Os bizarros microcarros chineses que estão dando dor de cabeça à Tesla

Marcas chinesas fazem sucesso com carros elétricos minúsculos e de baixo custo, e estão roubando de Elon Musk a liderança do mercado global
Por Renan Bandeira
03.06.2021 às 11h:00 • Att. há cerca de 4 meses
Marcas chinesas fazem sucesso com carros elétricos minúsculos e de baixo custo, e estão roubando de Elon Musk a liderança do mercado global

A Tesla ganhou um grande rival no mercado de carros elétricos. Não se trata de um superesportivo, como o Porsche Taycan ou seu irmão de plataforma Audi RS e-tron GT, nem de um dos modelos da família ID da Volkswagen. 

A pedra no sapato é um minicarro chinês que abre mão de espaço interno, equipamentos e alta autonomia para ser uma opção de baixíssimo custo, que cabe no bolso de qualquer cidadão do gigante asiático.

O “ub-subcompacto” Wuling Hong Guang Mini EV foi lançado no ano passado e pertence à joint venture SAIC-GM-Wuling. 

Marcas chinesas fazem sucesso com carros elétricos minúsculos e de baixo custo, e estão roubando de Elon Musk a liderança do mercado global

Com visual de caixote, apenas duas portas e faróis que mais parecem olhos esbugalhados, o pequeno elétrico pode ser encontrado em três versões, todas equipadas pelo superpoderoso (só que não) propulsor elétrico de 27 cv de potência e 8,7 kgfm de torque.

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto

O motor é alimentado por uma bateria de singelos 9,3 kWh de capacidade, que rende de 120 km a 170 km de autonomia. Com esse conjunto, o modelo atinge a velocidade máxima de 100 km/h.

Achou pouca potência? Então veja as dimensões: 2.917 mm de comprimento, 1.493 mm de largura, 1.621 mm de altura e 1.940 mm de entre-eixos.

Marcas chinesas fazem sucesso com carros elétricos minúsculos e de baixo custo, e estão roubando de Elon Musk a liderança do mercado global

O veículo é tão pequeno que o Renault Kwid, um dos menores carros vendidos no Brasil junto do Fiat Mobi, fica grande com seus 3.680 mm de comprimento, 1.579 mm de largura, 1.474 mm de altura e 2.423 mm de entre-eixos.

Leia também: Por que donos de carro elétrico estão voltando ao motor a combustão?

Além de caber em qualquer baliza, o elétrico foi idealizado para caber em qualquer bolso. Seus preços partem de 28.800 yuans (moeda chinesa), o que na cotação atual perante o dólar daria cerca de R$ 23 mil.

Marcas chinesas fazem sucesso com carros elétricos minúsculos e de baixo custo, e estão roubando de Elon Musk a liderança do mercado global

O valor equivale a só 11,5% do preço de um Tesla Model 3 de entrada, que era o antigo líder da lista de elétricos mais vendidos da China.

O sucesso das vendas pode ser visto pelos dados de emplacamentos do primeiro trimestre deste ano, divulgados pelo site CarNewsChina, e que apontam que o Hong Guang Mini vendeu quase o dobro do Model 3 durante os primeiros três meses do ano no país. 

Marcas chinesas fazem sucesso com carros elétricos minúsculos e de baixo custo, e estão roubando de Elon Musk a liderança do mercado global

Veja a lista dos cinco carros elétricos mais vendidos na China no primeiro quarto de 2021:

  1. Wuling Hong Guang Mini EV: 96.674 unidades (20% das vendas totais)
  2. Tesla Model 3: 52.859 (11%)
  3. Byd Han EV: 21.354 (4%)
  4. Great Wall Ora Black Cat: 19.178 (4%)
  5. Tesla Model Y: 16.422 (3%)

Com o sucesso das vendas, a joint venture abriu os olhos dos concorrentes, que não perderam tempo e começaram a correr atrás desse novo nicho de mercado. 

O primeiro a chegar para brigar com o pequeno EV será o Letin Mango, também chinês, que terá como diferencial uma carroceria com quatro portas e até central multimídia de 9 polegadas para desbancar o atual queridinho do mercado.

Marcas chinesas fazem sucesso com carros elétricos minúsculos e de baixo custo, e estão roubando de Elon Musk a liderança do mercado global

Leia também: Avaliação: carro elétrico mais vendido no Brasil é enorme e sem retrovisor

O novato será oferecido em cinco versões, com três opções de bateria e parte de R$ 29.800 yuans (cerca de R$ 24.000). Além disso, será um pouco maior e também mais potente que o Wuling, com motores de 34 e 46 cv e bateria que pode desempenhar uma autonomia de 130 ou 330 km.

Marcas chinesas fazem sucesso com carros elétricos minúsculos e de baixo custo, e estão roubando de Elon Musk a liderança do mercado global

Com os preços do Model 3 partindo de 250.000 yuans (cerca de R$ 200 mil), a Tesla não tem defesa contra a ofensiva dos pequeninos elétricos chineses, que se tornaram uma curiosa dor de cabeça para a marca americana no atual maior mercado automotivo do mundo.

Talvez você também se interesse:

19 carros híbridos e elétricos que devem ser lançados no Brasil em 2021
Carro elétrico: 12 dúvidas muito comuns que todo mundo tem sobre ele
Avaliação: carro elétrico mais vendido no Brasil é enorme e sem retrovisor
O que ninguém conta sobre os carros elétricos 


Carros elétricos
Tesla
Carros chineses
Carros elétricos chineses
Microcarros elétricos
Microcarros chineses
rosto de óculos escuros

Comentários