Avaliação JAC T40 CVT

O modelo está custando R$ 75.490

Imagem de Mayara Sauer

Mayara Sauer

Jornalista Automotiva

19 de Dezembro de 2019 às 11:59

·

Atualizado há 6 meses

Avaliação JAC T40 CVT

Imagem de Mayara Sauer

Mayara Sauer

Jornalista Automotiva

19 de Dezembro de 2019 às 11:59

·

Atualizado há 6 meses

 O JAC T40 é importado da China. Segundo a montadora, há um projeto de ter uma fábrica da JAC Motors no Brasil, em Goiás, mas foi suspenso temporariamente por causa de uma queda na demanda, mas deve ser retomado nos próximos anos. 

O JAC T40, se apresnta em duas versões, o T40 MT e o T40 CVT. A diferença entre elas é o conjunto mecânico. Na MT, o motor é 1.5 flex com transmissão manual, e a CVT tem motor 1.6 a gasolina com transmissão CVT automática. A carroceria é a mesma nas duas versões e o preço é diferente. A CVT custa R$ 75.490, 8 mil reais mais caro que a MT. Lembrar que a versão MT chegou ao Brasil em agosto de 2017, e a CVT, em abril de 2018.

Design

O JAC T40 CVT tem a grade em forma de trapézio com barras cromadas. Os faróis são halógenos, mas vem com DRL, luz de condução diurna, de LED. Embaixo do para-choque tem um aplique preto em baixo, caracterizando a proposta fora de estrada do carro. A altura de vão livre em relação ao solo é de 18 cm. Olhando para o segmento de SUV compacto, essa medida está um pouco abaixo da média, pois a maioria dos concorrentes apresentam altura de vão livre a partir de 20 cm. As lanternas são halógenas e invadem bastante a lateral.

O T40 CVT vem com rack no teto, que suporta até 75 kg. As rodas são de liga de alumínio de 16 polegadas e vem com pinças de freios pintadas de vermelho, para dar um toque de esportividade. É um item meramente estético, que não condiz com a performance do carro. Assim como, no interior, em que o volante traz uma costura em vermelho. 

Espaço

O JAC T40 CVT tem de entre eixos 2,49 m. Quando vão dois passageiros no banco traseiro, a acomodação fica confortável, com uma boa folga do joelho em relação ao banco da frente e da cabeça em relação ao teto. O túnel central é baixo, mas como o console está posicionado mais para trás, não dá para deixar o pé em cima do túnel, a não ser que seja um pé de criança. O banco não é bipartidos, ou seja, não dá acesso ao porta-malas.

A abertura da tampa do porta-malas é elétrica, basta apertar o botão na chave o na própria tampa, que já abre automaticamente. A capacidade do porta-malas é de 450 litros. Maior do que a do Hyundai Creta, Nissan Kicks e Honda HRV. Dentro, embaixo do carpete, tem uma bandeja, que dá para colocar objetos menores. E debaixo dela, tem o estepe. Para fechar o porta-malas, a tampa possui um puxador que facilita o movimento.

Conforto e Conectividade

Um ponto alto do carro é o acabamento interno bem feito, com o painel todo emborrachado. Os bancos são revestidos de couro ecológico e são confortáveis. Na parte de conectividade, vem com uma central multimídia de 8 polegadas, sensível ao toque, com Apple CarPlay, Android Auto e conexão Bluetooth. Tem ar condicionado digital de uma zona só e atrás, não tem saídas de ar condicionado. No console vem ainda uma entrada USB e outra auxiliar. 

O quadro de instrumentos tem conta giros e velocímetro analógicos, e um computador de bordo digital que traz dados de cruzeiro, consumo médio, autonomia. Um ponto de atenção é a chave que ainda é do tipo canivete. Para um SUV, esse tipo de chave está fora de moda. 

Confira as ofertas do JAC T40

Desempenho e Dirigibilidade

O JACT40 CVT vem equipado com motor 1.6 aspirado, a gasolina, de 16 válvulas, do tipo DVVT. Na prática, quer dizer que o motor tem variação de tempo, atraso ou adiantamento, na abertura e no fechamento das válvulas de admissão e de escape. Antes, era só na de admissão, no motor VVT. Essa variação do tempo de abertura ou fechamento acontece de acordo com a necessidade do motor, o que deveria melhorar a performance do carro. 

