhado a óleo.

O Exeed LX será montado localmente em Anápolis (GO), sendo o primeiro dos dez novos modelos que a Caoa promete produzir no local até 2025 com um investimento de R$ 1,5 bilhão

Além dele, a empresa deve apostar em outros produtos da Exeed no mercado brasileiro. Afinal, trata-se de uma submarca de luxo da Chery na China, como é a Lexus em relação à Toyota, por exemplo. Veja mais detalhes do projeto em nosso vídeo exclusivo do quadro O Que Vem Pra Pista!

[video] 

Você também pode se interessar por:

Novo Honda HR-V é mistura de Caoa Chery com Fiat Strada e VW Nivus
Avaliação: Caoa Chery Tiggo 8 é mesmo a oitava maravilha do mundo?
Como apps de delivery fizeram moto virar o transporte mais letal de SP

caoa chery exeed lxexeedcarro SUVSUV premiumSUV médioSUV turboSUV chinêsSUV chinês de luxoSUV de luxo

Comentários