Chevrolet Tracker PCD 2022 existe no catálogo, mas não nas lojas

Versão destinada ao público PCD está no catálogo da linha 2022 enviado pela marca às concessionárias, mas, na prática, opção não deve ser encontrada
Por Renan Bandeira
06.04.2021 às 18h:14 • Att. há 11 dias
Versão destinada ao público PCD está no catálogo da linha 2022 enviado pela marca às concessionárias, mas, na prática, opção não deve ser encontrada

Está cada vez mais difícil encontrar opções de SUV compacto para o público PCD no Brasil. Na última semana, a Chevrolet apresentou a linha 2022 do Tracker e, no material enviado às concessionárias - ao qual a reportagem da Mobiauto teve acesso em primeira mão -, não apenas consta a versão destinada ao público com deficiência como ela sustenta o preço sugerido de R$ 70.000.

Mas, se na teoria teríamos um SUV compacto com preço dentro do teto que permite a isenção de IPI e ICMS, para fazer companhia ao solitário Caoa Chery Tiggo 2, na prática isso não deve acontecer.

Versão destinada ao público PCD está no catálogo da linha 2022 enviado pela marca às concessionárias, mas, na prática, opção não deve ser encontrada

Anuncie seu carro sem pagar na Mobiauto

Em contato com as concessionárias da rede nesta semana, nossa reportagem apurou que não há previsão de chegada da configuração AT 1.0 Turbo da linha 2022 às lojas, e que as da linha 2021 seguem com as vendas suspensas.

Além disso, de acordo com os lojistas, caso a Chevrolet volte a oferecer a configuração PCD, ele terá preço sugerido acima do teto de R$ 70 mil, como a Nissan fez com o Kicks, não permitindo a subtração de impostos - nem mesmo IPI, como você pode entender melhor clicando aqui. 

Seguindo as informações enviadas aos concessionários, se a versão AT voltar a ser vendida pela marca, ainda que não se saiba o preço sugerido, deverá ser equipada com o pacote de itens R8Z, que oferece:

Versão destinada ao público PCD está no catálogo da linha 2022 enviado pela marca às concessionárias, mas, na prática, opção não deve ser encontrada

Visual: maçanetas internas na cor prata, rodas de aço de 16 polegadas com calotas integradas, detalhes cromados na grade, espelhos retrovisores externos na cor preta, maçanetas externas na cor do veículo e rack de teto na cor preta.

Leia também: Nivus, Kwid, Renegade... Afinal, quando um carro é de fato um SUV?

Segurança: Seis airbags (frontais, laterais e cortina), alarme anti-furto, assistente de partida em rampa, controle de estabilidade e tração, luz de condução diurna, sistema de fixação de cadeira para crianças “Isofix” e “Top Tether” e sistema de freio com ABS e sistema de distribuição de frenagem EBD. 

Tecnologia: computador de bordo, central multimídia My Link com tela de 8 polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto, painel de instrumentos de 3,5 polegadas digital TFT, câmera de ré, controlador de velocidade de cruzeiro com comandos no volante, chave presencial e partida por botão e sistema start-stop (com botão para desativar).

Leia também: Esta é a nova Fiat Toro, e quem viu não está gostando do visual

Conforto: indicador de nível de óleo, regulagem de altura dos faróis, ar condicionado, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, direção elétrica progressiva, travas elétricas com acionamento da chave, vidro elétrico em todas as portas com acionamento um toque, sistema antiesgamento e abertura e fechamento pela chave, banco traseiro bipartido e rebatível, volante multifuncional e abertura e fechamento das portas por aproximação da chave.

O SUV é movido pelo já conhecido motor 1.0 turboflex de 116 cv e 16,3/16,8 kgfm (gasolina/etanol), gerenciado pela caixa automática de seis marchas. A garantia, diferentemente das demais versões do Tracker 2022, continuará sendo de apenas 12 meses.

Leia também: Carros mais vendidos em março: Onix tem pior mês em quase 6 anos

Acima do teto

Versão destinada ao público PCD está no catálogo da linha 2022 enviado pela marca às concessionárias, mas, na prática, opção não deve ser encontrada

Vale lembrar que, no ano passado, a Chevrolet ofereceu uma versão acima do teto. Enquanto as vendas do Tracker exclusivas ao público PCD estavam suspensas, a marca disponibilizou a versão LT 1.0 turbo nas vendas diretas, que tinha preço sugerido de R$ 101.690, mas ficava por R$ 83.633 com isenção de IPI.

Atualmente, devido à suspensão da isenção de IPI acima do teto de R$ 70 mil, essa opção não está mais disponível.

[video] 

Você também pode se interessar por:

 Chevrolet Onix e Onix Plus: os principais problemas, segundo os donos
Avaliação: por que o Onix Plus é um sedan tão bom de venda
Exclusivo: Chevrolet Tracker 2022, veja todos os preços e versões
Chevrolet Tracker PCD sobrevive na linha 2022 a R$ 70.000. Veja o que traz 


Chevrolet PCDTracker PCDChevrolet TrackerChevrolet Tracker PCDTracker 2022Tracker PCD 2022SUV compactoSUVSUV compacto para PCDSUV para PCDCarros para PCD

Comentários