Seis SUVs automáticos de até R$ 70.000 para rodar nas alturas

Quer entrar na onda de dirigir um SUV automático com posição mais elevada sem gastar muito? Estas opções usadas podem ser o que você procura
Por Jornalista Convidado
26.05.2022 às 16h:15 • Att. há cerca de 21 dias
Quer entrar na onda de dirigir um SUV automático com posição mais elevada sem gastar muito? Estas opções usadas podem ser o que você procura

 Por Felipe Oliveira 

Vivemos tempos em que modelos zero-quilômetro que antes eram comuns de se ver nas ruas, estão custando mais de R$ 100.000. Ou seja, tornar-se o primeiro dono de um caro “popular” virou tarefa ainda mais difícil para o brasileiro.

Para você que quer não apenas um carro novo, mas também mudar de um hatch para um SUV (ou se manter nessa categoria com um veículo mais novo), um usado pode ser uma boa opção. Fazendo uma boa pesquisa, é possível até sair com um carro ainda com baixa quilometragem - e por um preço bem mais em conta. 

Anuncie seu carro na Mobiauto

Fizemos um garimpo para encontrar as melhores opções de SUVs automáticos que custem até R$ 70.000. Com o aumento do preço dos veículos, não foi possível encontrar carros com menos de quatro anos de uso, mas, ainda assim, o custo-benefício pode ser bem interessante.

Todos os modelos desta lista possuem câmbio automático, que pode ser convencional, CVT ou automatizado de dupla embreagem. A motorização é um ponto bastante positivo se você prefere um veículo que traga mais resposta ao acelerador. É claro, porém, que nenhum deles terá consumo de carro 1.0. 

A lista foi formada com base na Tabela Fipe divulgada em maio de 2022, o que significa que os valores podem variar de acordo com a região e estado de conservação do veículo, entre outros fatores. Vamos à lista:

6 SUVs automáticos de até R$ 70.000

1. Peugeot 2008 Griffe 1.6 Turboflex 2016

Quer entrar na onda de dirigir um SUV automático com posição mais elevada sem gastar muito? Estas opções usadas podem ser o que você procura

Preço: R$ 65.705

O visual do ano/modelo 2017 está um pouco ultrapassado, mas o Peugeot 2008 segue com itens legais, como o teto solar panorâmico. Porém, é no cofre do motor que o SUV esconde sua principal característica: o famoso 1.6 THP turboflex de 165/173 cv e 24,5 kgfm (G/E), em uma combinação interessante com o câmbio manual de seis marchas.

Desempenho: 165/173 cv e 24,5 kgfm (G/E).
0 a 100 km/h: 12,4 segundos
Consumo (Inmetro): 7,4 km/l (E) e 10,6 km/l (G) na cidade; 9 km/l (E) e 13,1 km/l (G) na estrada. 

Principais itens de série: quatro airbags, câmera de ré, Isofix, freios ABS, ar-condicionado dual zone, direção elétrica, banco do motorista com ajuste de altura, volante multifuncional, piloto automático, sistema de som, teto-solar panorâmico.

2. Hyundai Tucson GLS 2.0 Flex AT 2017 

Quer entrar na onda de dirigir um SUV automático com posição mais elevada sem gastar muito? Estas opções usadas podem ser o que você procura

Preço: R$ 67.031 

O Hyundai Tucson fez muito sucesso no Brasil e continuou sendo vendido pela fabricante sul-coreana mesmo com a chegada do ix35. Depois de anos sendo importado, o carro chegou a ser produzido na fábrica de Anápolis (GO), sob a gestão da Caoa. 

A linha 2017 do SUV pode ser encontrada, segundo a Tabela Fipe, por cerca de R$ 67.000 nas lojas de usados, com motor 2.0 16V e câmbio automático de quatro marchas.

Desempenho: 142/146 cv e 19/19,6 kgfm (G/E).
0 a 100 km/h: 11,3 segundos
Consumo (Inmetro): 5 km/l (E) e 7,1 km/l (G) na cidade; 5,9 km/l (E) e 8,3 km/l (G) na estrada.

Principais itens de série: volante multifuncional, ar-condicionado digital, start-stop, vidros dianteiros e traseiros elétricos, travas elétricas, computador de bordo, direção assistida, sensores traseiros de estacionamento, entre outros.

3. Renault Duster Dynamique 1.6L CVT - 2017

Quer entrar na onda de dirigir um SUV automático com posição mais elevada sem gastar muito? Estas opções usadas podem ser o que você procura

Preço: R$ 70.219 

Se sua intenção é um carro robusto, o Renault Duster pode ser uma boa escolha. Sabemos que deixamos passar um pouquinho o limite de R$ 70.000, mas preferimos colocar a configuração automática (se você preferir a manual, o valor cai para R$ 67.570). 

Além disso, a versão escolhida é a que vem com visual interno mais agradável e com uma recheada lista de equipamentos. O espaço é outra de suas virtudes, com o porta-malas tendo capacidade de 475 litros.

Desempenho: 110/115 cv e 15,5 kgfm (G/E).
0 a 100 km/h: 11,3 segundos
Consumo (Inmetro): 7,2 km/l (E) e 10,7 km/l (G) na cidade; 7,8 km/l (E) e 11,1 km/l (G) na estrada.