O motor desenvolve até 138 cavalos de potência (6000 rpm mil) e tem 17,1 kgfm de torque (4000 rpm). O problema é que o motor demora a responder. O torque só vai ser entregue a 4 mil giros, o que é meio atrasado, lento. É preciso cravar o pé no acelerador com intensidade para o carro pegar impulso. Isso na posição D do câmbio. Já na posição S, o motor ficar mais esperto, encaixando-se melhor com as respostas do câmbio CVT de 6 velocidades. O detalhe é que as trocas manuais só são pela alavanca. O modelo ficou devendo as aletas atrás do volante.

O JAC T40 CVT vem com um botão no console central, que aciona o modo Winter. Esse modo é recomendado para a neve. Como no Brasil não neva, pode ser usado em terrenos lisos, escorregadios. A suspensão é Mac Pherson na dianteira, e eixo de torção na traseira. Mas, quando passa por qualquer buraco, nota-se que o carro não absorve bem os impactos e nas lombadas, pula muito. É necessário passar nas irregularidades da pista com cuidado.

Consumo

De autonomia, o T40 CVT faz 11,6 km/l na cidade e 12,1 km/l na estrada. Recebeu nota C no Inmetro, tanto na classificação por categoria quanto na classificação geral. O SUV vem com sistema Start Stop do motor, que ajuda na economia de combustível. Para ativar o funcionamento dele, precisa apertar um botão no console central. Porém, mesmo com o recurso ativado, não se nota o funcionamento dele.  

Confira as ofertas do JAC T40

Segurança

Na parte de segurança, o T40 CVT possui dois airbags, três encostos de cabeça no banco traseiro, cintos de três pontos e Isofix. Possui controle de estabilidade e tração, sensores de estacionamento traseiro e dianteiro. É possível acionar os alertas sonoros dos sensores de estacionamento, apertando um botão do lado esquerdo do volante, embaixo do painel. Tem também piloto automático, que para ativar é só apertar um “reloginho” do lado esquerdo do volante. Com a funcionalidade, determina-se uma velocidade para o carro se manter constante

O SUV tem assistente de partida em rampa, que segura o carro em ladeira. Se pressionar um pouco mais o pé no freio e tirar, o carro fica bem paradinho na ladeira. O problema é depois que parou na ladeira, sair dela, o motor sofre para sair. Se não pisar com força no acelerador, o carro corre o risco de descer.

Talvez você se interesse 

 Veja 4 SUVs 2019 de até 80 mil 

 10 SUVs 2019 de até 100 mil 

6 SUVs novos de até 70 mil  

 Nissan Kicks e Hyndai Creta

Comentários

Outras notícias

Notícias de Avaliação que possam te interessar

Comparativo

Comparativo Volkswagen T-Cross ou Chevrolet Tracker?

Volkswagen T-Cross larga na frente no desempenho, mas Chevrolet Tracker leva vantagem no consumo.

Avaliação

As novidades do Hyundai Creta 2020

Veja o que mudou do Creta 2019 para o Creta 2020

Avaliação

Avaliação: Chevrolet Tracker é um SUV urbano

Confira na avaliação do Chevrolet Trckar os motivos para considerar o modelo mais urbano do que off-road.

Avaliação

Avaliação Audi Q5

A linha 2019 do Audi Q5 oferece 5 versões

Outras notícias

Notícias de Avaliação que possam te interessar

Comparativo

Comparativo Volkswagen T-Cross ou Chevrolet Tracker?

Volkswagen T-Cross larga na frente no desempenho, mas Chevrolet Tracker leva vantagem no consumo.

As últimas notícias

Novidades, eventos, avaliações e muito mais

Notícias

Carros mais vendidos no primeiro semestre de 2020 por categoria

Veja os carros mais vendidos de cada categoria no primeiro semestre de 2020. Fiat Strada passa Jeep Renegade no ranking.

Notícias

Cinco dos dez carros mais vendidos em junho no Brasil são SUVs

Estão entre os carros mais vendidos de junho: VW T-Cross, Chevrolet Tracker, Hyundai Creta e os irmãos Jeep Compass e Renegade

Game

Lucas Torres não cumpre promessa de esmagar o time do Zeca Chaves

Zeca Chaves ganha de Carro Chefe, mas ambos continuam na disputa pelo carro 0km.

Comparativo

10 Crossovers e SUVs mais econômicos do Brasil

Qual o SUV/crossover mais econômico do Brasil? Chevrolet Tracker, Volkswagen Nivus, Nissan Kicks e Suzuki Vitara estão entre os mais econômicos.

As últimas notícias

Novidades, eventos, avaliações e muito mais

Notícias

Carros mais vendidos no primeiro semestre de 2020 por categoria

Veja os carros mais vendidos de cada categoria no primeiro semestre de 2020. Fiat Strada passa Jeep Renegade no ranking.