Avaliação do Jeep Renegade Trailhawk 4x4 2.0 Turbo Diesel

Jeep Renegade Trailhawk sinta o verdadeiro 4x4.

Imagem de Thomas Oestreicher

Thomas Oestreicher

Jornalista Automotiva

21 de Junho de 2019 às 14:33

·

Atualizado há um ano

Avaliação do Jeep Renegade Trailhawk 4x4 2.0 Turbo Diesel

Imagem de Thomas Oestreicher

Thomas Oestreicher

Jornalista Automotiva

21 de Junho de 2019 às 14:33

·

Atualizado há um ano

Os SUVS estão cada vez mais populares e urbanos, mas qual é a verdadeira essência do utilitário esportivo? Ser um veículo off-road, preparado para encarar qualquer tipo de terreno, munido de tração 4x4. Na redação tivemos a oportunidade de testar um verdadeiro SUV, que além da vocação fora de estrada, vem com a motorização Turbo Diesel e ângulos de ataque e saída bem atrativos. 

O Jeep Renegade Trailhawk 2019 comercializado a partir de R$139.990,00, se destaca pela suspensão independente e elevada nas quatro rodas. O Renegade tem articulação de roda de 212 mm de altura do solo (na versão Trailhawk), para elevar o padrão do desempenho no uso off-road dentro de seu segmento, além da motorização exclusiva diesel, um 2.0 Multijet II de 170 cavalos que geram vigorosos 35,7 kgfm de torque, associados com um câmbio automático de 9 marchas.

A tecnologia 4×4 foi herdada do Jeep Cherokee, oferecendo a mais avançada e inteligente tração 4×4 do segmento capaz de enviar até 200 kgfm de torque para as rodas traseiras, se for preciso, para otimizar a aderência. Esse sistema ainda inclui o controle de tração Selec-Terrain, que entrega até cinco modos de operação: Auto (automático), Snow (neve), Sand/Mud (areia/lama) e o Rock (pedra). 

Design

Em relação as outras versões, os diferenciais dessa versão são os para-choques especiais, pois oferecem ângulos favoráveis no fora de estrada: 31,3° de entrada, 22,8° ou 33°  de rampa. As rodas aro 17 tem um design exclusivo, sendo uma curiosidade o aro do Trailhawk, mesmo sendo o topo de linha é menor que as versões mais baratas, para aceitar o pneu All- Terrain 215/60. Ela deixa bem clara a intenção de cair na lama. 

Tirando esses pontos, o design do Renegade passou por um leve facelift na versão 2019, a tradicional grade frontal com 7 gomos teve uma leve alteração no layout, nova palheta de cores, novos modelos de rodas para todas as versões, faróis em full-led nas versões topo de linha . As luzes de cortesia agora vem na cor branca e abertura do porta-malas agora está evidenciada com uma maçaneta na tampa traseira (antes ela ficava embutida  dentro da tampa do porta-malas). 

Conforto e espaço

De modo geral, o  Jeep Renegade 2019 ficou mais atraente e funcional. Não podemos esquecer que ele é um SUV compacto, ou seja espaço não é um ponto de destaque. Na parte dianteira, ele possui um bom espaço para os dois ocupantes, mesmo se forem pessoas altas. Para quem vai atrás, o espaço é bem menor e o passageiro do meio sofre por conta do túnel central e da elevação da espuma dos bancos. Por se tratar da versão topo de linha o acabamento é muito bom, conta com plásticos de melhor qualidade e bancos em couro com costuras contrastantes vermelhas. Para o motorista a regulagem do banco é elétrica.

O porta-malas da linha 2019 aumentou para 320 litros, ganhando 47 litros pela adoção do estepe temporário, mas na versão Trailhawk, ele continua com os mesmos 260 litros, por conta do estepe que possui a mesma dimensão da roda por uma questão de segurança.

Tecnologia

A tela da central de entretenimento é o grande destaque do Jeep Renegade 2019, derivada do irmão mais caro Compass, nas versões topo de linha, a multimídia é chamada de Uconnect, e possui 8,4 polegadas. Em  relação a conectividade você pode esperar o que há de mais moderno, ela conta com Android Auto, Apple Carplay, Bluetooth, Duas entradas USB, entrada auxiliar e até uma tomada de 127 volts localizada na parte traseira do console central. Agora os comandos de climatização e navegação, seguem o padrão do Compass, vindo com ar-condicionado digital de duas zonas. O cluster central é uma tela de TFT de sete polegadas que passam informações sobre o veículo como: consumo, pressão de pneus, temperatura óleo, tensão da bateria, pressão pneus e modos de tração.

