Avaliação: VW Virtus Comfortline é o melhor sedan compacto do Brasil?

Versão intermediária traz um pacote de equipamentos na medida aliado ao conhecido amplo espaço interno e boa dinâmica
Diego Dias
Por
22.02.2024 às 17:05
Versão intermediária traz um pacote de equipamentos na medida aliado ao conhecido amplo espaço interno e boa dinâmica

Em 2023 a Volkswagen promoveu uma das maiores atualizações em sua linha, trazendo um grande destaque para o sedan Virtus, que ganhou uma boa reestilização. Nesse processo podemos dizer que o sedan derivado do Polo amadureceu, se aproximando do belo Nivus em estilo e mantendo suas qualidades, como o amplo espaço interno e boa dinâmica.

Com cinco versões à venda no mercado, o Volkswagen Virtus Comfortline 2024 é uma das mais interessantes, ficando posicionado como uma variante intermediária logo acima do Virtus TSI e abaixo do Virtus Highline.

  • Preço: R$ 128.990

Você também pode se interessar por:

Foi essa configuração que avaliamos na Mobiauto e agora você vai conferir quais seus pontos de destaque e onde poderia melhorar. De antemão, podemos dar um leve spoiler: o sedan traz um pacote de equipamentos interessante e, sem dúvidas, é uma das melhores opções da gama. Sem mais delongas, vamos à avaliação.

VW Virtus Comfortline 200TSI 2024 – Pontos positivos

1. Visual

Não tem como negar: essa reestilização aplicada ao Virtus no ano passado caiu muito bem, deixando o sedan um tanto mais harmonioso visualmente. Apesar da VW ter pego os faróis do Nivus e colocado no Virtus, seu estilo ficou interessante e ainda traz uma grade e um para-choque próprio, que soma faróis de neblina em posição vertical nas extremidades e uma entrada de ar na região central que o deixou mais invocado.


 A grade superior mais estreita deu o toque elegante tão necessário em um sedan, enquanto as rodas de liga-leve aro 15 são bem mais interessantes que da versão TSI, contando com acabamento diamantado. Na traseira a Volkswagen foi mais sutil e mudou apenas o arranjo interno da lanterna em LED, que soma acabamento fumê. O friso cromado no para-choque, indisponível na versão inferior, ajuda a dar volume e refinamento. Em resumo, não tem o estilo despojado do Virtus TSI.

2. Motor 1.0 turbo

O Virtus Confortline mantém o mesmo e famoso motor 1.0 turbo TSI das inferiores, mas nessa configuração tem a calibração mais potente disponível para esse propulsor, com sua potência máxima come etanol de 128 cv e 20,4 kgfm de torque. Na prática há diferença, pois são 12 cv extras e 3,6 kgfm a mais perante a versão TSI logo abaixo. Num sedan de mais de 1.200 kg isso faz diferença, principalmente com o carro carregado.

Falando de desempenho, o Virtus Comfortline mantém o conhecido padrão da marca na sua linha TSI: tem boas acelerações e retomadas, embora o acelerador eletrônico ainda esteja com o conhecido delay – solução para reduzir consumo de combustível. Não é nada que você não se acostume. No mais, o sedan é bastante ágil no uso diário rodando na cidade, enquanto que na estrada mantém com tranquilidade sua velocidade de cruzeiro, dispondo de boa força em ultrapassagens.

3. Estabilidade

Assim, como a motorização, a estabilidade nos carros da Volkswagen mantém seu padrão: transmite segurança. Nas curvas mais fechadas e com variadas mudanças de direção em estradas simples o Virtus obedece ao motorista com primazia, sendo até meio telepático nesse sentido.

A carroceria mal oscila nessas situações e o carro fica muito assentado, garantindo também um nível de diversão para quem está atrás do volante. Trafegando em velocidades mais altas em rodovias o sedan também se dará bem mesmo naquelas junções de pontes, não dando qualquer chance de causar aquela péssima de sensação de flutuar nessas ocasiões.

4. Espaço interno

Embora pareça chover no molhado, não tem como deixar de mencionar o amplo espaço interno do Virtus Comfortline e suas demais versões. Com 4,56 m de comprimento e 2,65 metros de entre-eixos, espaço não é problema para o sedan compacto – que tá longe de honrar a palavra compacto.

As medidas do entre-eixos você deve saber que são iguais ao do T-Cross, mas com a vantagem do banco traseiro ser mais reclinado que o SUV para levar os ocupantes relaxados e com as pernas mais esticadas. Do alto do meu 1,85 m de altura foi possível até cruzar as pernas, tamanha oferta de espaço. No máximo ele perde para o antigo Nissan Versa, e só.

