Carro elétrico mais vendido no Brasil é um Porsche de até R$ 1 milhão

Depois do Audi E-tron liderar o segmento em 2020, quem acelera o mercado de elétricos este ano é o Porsche Taycan
Por Camila Torres
12.05.2021 às 11h:00 • Att. há cerca de 1 mês
Depois do Audi E-tron liderar o segmento em 2020, quem acelera o mercado de elétricos este ano é o Porsche Taycan

O Porsche Taycan é o carro elétrico mais vendido no Brasil no primeiro quadrimestre de 2021. As 170 unidades do esportivo elétrico vendidas entre janeiro e abril deste ano renderam cerca de R$ 135 milhões em faturamento para a fabricante alemã de carros de luxo. 

O Taycan é ofertado a partir de R$ 573.461. Mas não é a versão de entrada a responsável pela liderança do modelo entre os elétricos. 

No levantamento exclusivo feito pela Mobiauto, a versão queridinha do público é a intermediária 4S, de quase R$ 650 mil, com 128 emplacamentos. Depois vêm as topo de linha Turbo S e Turbo, com 27 e 15 emplacamentos, respectivamente. 

Das cinco versões do Porsche Taycan comercializadas no Brasil, as duas de menor valor não tiveram nenhuma unidade vendida em 2021, de acordo com nosso levantamento. Abaixo listamos as versões e preços do elétrico da Porsche. 

Leia também: 5 melhores carros híbridos de até R$ 160 mil


Versões e preços Porsche Taycan 

Taycan: R$ 573.461

Taycan 4 Cross Turismo: R$ 633.461

Taycan 4S: R$ 649.398

Turbo S: R$ R$ 1.042.201

Turbo: R$ 891.354


Elétricos e suas curiosidades 

Muita gente se surpreende ao ver que os elétricos mais vendidos no Brasil são carros de luxo. Em 2020, com 185 emplacamentos, o Audi E-tron liderou o segmento. Estamos falando de um automóvel cuja versão de entrada custa R$ 559.900. 

Agora, em apenas quatro meses o Porsche Taycan, que é ainda mais caro, está quase alcançando o que seu rival demorou um ano para vender. 

Provavelmente o título desta reportagem foi o que te trouxe até aqui. Afinal, o quão inesperado é um carro deste valor liderar o segmento? Se analisarmos com cuidado, nem tanto. Afinal, a tecnologia do carro elétrico ainda está longe de ser democratizada.

Leia também: O que ninguém conta sobre os carros elétricos

Desde o câmbio automático até carros híbridos, modelos que trazem tecnologias inéditas normalmente pertencem ao segmento de luxo. Fazem sucesso primeiro em modelos mais caros e só depois de um tempo se popularizam. 

O mesmo acontece com os carros elétricos, ainda longe de ser muito acessível por aqui. Para se ter uma ideia, o elétrico mais barato em nosso mercado hoje é um JAC iEV20 de 68 cv, que custa R$ 159.900. E ele é o único abaixo de R$ 200.000. Na sequência aparece o Renault Zoe E-Tech, chegando a R$ 220.000.

Será mais fácil encontrar consumidores dispostos a pagar R$ 160.000 em um minielétrico chinês de 68 cv ou entre R$ 500.000 e R$ 1 milhão em um esportivo alemão elétrico cheio de tecnologia e com 761 cv?

Ainda não temos carros elétricos acessíveis à venda no Brasil. Em compensação, já temos elétricos que são verdadeiras máquinas. Foram elas que lideraram esse mercado ainda incipiente no ano passado, e seguirão fazendo o mesmo este ano e nos próximos, até que alguma fabricante consiga entregar a tecnologia a valores mais amigáveis. 


