Comparativo Volkswagen T-Cross ou Chevrolet Tracker?

Volkswagen T-Cross ou Chevrolet Tracker? Compare design, espaço, desempenho, consumo, segurança, itens de série e preço.

Imagem de Camila Torres

Camila Torres

Jornalista Automotiva

30 de Março de 2020 às 21:51

·

Atualizado há 3 meses

Comparativo Volkswagen T-Cross ou Chevrolet Tracker?

Imagem de Camila Torres

Camila Torres

Jornalista Automotiva

30 de Março de 2020 às 21:51

·

Atualizado há 3 meses

Um dos embates mais desejados do mundo automotivo está formado, de um lado temos o Volkswagen T-Cross Highline de R$ 114.990 e do outro o novo Chevrolet Tracker Premier de R$ 112.990. Em 2018, o Tracker esteve entre os SUVs mais vendidos, já em 2019, foi a vez do T-Cross. Mas nesse ano os dois SUVs turbinados prometem se encarar mais de perto. Para saber qual merece mais uma vaga na sua garagem, comparamos o design, espaço, desempenho, consumo, segurança e itens de série, porém, o que determinou o vencedor foi o fator mais antigo de todos, entenda.

Consulte o valor do seu carro na Tabela Fipe 

Versões e preço Volkswagen T-Cross e Chevrolet Tracker

Volkswagen T-Cross 1.0 Turbo 200 TSI Manual: R$ 85.990
Volkswagen T-Cross 1.0 Turbo 200 TSI Automático: R$ 94.490
Volkswagen T-Cross Comfortline 1.0 Turbo 200 TSI Automático: R$ 106.790
Volkswagen T-Cross Highline 1.4 Turbo 250 TSI Automático: R$ 114.990

Leia também: Avaliação Volkswagen T-Cross

Chevrolet Tracker 1.0 turbo: R$ 82.000
Chevrolet Tracker LT 1.0 turbo: R$ 89.900
Chevrolet Tracker 1.2 turbo: R$ 90.500
Chevrolet Tracker LTZ 1.2 turbo: R$ 99.900
Chevrolet Tracker Premier 1.2 turbo: R$ 112.000

Design de SUV da cidade

A aparência do Volkswagen T-Cross é muito bem acertada. A grade dianteira superior casa bem com o formato dos faróis e com a grande inferior. Os vincos são discretos e as proporções do carro são equilibradas. Mesmo seguindo uma estética de “utilitário esportivo da cidade”, a Volkswagen soube ainda assim trazer um ar parrudo na medida certa para a proposta do modelo. A traseira tem um toque de ousadia com as lanternas que parecem estar ligadas uma a outra através de um detalhe da pintura. O desenho do escapamento é um dos detalhes mais esportivo do carro. Na versão Highline faróis e lanternas são em LED, maçanetas e retrovisores são na cor veículo e as rodas em liga aro 17.

Já a estética do Chevrolet Tracker reforça mais ainda a estética de um SUV urbano: robusto, porém sem qualquer sombra de virilidade. A ampla grade frontal segue uma tendência utilizada em muitos modelos lançados nos últimos anos, que juntamente com as proporções avantajadas do capô juntamente com os vincos deixam o utilitário esportivo mais atlético. O design dos faróis tem uma personalidade moderna, já as lanternas traseiras nem tanto. Na versão Premier, ambos são em LED. A configuração topo de linha também com rodas em liga leve aro 17, teto solar e detalhes cromados na dianteira.

Espaço: no final quem desempata é o porta-malas

O Tracker tem de comprimento 4270 mm, o T-Cross 4.199. O Tracker tem de largura 1791 mm, o T-Cross 1.760. O Tracker tem de entre eixos 2651 mm, o T-Cross 2570 mm. Como se pode ver, o primeiro leva vantagem no comprimento e largura, enquanto o segundo sai na frente no entre eixos. Porém, o espaço interno do VW T-Cross é muito bem acertado, o que torna a diferença de largura em que ele fica em desvantagem quase imperceptível. 

O que também pode servir como critério de desempate é a capacidade do porta-malas, o Chevrolet Tracker tem 393 litros, já o Volkswagen T-Cross conta com um recurso que permite aumentar o espaço destinado para malas de 373 litros para 420 litros. O que muda? No último SUV é possível levar uma mochila a mais. 

