Renault Kwid E-Tech terá substituto com direito a irmão gêmeo da Nissan

Marca usará a mesma plataforma, mas espera-se que o subcompacto se torne mais competitivo contra os modelos chineses
Por Renan Rodrigues
21.12.2023 às 11:20
Marca usará a mesma plataforma, mas espera-se que o subcompacto se torne mais competitivo contra os modelos chineses

Essa semana, a Mobiauto mostrou os planos da Nissan para criar uma picape irmã da futura Renault Niagara e tentar complicar a vida da Fiat Toro. No entanto, os olhares mais atentos, perceberam outros modelos para a América Latina: dois compactos elétricos de entrada.

Obviamente, a Aliança Renault-Nissan não deu detalhes sobre os produtos. No entanto, a apresentação deixa claro que se trata de carros para o segmento A, ou seja, dos subcompactos. A plataforma será a CMF-AEV, a mesma utilizada pelo Renault Kwid E-Tech.

Você também pode se interessar por:

Em comunicado à imprensa, Makoto Uchida, CEO da Nissan, garantiu que os carros serão desenvolvidos juntos, pensando no mercado local, mas não garante onde serão fabricados os modelos. A ideia é vende-los também na Índia.

Este novo modelo deverá substituir o Kwid E-Tech, que está posicionado no mesmo segmento, mas sofre com a concorrência de BYD Dolphin e GWM Ora 03, por exemplo. Vale lembrar que o Kwid E-Tech é feito na China, ainda que seja um projeto indiano.

Vale lembrar que a Renault está reformulando sua gama de modelos, além do recém-apresentado Kardian, a empresa terá um SUV cupê, picapes, híbridos e elétricos, conforme mostramos neste texto. Ainda assim, a marca faz mistério sobre o futuro do Kwid, que já tem seis anos de mercado.

Os planos contemplam lançamentos até 2030, portanto, é provável que a dupla de elétricos seja lançada antes dessa data.

Renault
Renault NIssan
Renault Kwid
Renault Kwid elétrico
Renault Kwid E-Tech
Nissan
Nissan elétrico
Carro elétrico
Carro elétrico Nissan

Comentários