5. Nível de equipamentos

Situado como versão intermediária na gama, o Virtus Comfortline traz uma lista de itens de série interessante, tanto que nem conta com opcionais. Entre os equipamentos de destaque, temos o ar-condicionado digital Climatronic Touch, painel de instrumentos com tela digital de 8 polegadas, rodas de liga-leve de 16 polegadas, carregador de celular por indução, bancos de couro sintético e volante multifuncional com aletas para trocas de marcha. A central multimídia VW Play com tela de 10 polegadas com Apple CarPlay e Android Auto, que era opcional no lançamento do novo sedan, também é de série.

6. Segurança

Sem dúvidas o Virtus é um dos sedans compactos mais seguros à venda no Brasil, já que traz diversos equipamentos de segurança. São seis airbags no total (2 frontais, 2 laterais nos bancos dianteiros e 2 de cortina), sem contar que é um dos poucos a trazer o famoso ACC, o piloto automático adaptativo que acompanha a velocidade e mantém distância do carro à frente.

Soma ainda frenagem autônoma de emergência, assistente de partida em rampas, monitor de pressão dos pneus e sistema de frenagem automática pós-colisão. O mais interessante é que a fabricante coloca todos esses itens desde a segunda versão mais básica (TSI automática).

7. Faróis

Os faróis do Virtus também são dignos de elogios, pois seu conjunto traz iluminação full-LED que é muito bem aproveitada. Agradeça ao Nivus que cedeu o mesmo conjunto. Os espelhos do arranjo interno dos faróis são bem executados e proporciona uma ampla iluminação, tanto que mesmo em trajetos mais escuros poucas vezes é necessário utilizar o farol alto. Nada melhor do que dirigir tranquilo a noite com ótima visibilidade.

8. Porta-malas

Com nada menos do que 521 litros de capacidade pelo padrão VDA, o porta-malas do Virtus Comfortline é o segundo maior do segmento, trazendo assim mais espaço do que, Chevrolet Onix Plus (469 litros), Nissan Versa (482 litros), Honda City (519 litros), Hyundai HB20S (475 litros) e perdendo por uma ligeira margem para o Fiat Cronos (525 litros). O compartimento tem fácil acesso por conta da ampla abertura da tampa e traz boa profundidade. Viajar com o Virtus com toda a família sem dúvidas não vai ser problema.

VW Virtus Comfortline 200TSI 2024 – Pontos negativos

1. Câmbio automático

Já sabemos que essa é uma característica clássica da combinação do motor 1.0 turbo TSI da Volkswagen junto da transmissão automática AQ160 da Aisin, de seis marchas. Mas não deixa de ser incômodo: sempre há trancos nas reduções de marcha, mas principalmente nas duas primeiras. O creeping deste câmbio também é demasiado brusco quando se coloca a alavanca na posição “D” (Drive), assim exige uma certa atenção na hora de manobrar – principalmente em espaços apertados.

2. Câmera de ré

Para um sedan na faixa de R$ 128.000, o Virtus Comfortline deveria contar com uma câmera de maior resolução. Não chega a atrapalhar no uso diário, mas o motorista deverá estar mais atento ao confiar nela para estacionar o carro em ambientes mais escuros, como uma garagem de um prédio ou estacionamento de um shopping.

3. Ar-condicionado touch

Herdado do VW T-Cross europeu, o ar-condicionado automático digital Climatronic está presente a partir do Virtus Comfortline. Apesar do estilo moderno e comandos sem botões, o sistema acaba não sendo muito prático no uso do dia a dia. Simplesmente não é possível fazer um ajuste de temperatura ou nível de ventilação sem ter que desviar o olhar da estrada. Em vez de comandos giratórios convecionais, que funcionam muito bem, é necessário deslizar o dedo sobre o plástico para mudar os parâmetros do sistema. Nada prático.

4. Sem farol automático

Assim como a câmera de ré de resolução bem aquém do esperado, fica difícil defender um carro desta faixa de preço sem um item cada vez mais comum nos carros à venda no mercado nacional: o acendimento automático dos faróis. Ao menos os faróis são eficientes por serem full-LED e contam com regulagem de altura.

VW Virtus Comfortline 200TSI 2024 – Ficha técnica

Motor
1.0, dianteiro, transversal, três cilindros 12V, turbo, flex, injeção direta de combustível, duplo comando de válvulas no cabeçote com variação na admissão e escape, acionado por correia dentada Taxa de compressão: 10,5:1
Taxa de compressão
10,5:1
Potência
116/128 (G/E) cv a 5.500 rpm
Torque
20,4 (G/E) kgfm a 2.000 rpm
Peso/potência
9,48 kg/cv
Peso/torque
59,5 kg/kgfm
Câmbio
automático, 6 marchas
Tração
dianteira
0 a 100 km/h
9,9 segundos
Velocidade máxima
194 km/h
Consumo (Inmetro)
8,3 km/l com etanol e 12,1 km/l com gasolina na cidade; 10,2 km/l com etanol e 14,4 km/l com gasolina na estrada
Dimensões
comprimento, 4.561 mm; largura, 1,751 mm; altura, 1,476 mm; entre-eixos, 2.651 mm; porta-malas, 521 litros; tanque de combustível, 49 litros; carga útil, 427 kg; capacidade de reboque, 400 kg; peso em ordem de marcha, 1.213 kg
Dados técnicos
direção elétrica progressiva; suspensões tipo McPherson (dianteira) e eixo de torção (traseira); freios a disco ventilados (dianteira) e tambor (traseira); diâmetro de giro, 10,9 m; vão livre do solo, 149 mm; ângulo de ataque, não divulgado; ângulo central, não divulgado; ângulo de saída, não divulgado; coeficiente aerodinâmico, 0,299 Cx; pneus 205/55 R16.