Principais itens de série: ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, vidros dianteiros e traseiros elétricos, sistema antiesmagamento e fechamento pela chave, retrovisores externos com regulagem elétrica, banco traseiro com encosto bipartido e rebatível, indicador de troca de marcha, sensor de estacionamento traseiro, volante com ajuste de altura, computador de bordo, central multimídia Media Evolution com tela sensível ao toque de sete polegadas, navegador GPS, espelhamento Android Auto e Apple CarPlay, sistema de som 3D Sound by Arkamys, comandos de áudio e celular na coluna de direção, entre outros. 

4. Mitsubishi ASX 2.0 16V CVT 2014 

Quer entrar na onda de dirigir um SUV automático com posição mais elevada sem gastar muito? Estas opções usadas podem ser o que você procura

Preço: R$ 68.866 

A antiga versão do ASX continua fazendo sucesso entre os consumidores e entra na lista de SUVs seminovos por até R$ 70.000 por pouco. Com quase oito anos de uso, o SUV compacto produzido pela HPE segue valorizado e pode ser uma boa opção após uma bela pesquisa que encontre uma quilometragem adequada. 

Equipado com motor 2.0, tração dianteira e câmbio automático tipo CVT, o modelo tem 1,77 metro de largura e 1.615 mm de altura, podendo carregar 415 litros em seu bagageiro.

Desempenho: 160/170 cv e 22/23 kgfm (G/E).
0 a 100 km/h: N/D
Consumo (Inmetro): 6,9 km/l (E) e 9,8 km/l (G) na cidade; 9,1 km/l (E) e 12,6 km/l (G) na estrada.

Principais kg itens de série: direção elétrica, controle de tração, freios ABS, ar-condicionado, piloto automático, travas elétricas, volante com regulagem de altura, vidros dianteiros e traseiros elétricos, computador de bordo, farol de neblina, entre outros.

5. Jeep Compass Sport 2.0 L 2014 

Quer entrar na onda de dirigir um SUV automático com posição mais elevada sem gastar muito? Estas opções usadas podem ser o que você procura

Preço: R$ 66.113 

Pouca gente se lembra, mas o Jeep Compass teve uma geração anterior vendida no Brasil, importada. Na linha 2014, com oito anos de uso, é uma boa opção para quem quer um carro bonito e com bom desempenho por menos de R$ 70.000. 

Contudo, o design é inferior ao dos modelos mais recentes, com faróis dianteiros menores e mais “caídos” que os do Compass atual. Também é preciso ficar esperto com a manutenção cara dos Jeep importados.

Sob o capô, o velho Compass possui um motor 2.0 a gasolina aliado a um câmbio tipo CVT, que trazem um bom torque ao modelo. As informações da montadora ainda apontam um consumo relativamente bom para um carro deste porte. Confira os números: 

Desempenho: 156 cv (G) e 19,4 kgfm (G).
0 a 100 km/h: 12,2 segundos
Consumo (Inmetro): 8,3 km/l (G) na cidade; 9,3 km/l (G) na estrada.

Principais itens de série: ar-condicionado automático, assistente de saída em subida, controle de tração, controle de velocidade de cruzeiro, correção eletrônica de rolagem da carroceria, espelhos retrovisores externos elétricos e aquecidos, faróis com regulagem de altura, faróis e lanterna traseira de neblina, sistema Isofix, travas elétricas vidros com controle de luz solar e volante regulável em altura. 

6. Fiat Freemont 2.4 Precision AT 2014 

Quer entrar na onda de dirigir um SUV automático com posição mais elevada sem gastar muito? Estas opções usadas podem ser o que você procura

Preço: R$ 67.032 

Parte dos SUVs na casa de oito anos de uso, a Freemont é uma opção interessante para quem quer um modelo com sete lugares e muito espaço para transportar toda a família, mas que também esteja disposto a gastar um pouco mais de combustível. 

Equipado com motor 2.4 de 172 cavalos, associado a um câmbio automático de seis marchas, o Freemont chegou ao Brasil importado do México como “irmão mais pobre” do Dodge Journey. Apesar de não ter o vigor de seu gêmeo, é o modelo com maior torque desta lista. 

Desempenho: 172 cv (G) e 22,4 kgfm (G).
0 a 100 km/h: 12,9 segundos
Consumo (Inmetro): 7,1 km/l (G) na cidade; 10,7km/l (G) na estrada.

Principais itens de série: vidros dianteiros e traseiros elétricos, computador de bordo, sistema eletrônico anticapotamento, controle eletrônico de estabilidade e tração, central multimídia de 8,4 polegadas, navegação GPS, ar-condicionado automático de três zonas, monitoramento da pressão dos pneus, câmera de ré, volante multifuncional com regulagem de altura. 

Você também pode se interessar por:

Nove carros que morreram e ninguém apareceu no velório
Os Fiat, Citroën e Peugeot que terão o conjunto 1.3 CVT do Pulse
Comparativo: Jeep Compass x Fiat Toro, qual usa melhor o motor turbo?
Fiat Pulse Abarth: o SUV venenoso de 185 cv que o Nivus GTS não quis ser 

SUVs automáticos
SUVs automáticos de R$ 70.000
Carro SUV
rosto de óculos escuros

Comentários