Nissan fabricará modelo inédito no Brasil junto com o Kicks

Segundo presidente da marca, plano de R$ 1,3 bilhão a ser aplicado no país prevê a produção local de um carro “totalmente novo”. E não será o Versa
Por Camila Torres
28.06.2022 às 17h:29 • Att. há cerca de cerca de 1 mês
Segundo presidente da marca, plano de R$ 1,3 bilhão a ser aplicado no país prevê a produção local de um carro “totalmente novo”. E não será o Versa

 A Nissan já havia anunciado um plano de investimentos de US$ 250 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão) para a fábrica de Resende (RJ). Na época, a fabricante não deu muitos detalhes sobre como aplicaria esse valor.

Nesta terça-feira (28), durante evento voltado a jornalistas mulheres na própria fábrica, o presidente da Nissan Mercosul e Diretor Geral da Nissan do Brasil, Airton Cousseau, abriu algumas informações extras sobre como o valor será usado. 

Segundo o executivo, o dinheiro servirá para produção de um segundo modelo além do Kicks. Cousseau não abriu qual será, mas deixou claro que não se trata do Versa, importado do México atualmente, em sua segunda geração. "Não faz sentido investir na produção de algo que já temos", apontou o presidente.

Anuncie seu carro na Mobiauto 

Segundo presidente da marca, plano de R$ 1,3 bilhão a ser aplicado no país prevê a produção local de um carro “totalmente novo”. E não será o Versa

A Mobiauto aposta, então, que será um outro SUV.  Sua plataforma deve ser a CMF-B, uma evolução da base V do próprio Kicks, voltada a modelos compactos ou compactos-médios. 

Ou... Pode ser um sucessor direto do próprio Kicks, dentro do segmento de SUVs compactos. Até porque, lembremos, o Kicks já terá completado oito anos de mercado quando esse modelo inédito chegar, em 2025, sendo quatro desde que foi reestilizado, em meados de 2021.

De qualquer forma, ao dizer que será um “produto totalmente novo”, Airton Cousseau dá a entender que não será uma segunda geração do próprio Kicks, e que, assim, os dois produtos devem conviver no mercado e nas linhas de montagem.

Segundo presidente da marca, plano de R$ 1,3 bilhão a ser aplicado no país prevê a produção local de um carro “totalmente novo”. E não será o Versa

Leia também:  Avaliação: Nissan Kicks Advance 2022, a versão mais vendida do SUV

Sentra e-Power

Cousseau também ratificou a chegada “em breve” – possivelmente ainda este ano – da nova geração do sedan médio Sentra. Porém, o modelo virá inicialmente em uma configuração 2.0 aspirada a gasolina com injeção direta de combustível, com potência perto de 150 cv e torque na casa de 20 kgfm.

Segundo presidente da marca, plano de R$ 1,3 bilhão a ser aplicado no país prevê a produção local de um carro “totalmente novo”. E não será o Versa

Para 2023 ficará reservada a configuração híbrida e-Power, que deve fazer sua estreia no país justamente através do três-volumes. Ainda não está certo se essa versão será aplicada também ao Kicks e ao Versa, ou mesmo ao inédito produto que vem sendo preparado para 2025.

Você também pode se interessar por:

Avaliação: Nissan Kicks X-Play, um SUV pacato com ar esportivo
Avaliação: Nissan Kicks tenta se renovar ao máximo mudando o mínimo
Avaliação: Nissan Versa Sense CVT tem conforto demais e recheio de menos
Comparativo: vale a pena comprar o novo Nissan Versa no lugar do Kicks? 

Nissan
Sentra
Kicks
SUV
rosto de óculos escuros

Comentários