VW Virtus Comfortline 200TSI 2024 – Itens de série

  • "ACC" - Controle adaptativo de velocidade e distância
  • "AEB"- Frenagem autônoma de emergência
  • "HHC" (Hill Hold Control) - Assistente para partida em subidas
  • Airbags (2 frontais, 2 laterais nos bancos dianteiros e 2 de cortina)
  • Alerta sonoro e visual de não utilização dos cintos de segurança dianteiros e traseiros
  • Alto-falantes (6)
  • Antena no teto
  • Apoios de cabeça dianteiros com ajuste de altura
  • Apoios de cabeça no banco traseiro com ajuste de altura (3)
  • Ar-condicionado digital "Climatronic" com filtro de poeira e pólen
  • Banco do motorista com ajuste milimétrico de altura
  • Banco traseiro com encosto rebatível bi-partido
  • Carregamento de celular por indução
  • Cintos de segurança dianteiros com regulagem de altura e pré-tensionador
  • Coluna de direção com ajuste de altura e profundidade
  • Controle eletrônico de estabilidade (ESC), Controle de tração (ASR) e Bloqueio eletrônico do diferencial (EDS)
  • Câmera traseira
  • Descanso de braço dianteiro com porta-objetos, saídas de ar traseiras e entrada USB
  • Direção elétrica
  • Espelhos retrovisores externos eletricamente ajustáveis com função tilt down no lado direito
  • Faróis de LED com luz de condução diurna de LED integrada
  • Faróis de neblina com função "Cornering light" (luz de conversão estática)
  • Fixação da cadeirinha de criança com sistema ISOFIX® / Top tether
  • Iluminação do porta-luvas
  • Iluminação no porta-malas
  • Lanternas traseiras parcialmente em LED
  • Limpador do para-brisa com temporizador
  • Luzes de leitura dianteira e traseiras
  • Manopla de transmissão em couro
  • Maçanetas das portas e espelhos retrovisores na cor do veículo
  • Motor 1.0 TSI
  • Painel de instrumentos digital 8"
  • Para-sóis com espelhos iluminados para motorista e passageiro
  • Pneus 205/55 R16
  • Revestimentos dos bancos em couro sintético
  • Rodas de liga leve 16"
  • Sensores de estacionamento traseiros
  • Sistema "Kessy" - acesso ao veículo sem o uso da chave e botão para partida do motor
  • Sistema Start-Stop
  • Sistema de alarme com comando remoto (Keyless)
  • Sistema multimidia "VW Play" tela de 10,1" touchscreen e App-Connect
  • Sistemas de controle da perda de pressão pneus e sistema de frenagem automática pós colisão "Post Collision Brake "
  • Tomadas USB tipo C
  • Transmissão automática de 6 velocidades
  • Vidros elétricos dianteiros e traseiros com função "one touch" nos dianteiros
  • Volante multifuncional em couro com "shift-paddles"

VW Virtus Comfortline 200TSI 2024 vale a pena?

Embora não seja nenhuma pechincha (afinal que carro do Brasil é?), o Volkswagen Virtus Comfortline 2024 traz um pacote equilibrado. Seus itens de série são suficientes para um sedan familiar e até surpreendem no que tange a segurança, sem contar o espaço interno amplo, porta-malas imenso e a boa dinâmica ao dirigir de um sedan que nem mesmo o irmão T-Cross consegue alcançar (supera somente seus pares na categoria).

Dito isso, podemos afirmar que o sedan compacto é uma das melhores opções na categoria e com um bom custo x benefício pelo que oferece, já que está um degrau acima diante de Onix Plus, Cronos e HB20S, sendo acompanhado mais de perto por City e Versa. Além disso, não tem o visual espartano da versão TSI e não é tão caro quanto a Highline. No final, o meio termo é a melhor pedida.

Receba as reportagens da Mobiauto via Whatsapp

vw virtus 2024
vw virtus comfortline 2024
avaliação vw virtus
volkswagen
virtus
sedan
sedan compacto
sedan automático
chevrolet onix plus
fiat cronos
honda city

Comentários