SUV Jeep de 7 lugares terá motores 1.3 turbo e 2.0 diesel

Segundo o Grupo FCA, o modelo será equipado apenas com os motores turbo e chega em 2021
Por Renan Bandeira
07.10.2020 às 14h:59 • Att. há 5 meses
Segundo o Grupo FCA, o modelo será equipado apenas com os motores turbo e chega em 2021

Projeção: Instagram KDesign AG

A Jeep confirmou nesta quarta-feira (7) que seu SUV de sete lugares será lançado no segundo semestre de 2021. O novo modelo será o quarto produto da fábrica de Goiana (PE), que já fabrica os SUVs Jeep Compass e Renegade, e a picape Fiat Toro.

O novo modelo ainda não foi batizado, mas já sabemos que não carregará o nome Compass, como chegou a ser especulado.

De acordo com Tania Silvestre, diretora da Jeep na América Latina, “as únicas duas coisas que esse Jeep de sete lugares terá com o Compass é o DNA da Jeep, e que ele vai fazer tanto sucesso no segmento de SUVs D como o Compass fez no segmento de SUVs C.”

Leia também: porque Territory, Tiguan, Equinox e RAV4 são rivais "fake" do Compass

No entanto, o "suvão" terá um pouco mais do irmão menor do que a FCA conta. Ele vai chegar por aqui com visual exclusivo tanto no balanço dianteiro quanto no traseiro, mas sua relação com Compass será parecida com a da picapinha Fiat Strada de segunda geração e o subcompacto Mobi.

Segundo o Grupo FCA, o modelo será equipado apenas com os motores turbo e chega em 2021 para brigar no segmento de SUV D

Ou seja, o design é diferente, mas ambos compartilham da mesma plataforma, bitolas, suspensões e toda a estrutura disposta entre a dianteira e a coluna B do Compass.

A mudança estrutural está na adequação do monobloco para receber o novo entre-eixos do Jeep de sete lugares, que será mais longo do que o visto no Compass justamente para comportar a terceira fileira de assentos.

O novo modelo ficará posicionado acima do próprio Compass no catálogo da Jeep, e chega para concorrer com Caoa Chery Tiggo 8 e VW Tiguan AllSpace no segmento de SUVs tipo D (médios) para sete passageiros.

Desenvolvido totalmente no Brasil, o Jeep de sete lugares contará com duas opções já confirmadas de motores turbo: 1.3 turbo flex e 2.0 turbodiesel.

O propulsor diesel já é conhecido por aqui e equipa as versões de topo do Compass. Mas deve ser realibrado para superar os atuais 170 cv. Já o 1.3 turbo é uma das novidades prometidas pela FCA para - finalmente - oferecer um projeto de motor mais atualizado, com baixa capacidade cúbica e potência elevada graças ao turbo - como fazem Chevrolet e Volkswagen com seus turbo. 

Segundo o Grupo FCA, o modelo será equipado apenas com os motores turbo e chega em 2021 para brigar no segmento de SUV D

Em sua configuração mais potente, o motor 1.3 turbo flex deve entregar 180 cv e 27,5 kgfm de torque com etanol, e deve substituir de uma vez os motores 2.0 e 2.4 Tigershark aspirados no próprio Compass e na Toro. Uma calibração mais mansa dele, de 150 cv, deve compor futuramente a gama do Renegade e do SUV cupê médio da Fiat que será lançado em 2022.

Leia também: picape Fiat para brigar com Hilux e S10 está a caminho 

Além dele, a fabricante italiana vai oferecer o 1.0 turbo de três cilindros, que gera cerca de 120 cv r deve equipar versões de topo de Argo e Cronos, além do SUV do Argo que estreia em 2021.

A produção dos motores turbo seria iniciada neste mês, mas foi adiada para 2021.

O próximo ano também deve reservar a chegada das versões híbridas de Jeep Renegade e Compass. Este último também receberá o tão aguardado facelift de meia-vida no próximo ano, que, inclusive, já está sendo testado em um protótipo.

Segundo o Grupo FCA, o modelo será equipado apenas com os motores turbo e chega em 2021 para brigar no segmento de SUV D

Imagem: Marlos Ney Vidal/Autos Segredos

Além disso, de acordo com o grupo FCA, Renegade e Compass devem receber os motores turbo entre 2021 e 2023. Neste caso, o Compass deverá ser o primeiro a receber o novo propulsor ainda no ano que vem, enquanto o Renegade terá de esperar um pouco mais para ter a tecnologia.

A baixa para o próximo ano fica com a picape Gladiator, que não deve mais chegar ao Brasil em 2021 por conta do coronavírus. O modelo deverá aparecer por aqui entre 2022 e 2023.

 Talvez você também se interesse:

Fiat Toro, Argo e Cronos 2021 terão grade inspirada na nova Strada
Toyota Corolla: 12 curiosidades sobre o carro mais vendido no mundo
Fiat Strada: 4 em 5 unidades vendidas já são da nova geração
Vira-lata adotado por loja é o "vendedor de carros" mais popular do Brasil 

LançamentoCarro SUVSUV de 7 lugaresJeepCompassRenegade
Comentários