Veja também: Veja 4 SUVs 2019 de até 80 mil


Desempenho: quem tem mais fôlego para uma subida?

O Volkswagen T-Cross 250 TSI Automático conta com motor 1.4 Turbo de 150 cavalos e 25,5 kgfm de torque. O Chevrolet Tracker 2021 Premier tem motor 1.2 Turbo de 133 cavalos e 21,4 kgfm de torque. Ambos têm caixa de câmbio automática de seis velocidades, mas só o Volkswagen T-Cross tem as aletas atrás do volante para troca manual. 

Como é de se esperar, o Volkswagen T-Cross é mais esperto que o rival, até mesmo pela relação peso potência de 8,9 kg/cv, contra os 9,5 kg/cv do novo Tracker. O SUV da Volks também é mais ágil nas retomadas e aceleradas, e tem mais fôlego em subidas íngremes. Mas nenhum dos dois foi feito para terra, são SUVs urbanos por natureza. A ausência de tração 4x4 impede os veículos de encararem grandes aventuras, mas funcionam bem nas ruas esburacadas de uma cidade grande, como São Paulo por exemplo. 

Leia também: Confira 10 SUVs 2019 de até 100 mil


Consumo: diferença é menor que uma lata de Coca-Cola

No quesito autonomia a disputa entre os SUVs é mais acirrada, a diferença é tão pequena, que sequer dá para chamar de vantagem. O Volkswagen T-Cross 250 TSI Automático etanol faz 7,7 km/litro na cidade e 9,3 km/litro na estrada, com gasolina faz 11 km/litro na cidade e 13,2 km/litro na estrada. Já o Chevrolet Tracker 2021 Premier 1.2 Turbo Automático abastecido com etanol faz 7,7 km/litro na cidade e 9,4 km/litro na estrada, com gasolina passa para 11, 2 km/litro na cidade e 13,5 km/litro na estrada. A maior diferença não dá para encher nem uma lata de Coca-Cola. 


Segurança: entre itens e estrelas

Os dois SUVs contam com seis airbags, alarme antifurto, alerta sonoro e visual de não utilização dos cintos de segurança dianteiros, apoios de cabeça em todos os bancos com ajuste de altura, cintos de segurança dianteiros com regulagem de altura e pré-tensionador, cinto de segurança de três pontos para os cinco ocupantes, controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle de tração (ASR), fixação de assento de criança com sistema ISOFIX® / Top tether, indicador de controle da pressão dos pneus, assistente de partida em rampa e câmera de ré. Os itens de segurança que os diferenciam são: 

Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI

· Bloqueio eletrônico do diferencial (eds)

· Sistema de frenagem automática pós-colisão 

· Sensores de estacionamento dianteiros e traseiros

· Sistema detector de fadiga do motorista

Chevrolet Tracker Premier

· Alerta de colisão frontal

· Alerta de ponto cego

· Aviso sonoro do cinto de segurança traseiro

· Brake light

· Faróis dianteiros tipo projetor em LED com luz auxiliar para manobras

· Frenagem automática de emergência em baixa velocidade

· Indicador de distância do veículo da frente

· Indicador de nível de vida de óleo

· Lanterna de neblina

· Luz de condução diurna / Luz de posição em LED

· Regulagem de altura dos faróis

· Sistema de freios com ABS, sistema de distribuição de frenagem ("EBD") e assistência de frenagem de urgência ("PBA")

· Sensor de estacionamento dianteiro, lateral e traseiro

· Sistema de imobilização do motor

Como se pode ver, o Chevrolet Tracker Premier tem uma lista de itens de segurança bem mais completa que o rival. O SUV da Chevrolet ainda não foi testado pelo Latin NCAP, mas o Onix, no qual ele foi baseado recebeu cinco estrelas. O Volkswagen T-Cross já passou pelo teste e conquistou cinco estrelas, tanto na categoria adulto, como infantil. 


Principais itens de série

Volkswagen T-Cross Highline: banco do motorista com ajuste de altura e lombar, banco do passageiro dianteiro rebatível, bancos, volante, manoplas de câmbio e freio revestidos em couro, saídas de ar para o banco traseiro, detalhes internos cromados, direção elétrica, pedaleira esportiva com acabamento em alumínio, controle de velocidade, rack de teto e duas tomadas 12V. 