Potência e Consumo

Foi uma experiência gratificante pilotar o Renegade com essa motorização a diesel, ele é prazeroso, equilibrado e o mais importante é potente. Você sente a disposição dos 170 cavalos, logo em baixa rotação. O torque de 35,7 kgfm aparece em apenas 1.750 rpm, esse conjunto é orquestrado com um câmbio automático de 9 marchas, que tem trocas sutis e rápidas. Se você quiser uma condução mais esportiva o câmbio oferece trocas sequenciais manuais ou as aletas atrás do volante. De 0 a 100 km/h ele precisa de 9,9 segundos e entrega a velocidade máxima de 190 km/h limitada eletronicamente pela montadora, mas um ponto importante é que o foco do Jeep Renegade Trailhawk é a força do motor Turbo Diesel, e não a velocidade final. A combinação de câmbio motor e carroceria, proporcionam um carro gostoso de guiar, principalmente se tivermos como base o motor de entrada e torque Flex 1.8 16V de apenas 139 cavalos.

Por ser um carro diesel, o consumo é relativamente bom. Não espere um carro supereconômico, mas com a ajuda da tecnologia start/stop ele entrega medias de consumo de cidade: 9,4 km/litro e na estrada 11,5 km/litro.

Plano de Revisão do Jeep Renegade

 Compraria?

Sendo sincero e sucinto, se você quer um carro 4x4 para uso fora de estrada, ele é a melhor opção do mercado, porém ele cobra um valor alto por isso. Agora se você quer apenas um SUV, nesta faixa de preço as opções das marcas Premium começam a ficar mais atrativas. Na versão Trailhawk com todos os opcionais ele sai por salgados R$150.000,00, por esse valor eu olharia com carinho o Audi Q3 Attrraccion e o Mercedes-Benz GLA 200 Style.

  

Talvez você também se interesse: 

Comparativo Nissan Kicks x Hyndai Creta
Confira 10 SUVs 2019 de até 100 mil
Veja 6 SUVs novos de até 70 mil
Confira 4 SUVs 2019 de até 80 mil 

Comentários

Outras notícias

Notícias de Avaliação que possam te interessar

Comparativo

Comparativo Volkswagen T-Cross ou Chevrolet Tracker?

Volkswagen T-Cross larga na frente no desempenho, mas Chevrolet Tracker leva vantagem no consumo.

Avaliação

As novidades do Hyundai Creta 2020

Veja o que mudou do Creta 2019 para o Creta 2020

Avaliação

Avaliação: Chevrolet Tracker é um SUV urbano

Confira na avaliação do Chevrolet Trckar os motivos para considerar o modelo mais urbano do que off-road.

Avaliação

Avaliação Audi Q5

A linha 2019 do Audi Q5 oferece 5 versões

Outras notícias

Notícias de Avaliação que possam te interessar

Comparativo

Comparativo Volkswagen T-Cross ou Chevrolet Tracker?

Volkswagen T-Cross larga na frente no desempenho, mas Chevrolet Tracker leva vantagem no consumo.

As últimas notícias

Novidades, eventos, avaliações e muito mais

Notícias

Carros mais vendidos no primeiro semestre de 2020 por categoria

Veja os carros mais vendidos de cada categoria no primeiro semestre de 2020. Fiat Strada passa Jeep Renegade no ranking.

Notícias

Cinco dos dez carros mais vendidos em junho no Brasil são SUVs

Estão entre os carros mais vendidos de junho: VW T-Cross, Chevrolet Tracker, Hyundai Creta e os irmãos Jeep Compass e Renegade

Game

Lucas Torres não cumpre promessa de esmagar o time do Zeca Chaves

Zeca Chaves ganha de Carro Chefe, mas ambos continuam na disputa pelo carro 0km.

Comparativo

10 Crossovers e SUVs mais econômicos do Brasil

Qual o SUV/crossover mais econômico do Brasil? Chevrolet Tracker, Volkswagen Nivus, Nissan Kicks e Suzuki Vitara estão entre os mais econômicos.

As últimas notícias

Novidades, eventos, avaliações e muito mais

Notícias

Carros mais vendidos no primeiro semestre de 2020 por categoria

Veja os carros mais vendidos de cada categoria no primeiro semestre de 2020. Fiat Strada passa Jeep Renegade no ranking.