Novo Renault Captur 1.3 turbo chega em junho de 2021 e será assim

SUV compacto da marca francesa estreará o propulsor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes.
Por Leonardo Felix
31.08.2020 às 18h:39 • Att. há 5 meses
SUV compacto da marca francesa estreará o propulsor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes.

Quem entra no site oficial da Renault no Brasil já deve ter observado que não existe mais nenhuma opção do Captur no configurador com motor 2.0. Até mesmo a série especial Bose só existe com a opção 1.6 flex de 120 cv e 16,2 kgfm.

O Duster, cuja profunda reestilização estreou no país em março deste ano, já havia deixado de lado a motorização com maior deslocamento. Com isso, o 2.0 da Renault, capaz de render 148 cv e 20,9 kgfm, passa a existir somente na picape Duster Oroch e no esportivo Sandero RS.

SUV compacto da marca francesa estreará em meados do ano que vem o propulsor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz

Por que os dois SUVs deixaram de lado uma motorização mais potente? Para emitir menos poluentes, enquanto aguardam pela chegada do motor 1.3 TCe, um quatro-cilindros turboflex com injeção direta, muito mais moderno, forte e eficiente que seu antecessor.

Sua chegada é aguardada para 2021 e será o Captur o responsável por estreá-lo, na linha 2022. O SUV compacto receberá ainda uma reestilização visual, que incluirá elementos mais refinados no acabamento interno. Dois deles são o volante e a central multimídia do novo Duster.

SUV compacto da marca francesa estreará em meados do ano que vem o propulsor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz

Um flagra publicado há alguns dias pelos colegas da Quatro Rodas revela que as principais mudanças externas se concentrarão na dianteira, onde o Captur brasileiro receberá nova grade e para-choque. Só que a inspiração não será na nova geração do Captur europeu, derivada do Clio. 

SUV compacto da marca francesa estreará em meados do ano que vem o propulsor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz

O visual virá do Captur Initiale Paris, edição especial da geração antiga do Captur vendido na Europa ocidental, e que tinha um design externo exclusivo em relação às demais versões do modelo.

A dupla assinatura em C cromado no para-choque será a mesma do novo Kaptur já lançado na Rússia. Ela abriga as luzes diurnas em LED (DRL). Porém, enquanto os faróis de neblina são filetadas no irmão russo, o brasileiro trará um conjunto com projetores semiesféricos. 

SUV compacto da marca francesa estreará em meados do ano que vem o propulsor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz

Com isso, o desenho da tomada de ar inferior também muda. Já a grade e os faróis preservarão o mesmo desenho do Kaptur, incluindo fachos integralmente em LED nas versões de topo. Veja como é o Kaptur na imagem abaixo:

SUV compacto da marca francesa estreará em meados do ano que vem o propulsor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz

Sobre o motor 1.3 TCe, ele foi desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz, que desenvolveu o cabeçote. É um quatro-cilindros 16V turbo com injeção direta, que no Brasil será flex. Rende 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque, e se alia a um câmbio automático CVT.

A estreia do novo Captur está prevista para o fim do segundo trimestre do ano que vem, mais provavelmente em junho. No segundo semestre, o motor 1.3 TCe passará para a linha 2022 do Duster.

SUV compacto da marca francesa estreará em meados do ano que vem o propulsor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz

Você também pode se interessar:

Chevrolet Onix RS, o rival de “mentirinha” do VW Polo GTS
Hyundai Creta 2021 aposta em versões abaixo de R$ 100.000
Os 10 carros automáticos 0 km mais baratos à venda no Brasil

renault captursuv compactocarro suvcarro turbo
Comentários