Chevrolet Tracker Premier: adesivo de coluna na cor preto (exceto nos veículos na cor Preto Ouro Negro), rack de teto na cor prata, spoier traseiro, volante esportivo com revestimento premium, acendimento automático dos faróis através de sensor crepuscular, carregador wireless, controlador de limite de velocidade e velocidade de cruzeiro, descansa-braço traseiro com 2 porta-copos, direção elétrica progressiva, sistema de estacionamento automático, indicador de troca de marchas, sensor de chuva com ajuste automático de intensidade, tomada de força 12V, central multimídia de 8 polegadas e WI-FI.

Ambos compartilham de ar-condicionado digital, descansa braço dianteiro, entrada USB para banco traseiro, retrovisor interno eletrocrômico, espelhos retrovisores externos elétricos e rebatíveis, acesso sem chave e botão para partida do motor, sistema Start & Stop.

Qual comprar? 

O design do Volkswagen T-Cross é mais harmonioso, mas no que se trata de aparência o gosto fala mais alto que questões técnicas. No quesito espaço, cada modelo se destaca em uma medida, mas no geral, o SUV da Volkswagen sai na frente por ser mais bem acertado e por ter um ajuste de capacidade do porta-malas. No desempenho, o ponto vai para novamente para o T-Cross, (mas sem largar muito na frente). Já em consumo é o Chevrolet Tracker que leva vantagem (mesmo que pequena). Em itens de série e segurança a lista do utilitário esportivo da Chevrolet é bem mais completa (mas bem mais mesmo). 

Tecnicamente, temos um empate. A saída é recorrer ao preço. Volkswagen T-Cross Highline R$ 114.490 x Chevrolet Tracker Premier R$ 112.000. Ora, ora, encontramos o vencedor.

Talvez você também se interesse:

Avaliação Jeep Renegade
5 SUVs automáticos usados de até 50 mil
6 SUVs novos de até 70 mil
10 SUVs mais vendidos no Brasil em 2019

Comentários

Outras notícias

Notícias de Comparativo que possam te interessar

Comparativo

10 Itens que o Chevrolet Onix tem e o Kia Rio não

Novo Chevrolet Onix ou o recém-lançado Kia Rio? Dez itens para tirar qualquer dúvida.

Comparativo

Comparativo: Toyota Corolla ou Honda Civic 2020?

O embate clássico de sedans está formado. Confira o compartivo Toyota Corolla ou Honda Civic 2020.

Comparativo

5 SUVs automáticos usados de até 50 mil

Na lista 5 SUVs automáticos usados de até 50 mil você pode comparar desempenho, consumo, espaço e principais itens de série para saber qual o melhor modelo.

Comparativo

5 Carros usados na faixa de 20 mil

Veja 5 Carros usados na faixa de 20 mil que ainda estão em linha e fazem até parte dos modelos 0km mais vendidos.

Outras notícias

Notícias de Comparativo que possam te interessar

Comparativo

10 Itens que o Chevrolet Onix tem e o Kia Rio não

Novo Chevrolet Onix ou o recém-lançado Kia Rio? Dez itens para tirar qualquer dúvida.

As últimas notícias

Novidades, eventos, avaliações e muito mais

Notícias

Carros mais vendidos no primeiro semestre de 2020 por categoria

Veja os carros mais vendidos de cada categoria no primeiro semestre de 2020. Fiat Strada passa Jeep Renegade no ranking.

Notícias

Cinco dos dez carros mais vendidos em junho no Brasil são SUVs

Estão entre os carros mais vendidos de junho: VW T-Cross, Chevrolet Tracker, Hyundai Creta e os irmãos Jeep Compass e Renegade

Game

Lucas Torres não cumpre promessa de esmagar o time do Zeca Chaves

Zeca Chaves ganha de Carro Chefe, mas ambos continuam na disputa pelo carro 0km.

Comparativo

10 Crossovers e SUVs mais econômicos do Brasil

Qual o SUV/crossover mais econômico do Brasil? Chevrolet Tracker, Volkswagen Nivus, Nissan Kicks e Suzuki Vitara estão entre os mais econômicos.

As últimas notícias

Novidades, eventos, avaliações e muito mais

Notícias

Carros mais vendidos no primeiro semestre de 2020 por categoria

Veja os carros mais vendidos de cada categoria no primeiro semestre de 2020. Fiat Strada passa Jeep Renegade no ranking.