Ford Territory fica mais barato que Compass para frear queda nas vendas

Marca oferece desconto de R$ 22 mil na versão de entrada do SUV, que passa a ser oferecida mais em conta que algumas opções flex do SUV rival
Por Camila Torres
07.05.2021 às 13h:46 • Att. há cerca de 1 mês
Marca oferece desconto de R$ 22 mil na versão de entrada do SUV, que passa a ser oferecida mais em conta que algumas opções flex do SUV rival

Após cinco meses de vendas em queda e com menos de 100 emplacamentos em março, a Ford descruzou os braços para fazer algo pelo Territory. A estratégia da marca para alavancar as vendas do SUV foi um generoso desconto. 

A versão de entrada, SEL, caiu de R$ 179.900 para R$ 157.900, de acordo com ofertas anunciadas por concessionárias. E a topo de linha, Titanium, que já chegou a ser ofertada por R$ 197.900, atualmente sai por R$ 180.900. 

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto

Lançado com um posicionamento de preços acima do Jeep Compass, o Territory agora está mais barato que boa parte das versões equipadas com motor turboflex do rival da Stellantis. A versão SEL, por exemplo, sai mais em conta do que a configuração Limited do Compass, enquanto a Titanium ficou mais barata do que a Série S do rival. 

Importado da China, o Territory chegou ao Brasil no segundo semestre do ano passado. Deslumbrados com sua beleza e por pertencer a uma marca que é referência no Brasil, os consumidores ignoraram o fato de o SUV vir da China e passaram a comprar cerca de 300 unidades por mês até o fim do ano. 

Porém, quando a Ford anunciou o fechamento de suas fábricas no país, o Territory sentiu o baque indiretamente e seus índices de emplacamentos despencaram nos primeiros meses de 2021, registrando menos de 100 unidades em março. A recuperação começou só em abril, quando a rede começou a aplicar os descontos.

Leia também: Já é possível comprar uma Toro, Strada ou Ram 1500 pagando em soja

Emplacamentos Ford Territory

Outubro 2020: 332
Novembro 2020: 273
Dezembro 2020: 287
Janeiro 2021: 168
Fevereiro 2021: 105
Março 2021: 90
Abril 2021: 184

No lançamento, a verão SEL foi divulgada por R$ 165.900, e a Titanium por R$ 187.990. Como se pode ver, os valores com descontos anunciados em abril deixaram o Territory mais barato que na sua estreia. 

Também se pode notar o que os consumidores reagiram positivamente, já que as vendas do último mês representam quase o dobro do mês anterior. Mas a marca não diz até quando vai manter o valor tão competitivo. 

Jeep Compass e Toyota Corolla Cross 

Entre dois SUVs rivais do Territory que estrearam em 2021, o novo Jeep Compass tem versões com motor flex entre R$ 139.990 a R$ 187.990. Já o Toyota Corolla Cross tem configurações entre R$ 139.990 e R$ 183.990. 

Para competir com as versões de entrada e intermediárias de Compass e Corolla Cross, só baixando a régua do preço ou as vendas do Territory poderiam ficar ainda mais ameaçadas.

Dos três SUVs, o Ford conta com o motor menos potente de todos, um 1.5 turbo a gasolina de 150 cv e 22,9 kgfm. A diferença para o 1.3 turboflex do Compass 2022 e para o 2.0 flex do Corolla Cross não é pequena, visto que ambos são flex e rendem até 185 cv e 177 cv, respectivamente. 

Já que a concorrência vem pegando pesado no desempenho, o jeito é a Ford compensar no famoso custo-benefício entre valor e itens de série. Até para que o Territory não concorra com o Bronco Sport, que será lançado nas próximas semanas no país.

Leia também: Ford Bronco Sport chega no começo de maio e deve custar R$ 300.000

Principais itens de série Ford Territory

SEL: Faróis e lanternas em LED, teto solar panorâmico elétrico, central multimídia touch screen HD de 10.1 polegadas, ar-condicionado automático digital com saída para os bancos traseiros, chave com sensor de presença e partida sem chave, seis airbags, epelho retrovisor interno eletrocrômico, monitoramento de pressão dos pneus, câmera de ré e sensor de estacionamento traseiro.

Leia também: Avaliação: Ford Territory vai além da pose de SUV de luxo?

Titanium: itens SEL + teto pintado de preto, rodas aro 18", interior na cor bege, luz ambiente configurável em sete cores, banco do motorista com ajustes elétricos, painel digital configurável com tela de 10 plegadas,, sistema de som com oito alto-falantes, carregamento sem fio para celular e sensor de chuva, piloto automático adaptativo com Stop and Go, sistema de alerta de colisão e frenagem autônoma de emergência, sistema de monitoramento de ponto cego, sistema de aviso de mudança de faixa e estacionamento automático.

Você também pode se interessar por:

Entenda por que já era hora de a Ford deixar o Brasil
Avaliação: como anda o Corolla sedan híbrido flex com etanol
Jeep Compass 2022: todas as versões, preços e itens de série
Avaliação: Ford Territory vai além da pose de SUV de luxo?

SUVFord Territory

Comentários