Lamborghini que chega a 325 km/h vira viatura de polícia no Brasil

Lamborghini Gallardo V10 de 560 cv e avaliado em R$ 800 mil pertencia ao “rei do Bitcon” e foi apreendido em operação da Polícia Federal
Por Camila Torres
26.08.2021 às 08:00
Lamborghini Gallardo V10 de 560 cv e avaliado em R$ 800 mil pertencia ao “rei do Bitcon” e foi apreendido em operação da Polícia Federal

A Polícia Federal do Estado do Paraná nunca esteve tão bem no que se trata de transporte. Integra agora a frota de viaturas um Lamborghini Gallardo LP 560-4 com motor 5.2 V10 de 560 cv e 55,1 kgfm. O superesportivo vai de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos e pode chegar até 325 km/h, e está avaliado em cerca de R$ 800 mil. 

Lamborghini Gallardo V10 de 560 cv e avaliado em R$ 800 mil pertencia ao “rei do Bitcon” e foi apreendido em operação da Polícia Federal

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto

O câmbio é automatizado de seis marchas e o supercarro tem tração integral. O ano-modelo não foi informado, mas já deve ter alguns bons quilômetros rodados, já que a marca italiana deixou de produzir o Gallardo em 2013, para substituí-lo pelo Huracán. 

Mas como um superesportivo de uma das marcas mais renomadas e desejadas foi parar na frota da polícia brasileira? O Lamborghini Gallardo é fruto da Operação Daemon. O modelo foi aprendido em julho, após a polícia apurar uma série de fraudes cometidas por um grupo empresarial que negociava criptomoedas.

Lamborghini Gallardo V10 de 560 cv e avaliado em R$ 800 mil pertencia ao “rei do Bitcon” e foi apreendido em operação da Polícia Federal

Leia também: O que acontece se pararmos em uma praça de pedágio sem dinheiro

O carro pertencia ao empresário Cláudio José de Oliveira, chamado de “rei do bitcoin”. Ele é acusado de desviar R$ 1,5 bilhão em transações de compra e venda de criptomoedas.

Mas não se anime muito, porque dificilmente você verá este “Lambo” perseguindo bandidos a 300 km/h no Brasil. Tampouco algum transgressor da lei terá o privilégio de ser capturado e levado para a cadeia a bordo dessa máquina. Por um motivo simples: a PF não está autorizada a realizar perseguições com o superesportivo. 

Lamborghini Gallardo V10 de 560 cv e avaliado em R$ 800 mil pertencia ao “rei do Bitcon” e foi apreendido em operação da Polícia Federal

Apesar da potência que tornaria quase impossível perder de vista qualquer fugitivo, o modelo não terá essa finalidade. Muito menos para o transporte de detentos. Enquanto o modelo estiver sob poder da polícia, será usado em causas nobres, como eventos e ações pedagógicas de repressão ao crime organizado.

O carro já está adesivado com o brasão da PF, mas em breve será devolvido à Justiça Federal, que irá leiloá-lo para indenizar as pessoas prejudicadas pelas ações da organização criminosa.

Leia também: Entenda o plano que prevê imposto de importação zero para carros europeus em 15 anos
 

Tem Lamborghini, Porsche e BMW

A Polícia Rodoviária Federal teve parte da sua frota renovada na última quarta-feira (18), quando a corporação comemorou aniversário de 93 anos. Sete modelos apreendidos de organizações criminosas passaram a compor a frota da PRF.

Entre os modelos estão: Range Rover Velar P300 SE R-Dynamic Porsche Cayenne GTS, Mercedes Benz E300, BMW 330I M Sport 2.0, BMW 320I 2.0 e Jeep Grand Cherokee. Mas quem realmente chamou atenção foi a picape Toyota Tundra 5.7 V8, que nunca foi comercializada oficialmente no Brasil.

Pelo menos o transporte não será mais problema para a PRF. A frota está avaliada em mais de R$ 2 milhões e o modelo mais barato da lista custa mais de R$ 250 mil. Essa foi uma forma que a Justiça Federal encontrou para mostrar que o crime não compensa. 

Confira mais detalhes do Porsche e BMW que virarem viaturas

Talvez você também se interesse: 

Brasileiro tem o 5º pior poder aquisitivo no mundo para comprar um carro
Carros para PCD: congresso deve prorrogar pedido de isenção de IPI
Afinal, quando é permitido “furar o sinal vermelho” na nova lei de trânsito?
Cinco fatos que mostram que o carro não vai acabar no Brasil

Carro de luxo vira viatura
Polícia Federal
Lamborghini

Comentários