Desempenho e autonomia Porsche Taycan 

Depois do Audi E-tron liderar o segmento em 2020, quem acelera o mercado de elétricos este ano é o Porsche Taycan

Taycan: motor traseiro elétrico de 326 cv e 35,6 kgfm de torque / potência overboost com controle de largada: 408 cv / velocidade máxima: 230 km/h / 0 a 100 km/h em 5,4 segundos / câmbio automático e tração traseira / bateria de 79,2 KWh / autonomia: 354 km

Taycan 4 Cross Turismo: motor elétrico dianteiro e traseiro de 190 cv e 25,5 kgfm de torque / potência e torque combinados: 380 cv e 44 kgfm de torque / potência overboost com controle de largada: 476 cv / 0 a 100 km/h em 5,1 segundos / câmbio automático e tração integral / bateria de 93,4 KWh / autonomia: 389 km

Taycan 4S: motor elétrico dianteiro e traseiro de 265 cv e 32,6 kgfm de torque / potência e torque combinados de 530 cv e 65,3 kgfm de torque / velocidade máxima: 250 km/h / 0 a 100 km/h em 4 segundos / câmbio automático tração integral / bateria de 79,2 KWh / autonomia: 333 km

Leia também: Avaliação: Audi E-tron é enorme e não tem retrovisor

Taycan Turbo: motor elétrico dianteiro e traseiro de 340 cv e 43,3 kgfm de torque / potência e torque combinados: 625 cv e 86,7 kgfm de torque / potência overboost com controle de largada: 680 cv / velocidade máxima: 260 km/h / 0 a 100 km/h em 3,2 segundos / câmbio automático e tração integral / bateria de 93,4 KWh / autonomia: 381 km

Taycan Turbo S: motor elétrico dianteiro e traseiro de 340 cv e 43,3 kgfm de torque / potência e torque combinados: 680 cv e 86,7 kgfm de torque / potência overboost com controle de largada: 761 cv / velocidade máxima: 260 km/h / 0 a 100 km/h em 2,8 segundos / câmbio automático e tração integral / bateria de 93,4 KWh / autonomia: 381 km


O que um Porsche Taycan entrega?

O Porsche Taycan 4S se destaca por oferecer itens como suspensão pneumática incluindo Porsche Active Suspension Management (PASM), maçanetas retráteis, faróis em LED com Porsche Dynamic Light System (PDLS), ar-condicionado de quatro zonas, oito airbags, assistente de manutenção de faixa e de frenagem, bancos com 14 vias de ajuste elétrico, vidros com laminação para isolamento térmico e acústico e sistema de áudio Bose. 

O modelo ainda vem com carregador doméstico de 11 kW, carregador on-board AC de 22 kW, carregador on-board DC de 400 V e 150 kW, carregamento DC em 800 V e conector para tomada doméstica e industrial (vermelha, cinco pinos). 

Confira: Carro elétrico: 12 dúvidas muito comuns que todo mundo tem sobre ele

Uma bela lista de itens de série não é mesmo? A de opcionais é ainda maior. Porém, pode deixar esse elétrico absurdamente mais caro. Os equipamentos que contemplam a versão topo de linha despertam ainda mais o desejo de qualquer apaixonado pelo mundo automotivo. 

A versão 4S Turbo acrescenta chassi 4D, eixo traseiro direcional, vetorização inteligente de torque, freios de carbono-cerâmica, sistema de aerodinâmica ativa com aerofólios retráteis e faróis em LED Matrix. Os bancos esportivos passam a ter 18 vias de ajustes elétricos, volante multifuncional GT com aro esportivo e detalhes do interior em fibra de carbono. 

Talvez você também se interesse: 

Os 10 carros elétricos mais baratos à venda no Brasil
19 carros híbridos e elétricos que devem ser lançados no Brasil em 2021
Carro elétrico: 12 dúvidas muito comuns que todo mundo tem sobre ele
Avaliação: Audi E-tron é enorme e não tem retrovisor
O que ninguém conta sobre os carros elétricos

PorscheTaycanCarro elétricoEsportivo elétricoAudi E-tronCarro elétrico mais vendido

Comentários